Governo do Estado

Governo do Estado
Governo do Estado

sexta-feira, 30 de setembro de 2016

PESQUISAS DA CONTEXTO SÃO PROIBIDAS DE DIVULGAÇÃO

Por decisão judicial, o resultado de pesquisas eleitorais realizadas pelo Instituto Contextto nos municípios de Brejão, Terezinha e Caetés foram proibidas de serem divulgadas nos meios de comunicação.

Os juízes de cada comarca, atendendo ações movidas por advogados de candidatos que se sentiram prejudicados nas pesquisas, entenderam que a Empresa envolvida no trabalho de consultar a vontade do eleitor não atendia a alguns requisitos da Lei, por isso solicitou aos blogs, emissoras de rádio e outros veículos que desconsiderassem os números fornecidos pelo Instituto Contextto.

No caso de Brejão e Caetés as pesquisas não foram veiculadas. Em Terezinha a decisão foi tomada depois que este blog já tinha divulgado o resultado naquele município. O referido post será excluído da nossa página a partir de agora.


A Empresa responsável por esses levantamentos junto ao eleitor tem 48 horas para se defender perante a justiça,  provar que é idônea e que não existe nenhum tipo de irregularidade em seu trabalho.

TRIBUNAL ELEITORAL APROVA CANDIDATURA DE GENALDI

Por 5 votos a 1 o Tribunal Regional Eleitoral decidiu agora há pouco homologar a candidatura de Genaldi Zumba (PSD) à prefeitura de São João.

Assim não há mais impedimento para que o prefeito concorra à reeleição e ele irá enfrentar nas urnas, no próximo domingo, o médico Pedro Barbosa (PMDB), o atual vice-prefeito José Costa (PTB) e o ex-secretário José Porfírio (Solidariedade).

Esta semana o TRE já tinha habilitado o ex-prefeito Pedro Barbosa como candidato e desta vez foi a vez de Genaldi.


O deputado estadual Álvaro Porto (PSD) acompanhou a decisão e comemorou a vitória na Justiça. “Agora vamos ganhar a eleição”, afirmou o parlamentar.

CLAUDOMIRA VENCE DEBATE NA RÁDIO JORNAL


Conforme avaliação do jornalista Carlos Eugênio e de outras pessoas que ouviram o debate entre os candidatos a prefeito, na Rádio Jornal, a surpresa do confronto foi a performance da candidata democrata à prefeitura, Claudomira Andrade, que se saiu com desenvoltura e conseguiu apresentar boas propostas para o município, além de ter feito críticas à atual administração, sem levar nada para o lado pessoal.

Sivaldo Albino (PPS) foi quem mais criticou o prefeito Izaías Régis (PTB), tendo sido confrontado por Paulo Camelo (PCB), que procurou demonstrar não haver diferenças entre o atual gestor e o oposicionista, ligado ao governador Paulo Câmara.

Valter Couto mostrou menos traquejo político de que os outros concorrentes e também fez ressalvas a atual administração do município.

Como normalmente faz todo candidato que lidera as pesquisas, o prefeito Izaías Régis preferiu fazer uma caminhada na periferia do que comparecer ao debate da Rádio Jornal, realizado nesta quinta-feira, à noite,  mediado pelo radialista Eduardo Peixoto.

*Fotos reproduzidas do Blog de Carlos Eugênio

DAS TRAIÇÕES E BAIXARIAS NA POLÍTICA

Por Adelson do Vale

Ainda hoje é comum se vê em ano de eleições as traições, brigas, ofensas, e até as baixarias na política. Tudo isso faz parte de um cenário de como se fazia as velhas políticas de antigamente, e que até hoje se repetem os mesmos hábitos.

Este ano as campanhas políticas avançaram num clima de muita tranquilidade por parte dos políticos no Agreste Meridional,  que fugindo dos práticas antigas optaram por fazer campanhas limpas, sem  atacar seus adversários. Enquanto isso, outros políticos preferiram fugir das regras e foram DAS TRAIÇÕES ÀS BAIXARIAS NA POLÍTICA, que infelizmente ainda é comum se vê essa prática entre eles nos dias de hoje.

Por outro lado os blogueiros da região não perderam o foco das atenções e registram na internet, fazendo lembrar dos tempos em que se fazia política na base do tiroteio de ofensas, difamações, e muitas baixarias, assim rendeu histórias intrigantes que foram publicadas por escritores de nossa região em seus livros.

Até o sociólogo político Fernando Henrique Cardoso publicou um livro com o título A MISÉRIA DA POLÍTICA, que deve contar de tudo que acontece nessa época de campanha eleitoral, brigas, ciúmes, inveja, ódio, mentiras e traições. Ele conhece bem por ter conhecido e até convivido com políticos em época que fazia campanha na base do vale tudo, para se ganhar uma eleição.


Este ano, no Agreste, os políticos que fizeram suas campanhas limpas, sem agressões, levaram o povo às ruas arrastando multidões, fizeram até comícios, mantendo as velhas tradições de fazer política sobre um palanque ainda que seja improvisado, sem baixar o nível, todos eles estão de parabéns, são dignos de merecer receber o prêmio Nobel da Paz.

*Imagem: Google.

PREFEITO SOFRE ACIDENTE ÀS VÉSPERAS DA ELEIÇÃO

Praticamente às vésperas da eleição, o prefeito de Lajedo, Rossine Blesmany (PSD) sofreu um acidente e precisou ser levado ao hospital municipal, onde foi medicado.

O gestor se prepara para participar de um debate na rádio local, mas antes foi convidado pelos seus correligionários a participar de uma carreata para comemorar a última pesquisa do Datavox que lhe dá 21 pontos de vantagem sobre o seu adversário na disputa, o ex-prefeito Antônio João Dourado (PSB).

Rossine participou do movimento em cima de um “paredão”, seguia cumprimentando os eleitores, quando por fatalidade caiu e se machucou.

Os adversários não perdoaram, ficaram zombando do acidente pelas redes sociais e alguns chegaram a escrever no Facebook que a queda foi proposital, para que o prefeito pudesse fugir do confronto com Dourado na rádio da cidade.

APOSTA ALTA

Em Caetés estão se fazendo apostas altas em torna da disputa entre Armando Duarte (PTB) e Benedito da Silva (PSB). Até no valor de R$ 100 mil reais. 

Um empresário de Garanhuns jogou suas “fichas” na vitória do prefeito Armando Duarte, deu 2 mil votos de vantagem e ainda está confiante que vai ganhar o dinheiro do adversário. 

Nos municípios pequenos é comum esse tipo de “jogo” na época da eleição.

quinta-feira, 29 de setembro de 2016

A ELEIÇÃO EM 11 MUNICÍPIOS DO AGRESTE MERIDIONAL

As eleições municipais acontecem domingo e estão mexendo com os nervos de muita gente. Em algumas cidades a disputa está indefinida. Noutras alguns candidatos aparecem com amplo favoritismo.

Abaixo aqui vai a leitura dos números pelo jornalista em 11 municípios do Agreste Meridional:

Garanhuns – Izaías vence com folga e segundo as pesquisas botará uma frente em torno de 40 mil votos sobre o segundo colocado. “Em Garanhuns não tem eleição”, afirmou o jornalista Magno Martins, olhando os números da última pesquisa do Instituto Opinião.

Lajedo – Rossine está com uma frente confortável, segundo duas pesquisas divulgadas pelo Datavox. Antônio Dourado já foi um mito em Lajedo, mas tudo indica que seu tempo passou e o atual prefeito será reeleito.

Caetés – Armando Duarte vencerá em Caetés com uma diferença espantosa, apesar da oposição ainda acreditar que Benedito pode surpreender.

Paranatama – Valmir do Leite é apoiado por Zé Teixeira que fez uma boa gestão e deve vencer sem problemas.

Teresinha – Mateus deve vencer a eleição por uma boa margem de votos.

Jupi – Marcos Patriota abriu 14 pontos de frente segundo pesquisa do Instituto Opinião. Uma diferença dessa é muito difícil de reverter e é pouco provável que a pesquisa esteja tão errada.

Calçado – Nogueira é apoiado por Zé Elias, um prefeito com 85% de aprovação e está na frente nas pesquisas. É o favorito.

São João – Eleição dura, mas Pedro Barbosa cresceu muito na reta final e pode chegar lá. Além do mais,  Genaldi ainda vai ter o registro de sua candidatura julgado pelo pleno do TRE.

Iati – Eleição indefinida entre Antônio de Lula e Alexandre Tenório. Padre Jorge e Assis estão praticamente sem chances.

Capoeiras – É o município da região com as opiniões mais desencontradas sobre o resultado da eleição. Há quem esteja convencido da vitória de Neide Reino (PSB) por uma diferença de 1.500 votos. Mas também algumas pessoas acreditam que Batata vai vencer por essa mesma diferença. Dá para acreditar? Ainda no domingo vamos saber quem está delirando.

Bom Conselho - Dannilo Godoy deve vencer com folga e será o primeiro prefeito do município a conseguir a reeleição.

ROSSINE AUMENTA A DIFERENÇA EM LAJEDO

Nova pesquisa eleitoral realizada em Lajedo, pelo Datavox, divulgada em primeira mão no blog de Mário Flávio,  mostra que o prefeito Rossine Blesmany (PSD) aumentou a diferença em relação ao seu concorrente, Antônio João Dourado, do PSB.
Na pesquisa anterior do mesmo instituto a diferença a favor de Rossine era de 12 pontos na estimulada e agora saltou para 21,8%
Segundo o Instituto, Rossine está com 55, 3% na estimulada, Dourado soma 33,5% e Delma (PROS), 1,3%. Os indecisos são 7,5%, brancos e nulos 2,4%.
O Datavox ouviu 400 eleitores no dia 27 de setembro, nas zonas urbana e rural de Lajedo. A margem de erro é de 4,9 pontos percentuais, para mais ou para menos, com um nível de confiança de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral Pernambuco (TRE-PE) sob o protocolo PE-PE-00293/2016.
ESPONTÂNEA – o prefeito Rossine também tem boa vantagem na pesquisa espontânea, quando os eleitores citam o nome dos candidatos sem ver o cartão com os nomes dos que estão na disputa. 
Na pesquisa espontânea Rossine apareceu com 50,3%; Antônio João obteve 30,5% e Delma 1%. O número de  indecisos foi de 15,4% e branco/nulo – 2,8%.
REJEIÇÃO - O Datavox também perguntou em quem os eleitores não votariam de jeito nenhum. Veja os números:
– Antônio João (PSB) – 29,8%
– Rossine (PSD) – 20,5%
– Delma (PROS) – 5,5%
– Votariam em todos – 25%
– Rejeitam todos, menos nos que votam – 16%
– Não sabem/não opinaram – 3,2%
Na mesma pesquisa, os eleitores também responderam sobre quem eles acreditam que vai vencer a eleição. 
Veja os números:
– Rossine (PSD) – 60,5%
– Antônio João (PSB) – 29,5%
– Delma (PROS) – 0,3%
– Não sabem/não opinaram – 9,7%

Partidários do ex-prefeito Antônio João garantem que o clima nas ruas e a presença de público nas manifestações dos dois candidatos não refletem a realidade mostrada pelo Datavox, por isso eles desconfiam da pesquisa.
*Arte reproduzida do Blog de Mário Flávio.

IZAÍAS FAZ CAMPANHA PARA ELEGER OS 13 VEREADORES

Caso a pesquisa eleitoral do Instituto Opinião realizada em Garanhuns, divulgada logo depois da meia noite, neste blog e no de Magno Martins, estiver correta, quando forem computados somente os votos válidos das urnas do município, Izaías Régis terá em torno de 50 mil votos. Um pouco menos ou um pouco mais. Sivaldo Albino, segundo colocado, deve conquistar entre oito e 10 mil votos. Claudomira Andrade, Paulo Camelo e Valter Couto terão menos de 4 mil votos cada um.


Será um resultado desastroso para as oposições e o prefeito, embalado pelos números das pesquisas e pela força das ruas,  está fazendo campanha ferrenha, nestes últimos dias, para eleger os 13 vereadores. É possível.


PESQUISA EM BREJÃO DÁ PROBLEMA NA JUSTIÇA

Uma pesquisa realizada pelo Instituto Contexto, no município de Brejão, teve sua divulgação proibida pela Justiça Eleitoral.

O problema é que partidários da candidata do PSB, Beta Cadengue, jogaram os números desde ontem, nas redes sociais, quando pela Lei o resultado só poderia ser divulgado hoje.

Uma pesquisa somente pode chegar ao conhecimento público com registro no Tribunal Regional Eleitoral e Tribunal Superior Eleitoral. Depois de feito o registro, a Justiça dá um prazo de cinco dias para que a divulgação seja feita nos meios de comunicação.

Como no caso de Brejão os partidários da candidata não cumpriram o prazo, o juiz determinou a suspensão.

IZAÍAS CRESCE E CAMINHA PARA VITÓRIA AVASSALADORA

Por Magno Martins
Se as eleições fossem hoje, o prefeito de Garanhuns, Izaías Régis (PTB), estaria reeleito com 69,5% das intenções de voto, vantagem avassaladora em relação ao candidato do PPS, Sivaldo Albino, que ficou num distante segundo lugar, somando 11,3%, segundo nova pesquisa do Instituto Opinião. A candidata Claudomira Andrade (DEM) surge com 3% e Paulo Camelo (PCB) tem 2%, à frente de Valter Couto (PDT), com somente 0,5%. Brancos e nulos registram 3,3% e os indecisos são 10,4%.
Em relação ao levantamento passado, entre os dias 5 e 6 de setembro, Izaías cresceu dois pontos – estava com 67,3% - e Sivaldo também avançou dois pontos – se situava na casa dos 9,8%. Paulo Camelo se manteve com o mesmo percentual, Valter Couto também se manteve em 0,5% e Claudomira subiu um ponto e meio – estava com 1,8%.
Na pesquisa espontânea, Izaías também desponta com índice expressivo de 64%, abrindo grande margem de 56,7% sobre Albino (7,3%). O candidato comunista registra 1,8%, a democrata tem 1,3% e Couto repete os 0,5% das intenções. Brancos e nulos caem para 2% e o número de indecisos sobe para 23,1%.
No quesito rejeição, o postulante do PPS parte na frente com taxa de 20,5%, enquanto Camelo tem 17,3%. O atual prefeito soma 11,8% de rejeição, já Claudomira aparece com 7,3% e o pedetista não seria votado por 5% dos entrevistados. Apenas 3% disseram rejeitar todos e 35,1% não rejeitam nenhum dos candidatos.
O Instituto Opinião aplicou 400 questionários entre os dias 22, 23 e 24 de setembro, nas localidades de Aluísio Pinto, Baixa da Telha, Boa Vista, Brasília, COHAB I, II e III, Estrela, Heliópolis, Indiano, Iratama, João Capão, José Maria Dourado, Magano, Manoel Xéu, Massaranduba, Miracica, Nova Heliópolis, Parque Fênix, Santo Antônio (Centro), São Carlos, São José, São Pedro, São Vicente e Várzea. A pesquisa está registrada no TRE sob o número PE-05153/2016.

O levantamento conta com intervalo de confiança estimado de 95 % e a margem de erro máxima estimada de 4,9 pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra. A modalidade de pesquisa adotada envolveu a técnica de Survey, que consiste na aplicação de questionários estruturados e padronizados a uma amostra representativa do universo de investigação. Foram realizadas entrevistas pessoais e domiciliares.

Estratificando a pesquisa, Izaías Régis se sai melhor entre os eleitores na faixa etária acima de 60 anos (73,3%), entre os eleitores com grau de instrução no ensino médio (72,7%) e entre os eleitores com renda familiar entre um e dois salários (73,9%). Por sexo, 70,6% dos seus eleitores são homens e 68,6% são mulheres.

Sivaldo Albino tem melhor atuação entre os eleitores na faixa etária faixa etária de 35 a 44 anos (15,5%), entre os eleitores com grau de instrução do 6º ao 9º ano (15,8%) e entre os eleitores com renda familiar de até um salário (12,1%). Por sexo, 12,7% dos seus eleitores são mulheres e 9,4% são homens.

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

T.R.E CONSIDERA PEDRO BARBOSA FICHA LIMPA

A candidatura do médico e ex-prefeito Pedro Barbosa foi confirmada por unanimidade pelo Pleno do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PE), que considerou o candidato ficha limpa e apto para disputar as eleições no Município de São João.

O julgamento ocorreu na tarde de ontem, com sustentação oral do advogado Nelson Barbosa, confirmando a sentença do Juiz Eleitoral do Município de São João, Dr. Andrian de Lucena Galindo, que tinha deferido a candidatura de Dr. Pedro, negando provimento ao recurso interposto pela coligação adversária, nos autos do RE 6851. A decisão foi publicada na própria Sessão do dia 27/09/2016.

Anteriormente o próprio Ministério Público Eleitoral já havia dado Parecer completamente favorável a Dr. Pedro, que pode disputar a eleição com tranquilidade. O Procurador Regional Eleitoral responsável pelo Parecer foi o Dr. Antônio Carlos Barreto Campello, respeitável integrante do Ministério Público Federal.

Por outro lado o principal adversário de Dr. Pedro, o atual prefeito de São João, Genaldi Zumba (PSD) ainda aguarda o julgamento do seu Recurso e ainda não há certeza se será aprovada pelo TRE, vez que o Parecer do Ministério Público Eleitoral é pelo indeferimento da candidatura do gestor, considerado ficha suja pelo Procurador Regional Eleitoral.

Assim, entre os principais candidatos, somente Pedro Barbosa já está 100% garantido para a disputa no próximo dia domingo, dia dois de outubro, podendo o eleitor nele votar com total segurança de que seu voto não será desperdiçado.

*Daqui a três horas e mais alguns minutos estaremos divulgando um texto que nos foi enviado pelo jornalista Magno Martins com o resultado da última pesquisa eleitoral realizada em Garanhuns.

NOVAS PESQUISAS SERÃO DIVULGADAS ATÉ SEXTA-FEIRA

Nas primeiras horas desta quinta-feira (29), ou seja logo depois da meia noite, o jornalista Magno Martins estará divulgando uma nova pesquisa do Instituto Opinião sobre a disputa eleitoral em Garanhuns. Nós estaremos informando os dados ao mesmo tempo que o profissional da capital.

A expectativa do eleitor é saber se os números permanecem os mesmos do último levantamento ou houve alguma modificação.

Izaías poderá ter crescido mais ainda, consolidando sua liderança? Ou foi alguém da oposição que subiu e a disputa pode ganhar um pouco mais de emoção.

Fique ligado, pois às primeiras horas da manhã desta quinta você saberá o resultado da pesquisa.


E até sexta-feira divulgaremos pesquisas eleitorais de mais três municípios do Agreste Meridional, vizinhos a Garanhuns. Estas foram realizadas pelo Instituto Contexto e já estão registradas no TRE/TSE.

BATATA E NEIDE FAZEM ÚLTIMOS ATOS DE CAMPANHA

O blog divulgou dias atrás que na caminhada que será promovida na sexta-feira em Capoeiras, pelo candidato Carlos Batata (DEM), alguns participantes estariam usando sandálias, chapéus de palha e portando enxadas nas mãos, representando o homem e a mulher simples, principalmente as pessoas da zona rural, que trabalham na roça.

A informação foi dada depois de uma conversa do jornalista com uma pessoa que participa da campanha. Algumas pessoas, inclusive autoridades, ficaram preocupadas com o fato de agricultores portarem enxadas durante uma manifestação política.

Mas a preocupação é desnecessária, porque há pouco fui informado pela Coordenação do Partido Democratas que esse instrumento de trabalho do agricultor não será usado no ato político, mesmo de maneira pacífica e de forma simbólica, para evitar qualquer tipo de temor com relação à caminhada.

Os representantes do DEM esclarecem que estão se esforçando para promover a maior manifestação política da história de Capoeiras, mas a orientação é que esta seja feita de forma tranquila, pregando a paz, num município que nos últimos anos tem sido atormentado por tantos atos de violência.

Segundo a coordenação da campanha de Batata, sua luta inclui mais segurança em Capoeiras, tanto na cidade ou zona rural, mais investimentos na saúde, educação, assistência social e na agricultura, de maneira que o município possa se desenvolver muito mais.

O candidato do DEM faz comício nesta quinta-feira, 29, na Vila do Riacho do Mel.

Também amanhã, na cidade, será o comício da prefeita Neide Reino e seu vice Juju (PSB), que disputam a reeleição. Deputados estaduais e federais ligados à socialista deverão prestigiar a concentração, na Praça João Borrego.


O último ato de rua da campanha será a caminhada pacífica de Carlos Batata,  na sexta-feira, com as presenças do ministro Mendonça Filho e do deputado estadual Alberto Feitosa.

POLICIAIS DENUNCIAM ESCALAS ARBITRÁRIAS NAS ELEIÇÕES

A Associação dos Policiais Civis de Pernambuco (ASPOL/PE) denuncia à sociedade Pernambucana as escalas arbitrárias a que os policiais civis serão submetidos durante o primeiro turno das eleições de 2016, que acontecerá no dia 2 de outubro. A jornada abusiva também poderá ocorrer no segundo turno, caso o mesmo ocorra.

A entidade de classe, que luta há três anos por melhores condições de trabalho para o servidor policial, já ingressou com inúmeras demandas judiciais em face de decisões ilegais e arbitrárias de vários gestores administrativos. Em vez de zelar pela legislação em vigor, estes insistem em desrespeitar as normas que regem o ordenamento jurídico brasileiro.

Em recente vitória judicial patrocinada pela banca jurídica da ASPOL/PE no que tange à discussão de pagamento das horas extras e do adicional noturno de policiais que laboraram no pleito de 2012 e 2014, o Governo foi condenado ao pagamento das respectivas verbas, além de não poder convocar os referidos servidores para as escalas irregulares sob pena de multa diária no valor de R$ 1.000,00.

Mesmo assim, indo de encontro ao recente entendimento dos magistrados e de todo o arcabouço jurídico vigente, alguns gestores estão solicitando aos delegados municipais a convocação de policiais civis para trabalhar de forma ininterrupta no sábado e domingo (1 e 2 de outubro) em uma escala de mais de 48 horas, além da jornada normal de segunda a sexta-feira nas unidades policiais. Isto é, esses servidores cumprirão 40 horas semanais sem folga ou qualquer outro tipo de ressarcimento, totalizando 88 horas de jornada análoga à escravidão, conforme as últimas sentenças proferidas em Pernambuco.

A ordem é para convocação de um delegado, um escrivão e quatro agentes, porém, em várias delegacias sequer existe esse número de servidores pelo déficit anacrônico que a instituição convive. É oportuno lembrar que aquele dia extraordinário de trabalho será franqueado com uma diária de R$ 54,00 (cinquenta e quatro reais).
A ASPOL/PE defende que a Chefia de Polícia deverá utilizar o bom senso para compensar essas jornadas com folgas previstas em lei. É humanamente impossível um policial trabalhar seguidamente 88 horas semanais e, logo em seguida, laborar mais 40 horas, sem nenhum descanso, haja vista tratar-se de direito indisponível do servidor.

Conclamamos para que o Ministério Público e a Corregedoria fiscalizem não somente a atuação irregular de policiais, mas também daqueles que fixam escalas anormais de trabalho, que são responsáveis por muitos excessos cometidos na atividade policial.


A banca jurídica da ASPOL/PE está disponível para orientar os policiais civis que forem submetidos a essas condições exploratórias de trabalho por meio dos telefones (81) 3721-4317 ou (81) 9.9861-6161, e-mail mipcper@gmail.com, ou pessoalmente, na sede da entidade, localizada na Rua Nunes Machado, nº 316, Centro, Caruaru/PE.

MAGNO SÓ DIVULGARÁ PESQUISA AMANHÃ

A expectativa em Garanhuns a respeito da divulgação da pesquisa eleitoral do Instituto Opinião é a maior possível. O prefeito e seus aliados querem saber se a empresa de Campina Grande confirma os números de uma outra pesquisa, feita pelo DataAgreste,  esta semana, mostrando que Izaías cresceu e seus adversários caíram.

Se a Pesquisa do Opinião bater com a do DataAgreste, o candidato do PTB hoje passa dos 50 mil votos.


A divulgação da pesquisa do instituto de Campina Grande, no blog de Magno Martins, ficou para amanhã.

EUDSON CATÁO RESPONDE AO ATAQUE DO SEU COMPADRE CARLOS BERNARDO E DÁ POR ENCERRRADO O DEBATE

EM RESPEITO A MINHA FAMÍLIA, AO HONRADO POVO DE PALMEIRINA E AOS MEUS AMIGOS VENHO FAZER ALGUNS ESCLARECIMENTOS SOBRE AS PALAVRAS LEVIANAS, INCONSEQUENTES E IRRESPONSÁVEIS DO CANDIDATO A PREFEITO “CHAPA BRANCA”, CANDIDATO DO PREFEITO RENATO, COMPADRE CARLOS, NÃO QUERO ENUMERAR TODOS OS SEUS PROCESSOS, POR EXEMPLO: PROCESSO TCE Nº 0090063-1, PRESTAÇÃO DE CONTAS DO EXERCÍCIO DE 1999, JULGADO IRREGULAR COM PARECER PRÉVIO DE REJEIÇÃO, QUE TEVE O MEU APOIO DECISIVO PARA APROVAÇÃO PELA CÂMARA MUNICIPAL DE PALMEIRINA, ENTRE OUTROS TANTOS SEUS: PROCESSO Nº 000002632.2003.8.17.1040, EXECUÇÃO FISCAL; AUTOR: MUNICÍPIO DE PALMEIRINA – RÉU: CARLOS TAVARES BERNARDO; AÇÃO PENAL/ESTELIONATO PROCESSO Nº 0000140-63.2006.8.17.1040-AUTOR: MINISTÉRIO PÚBLICO-RÉU: CARLOS TAVARES BERNARDO, QUE ENCONTRA-SE ATUALMENTE “CONCLUSO PARA DESPACHO”. CITANDO APENAS ESTES, TORÇO PARA QUE VOCÊ CONSIGA RESOLVER SEUS PROBLEMAS, NÃO SEREI EU QUE DESEJAREI MAL A VOCÊ OU A QUALQUER PESSOA.

FINALIZANDO, COM UMA PEQUENA HISTÓRIA:, EM 2004, QUANDO FUI CANDIDATO A PREFEITO DE PALMEIRINA, NO INÍCIO FAZENDO VISITAS ÀS COMUNIDADES, O MEU COMPANHEIRO DE CHAPA SERIA SEU IRMÃO ANTONIO BERNARDO, MAS VOCÊ EXIGIU SER MEU CANDIDATO A VICE PREFEITO; CONSULTEI MINHA MÃE E MEU SAUDOSO PAI, SEVERINO FERREIRA, SOBRE AQUELA SUA VONTADE, MEU PAI RESPONDEU: “MEU FILHO, TALVEZ O SEU COMPADRE CARLOS TENHA FEITO UMA REFLEXÃO E TODAS AS BARBARIDADES QUE ELE FALOU SOBRE NÓS, ELE QUEIRA SE REDIMIR CONOSCO E COM  A NOSSA FAMÍLIA E O NOSSO POVO”. GANHAMOS AS ELEIÇÕES E AO ASSUMIRMOS O MANDADO EM 2005, COMEÇOU A CAIR A SUA MÁSCARA COM INVEJA, TRAIÇÕES, USANDO DA BOA FÉ DAS PESSOAS PARA A SUA CONVENIÊNCIA PESSOAL.

PARA CULMINAR A SUA TRAIÇÃO, FILIOU SEU IRMÃO NO PT EM 2008, PARA BARGANHAR NA COMPOSIÇÃO E PERMANECER NA VICE. EU NÃO ACEITEI. DAÍ PRA FRENTE, EU QUE SOU PADRINHO DO SEU PRIMEIRO FILHO, QUE O CONSIDERAVA E PARECIA QUE ELE TAMBÉM ME CONSIDERAVA, COMECEI A PROVAR DAS MALDADES E DAS TRAIÇÕES COSTUMEIRAS, SÓ PARA ILUSTRAR A SUA TRAJETÓRIA: EM 1982, SE ELEGEU VICE-PREFEITO COM MEU PAI, SEVERINO FERREIRA, ROMPEU; EM 1988 SE ELEGEU PREFEITO COM ROGÉRIO CATÃO NA VICE, QUE PROMETEU QUE SERIA O SEU CANDIDATO A PREFEITO EM 1992, TRAIU, NÃO CUMPRIU; EM 1992, APOIOU ANTONIO VICENTE, QUATRO ANOS APÓS, EM 1996, TOINHO VICENTE O APOIA PARA PREFEITO, NUMA CAMPANHA QUE GASTOU MUITO PARA ELEGÊ-LO. O SEU PRIMEIRO ATO FOI COLOCAR UMA FAIXA PRETA NA FRENTE DA PREFEITURA, SE INTRIGOU DE TOINHO VICENTE ATÉ EU FAZER A RECONCILIAÇÃO DE AMBOS, AQUI NA MINHA RESIDÊNCIA, INCLUSIVE “CHORANDO LÁGRIMAS DE CROCODILO”. EM 1996, SE ELEGEU NOVAMENTE, AGORA COM MIRINHO NA VICE, PROMETENDO QUE ELE SERIA O SEU PRÓXIMO CANDIDATO, TRAIU MAIS UMA VEZ; EM 2000, APOIOU CARLOS TIMOTEO, MAIS UMA TRAIÇÃO E VEIO EM 2004 SER MEU VICE-PREFEITO. DEMONSTRANDO PARA TODOS QUE TINHA SE ARREPENDIDO PELOS 16 ANOS DE DIFAMAÇÃO, CALÚNIA E LEVIANDADE QUE FEZ CONTRA MINHA FAMÍLIA. MAS, NÃO HAVIA ARREPENDIMENTO, ERA SÓ PENSANDO NO PODER.

APROVEITO ESSE DESTEMPERO DE COMPADRE CARLOS PARA AVISAR ANTECIPADAMENTE QUE COMO ELE QUERIA FAZER NA MINHA CAMPANHA EM 2004, DEVE ESTÁ PROGRAMANDO ALGUMA BOMBA NA CASA DA SUA GENITORA, NA SUA CASA OU DE UM DOS CANDIDATOS A VEREADORES OU CORRELIGIONÁRIO SEU OU ALGUMA TRAMA ESCUSA COMO ELE FEZ COM MEU SAUDOSO PAI, SEVERINO FERREIRA. A EXEMPLO, DESSE JOVEM LUCAS GABRIEL, TELEGUIADO POR ELE, QUE JÁ SOLICITEI A MINHA ADVOGADA QUE ENTRASSE COM UMA AÇÃO PARA PROVAR A CALÚNIA COM TESTEMUNHAS E EXAME DE CORPO DE DELITO NO JOVEM. NA MINHA VIDA NUNCA APANHEI E NEM BATI EM NINGUÉM; UM EPISÓDIO QUE INFELIZMENTE ACONTECEU, EU FUI EMBOSCADO E DEUS FEZ COM QUE EU ESCAPASSE, EU APENAS REAGI, COMO FAREI ENQUANTO DEUS ME DER VIDA E FORÇA PARA REAGIR.

NESTE MOMENTO, FINALIZO, PEDINDO A NOSSO BOM DEUS QUE ILUMINE A MENTE DOS IRMÃOS PALMEIRINENSES, SE JUNTANDO A VERDADEIRA OPOSIÇÃO, A MUDANÇA QUE PALMEIRINA PRECISA E NOSSO POVO SONHA, QUE REPRESENTA NESTE MOMENTO A NAÇÃO 40, UM HOMEM HUMILDE, HONRADO, ÉTICO COM AS MÃOS LIMPAS QUE ESTÁ FAZENDO UMA CAMPANHA SEM RECURSOS, POIS NÃO TEM, MAS TEM A VERDADE E A VONTADE DE TRABALHAR PELOS IRMÃOS PALMEIRINENSES, CHAMA-SE MARCELO NEVES!


CONCLUINDO, SEI QUE VOCÊ NUNCA ME PERDOOU, POR EU NÃO TER LHE ACEITADO COMO MEU VICE EM 2008. MAS, CONTINUO MOSTRANDO A VERDADE COM ESTA FOTO DA SUA CONVENÇÃO, POIS QUEM COORDENA E REPRESENTA A SUA COLIGAÇÃO É O EX-SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO E ATUAL SECRETÁRIO DE GOVERNO AFASTADO, O SR. CELSO VIANA E OS DE CARGOS COMISSIONADOS, CONFORME FOTO ACIMA.

O QUE HÁ DE COMUM ENTRE A UNINASSAU E O ESTADO DE EXCEÇÃO?


Por Michel Zaidan Filho*

Muito por acaso, dei com o Professor João Maurício Adeodato, na sala dos docentes, de uma certa faculdade aqui em Recife . Surpreendi-me com a presença do ex-colega da Pós-graduação de Direito, da UFPE. Julgava-o em Vitória do Espírito Santo, onde fora organizar uma "Law School", uma  escola de práticas jurídicas. Diante da minha surpresa, o professor explicou que continuava trabalhando em Recife e que era assessor especial da Presidência da UNINASSAU. Imagino que como advogado brilhante e autor de obras sobre a filosofia do Direito, sendo - como é - reconhecido nos meios jurídicos nacionais, os préstimos de João Maurício devem ser valiosos para a Presidência do grupo "Ser Educacional", num momento em que se especula que a influência do grupo se estendeu até o Ministério da Educação, através da nomeação de outro assessor.

Mais surpreso ainda fiquei quando li o artigo, publicado na Folha de S.Paulo, do já citado professor,  sobre o processo (ilegal) de Impeachment da Presidente Dilma. E fiquei na dúvida. A defesa teórica do Impeachment teria algo a ver com a consultoria de ouro prestado pelo docente ao Grupo Uninassau ou seria uma contribuição desinteressada ao debate, à luz da filosofia do Direito e da Filosofia Política? - João Maurício mobiliza a favor de sua tese autores alemães como Nicos Luhmam e Karl Schmidt. Pretendia juntar "formalismo jurídico" e "decisionismo político". E fala da conhecida tese luhmaniana da "legitimação pelo processo". Diria ele, do ponto de vista procedimental (das regra s jurídicas ) nada haveria que objetar, pois tudo teria obedecido ao rito estabelecido na Constituição. Do ponto de vista da teoria política, é onde entra Karl Schmidt, com a doutrina do decisionismo político, que tanto ajudou o Estado de Exceção hitlerista. Portanto, o Impeachment não é golpe, é um procedimental legal.

Há muito tempo, venho discutindo com os colegas a diferença entre filósofos e sofistas, ou seja, entre os que acreditam na correção de sua doutrinas filosóficas sobre a Justiça, o Bem, a Verdade etc. e aqueles que "vendem" a sua cultura jurídica ou filosófica a pessoas e instituições, com o objetivo de justificarem os interesses dessas últimas, à base de argumentos filosóficos ou jurídicos. Quando um filósofo se coloca na condição de assessor especial de um grande grupo privado de ensino superior, fico imaginando quem ganha e quem perde com essa operação. A filosofia ou Direito dificilmente terão nada a ganhar com essa serventia. Mas o dono ou presidente do grupo de locação dos serviços educacionais, com certeza ganhará e muito. Não deve ser fácil conseguir os préstimos filosóficos e  jurídicos de um competente acadêmico para legitimar seus negócios "educacionais". Mas não é impossível e pouco lucrativo. A cátedra não enriquece ninguém, embora dê prestígio social. Mas a advocacia administrativa de uma grande empresa - além da publicística desinteressada - ainda que embalada no verniz da filosofia e do Direito, é muito rendosa. E assim caminha a triste história da educação brasileira....


PS.  Prestar atenção para as doutrinas nominalistas e relativistas do Direito, mais ainda reforçadas pela chamada "virada linguística" de inspiração  wittgensteiana, que esvaziou as pretensões de validade do discurso jurídico e o transformou em meros atos retóricos a serviço de imperativos de poder ou  simples interesses. As pregações de Karl Schmidt sobre o Estado de Exceção tornaram-se atualíssimas no Brasil de Hoje: Estado de Exceção disfarçado de democracia.

*Michel Zaidan, natural de Garanhuns, é professor da UFPE, escritor e cientista político.

ÁLVARO PORTO CONSTATA QUE O PACTO PELA VIDA MORREU

O deputado estadual Álvaro Porto (PSD) afirmou esta semana que a constatação da "morte" do Pacto Pela Vida pelo professor José Luiz Ratton, um dos idealizadores do programa, só reforça o que ele vem denunciando desde 2015 na Assembleia Legislativa.

Há cerca de 15 dias, em pronunciamento na tribuna da Casa, o deputado disse que, se em 2015 o Pacto entrou em falência, neste segundo semestre de 2016 estava claro que o programa foi morto e enterrado sem deixar herança. Ratton, que é Coordenador do Núcleo de Pesquisas em Criminalidade, Violência e Políticas Públicas de Segurança da UFPE, fez a declaração em entrevista à Rádio Jornal nesse fim de semana.

Naquele discurso, proferido no dia 13 deste mês, Porto pediu para que o governador Paulo Câmara (PSB), reagisse, saísse da inércia, mobilizasse a sociedade e recorresse ao Governo Federal para dar uma resposta ao povo de Pernambuco. Também atacou a declarações do prefeito do Recife e candidato à reeleição, Geraldo Julio (PSB), que vem minimizando a gravidade da situação em Pernambuco ao jogar, como sempre, a conta do fracasso do combate à violência no Estado na crise econômica

"Agora, para rebater a constatação lúcida de Ratton, Geraldo repete o mesmo argumento. Volta, como fez nas outras vezes em que tratou do tema, a desrespeitar os familiares que choram seus mortos e os policiais desamparados pelo Estado. Continua recorrendo a declarações eleitoreiras, estudadas pelo marketing da campanha, mas esconde o fraco desempenho Secretaria de Segurança Urbana criada por ele".

O discurso do dia 13 foi um dos cerca dos dez que Álvaro Porto fez entre 2015 e 2016 para denunciar o aumento de violência e cobrar soluções do Governo do Estado. "Depois daquele dia, quando apelei para que o governador levantasse da cadeira e agisse, os casos de violência seguiram crescendo. Nem as delegacias estão mais seguras. No último sábado, dois ladrões de carro fugiram da cela da delegacia de Boa Viagem. Isso é inadmissível. Os estupros permanecem na ordem do dia. Assaltos a carros-forte também".

Para ele, a fragilidade do Governo e sua incapacidade de garantir a segurança viraram mesmo a marca registrada desta gestão. "Já cansamos de cobrar uma postura de Paulo Câmara em relação a ineficiência do secretário de Defesa Social, Alessandro Carvalho. Agora, mesmo diante da opinião de um especialista como Ratton, o governador permanece sem tomar uma atitude", disse.


O deputado argumenta que o secretário já deu provas de não ter condições de atender às exigências do cargo. "O Governo vai confirmando a falta de pulso nesta área. As falhas e os desmandos da gestão são evidenciadas diariamente. Como explicar à população que um delegado tenha liberado um suspeito de ter praticado estupro no metrô?. Como manter um secretário que declarou, sem constrangimento algum, conversar com presos por celular, como fez o titular da pasta estadual de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico?", indaga. "Não dá para fazer de conta que tudo está dentro da normalidade", arremata.

terça-feira, 27 de setembro de 2016

RACISMO NA CAMPANHA DE SÃO BENTO DO UNA

Esta semana a baixaria tomou conta da campanha de São Bento do Una, onde a prefeita Débora Almeida (PSB) disputa a reeleição, tendo como adversário o advogado Washington Cadete (PTB).

Partidários da representante do Partido Socialista - segundo denuncia a oposição - partiram para práticas preconceituosas contra a vereadora Fátima Queiroz, candidata a vice-prefeita na chapa de Washington.

Nas redes sociais, fizeram uma montagem com Fátima ao lado de um macaco, como se quisessem apontar semelhanças entre a vereadora e o animal.  Uma atitude racista realmente lamentável.


Advogados da coligação da chapa oposicionista anunciaram que serão tomadas as providências necessárias contra o ato, considerado crime perante as leis brasileiras.

TANTA RESPONDE EUDSON CATÃO ATACANDO

O blog recebeu e-mail do ex-prefeito de Palmeirina, Carlos Bernardo (Tanta), pedindo direito de resposta ao texto divulgado nesta última terça-feira e assinado pelo também ex-prefeito Eudson Catão. 

Eis a mensagem de Tanta:

Caro Amigo, 

Eu sou candidato do POVO, nunca fui candidato de Políticos, e todos esses que foram Prefeitos, foram eleitos com meu apoio, e todos eles deixaram o Município em estado de calamidade, motivo esse que rompi com eles. 

Vejamos a ficha deles: Ex-Prefeito Antonio Vicente, deixou três meses de salários atrasados dos servidores, toda eleição muda de palanque conforme sua conveniência; Ex-Prefeito Carlos Timóteo, deixou três meses de salários atrasados e responde por ações de improbidade administrativa devido a sua má gestão; Ex-Prefeito Eudson Catão, deixou um mês dos salários atrasados dos servidores efetivos e vários meses dos contratados, onde fazia acordo e pagava apenas 10% do valor devido, não pagava piso salarial dos Professores, vários convênios Estaduais e Federais com irregularidades, deixou a prefeitura com o debito de mais de 12 milhões de reais, teve suas contas reprovadas pela Câmara de Vereadores o que o tornou inelegível, o mesmo não vota em Palmeirina e tem seu titulo suspenso, mostrando assim o verdadeiro cidadão que ele é.  

O Candidato Marcelo Neves, participou da fraude do concurso publico municipal, prejudicando mais de 1.500 candidatos de todo o Estado, que se encontra na justiça há anos aguardando as providencias devidas (Processo n° 0000124-41.2008.8.17.1040), o mesmo mostra que não é um bom pagador, pois responde a processo de busca e apreensão (Processo n° 0000111-95.2015.8.17.1040).  Esse pessoal é conhecido como atraso de nossa terra. É ESSE GRUPO QUE QUER A MUDANÇA DE PALMEIRINA?

Com relação ao atual prefeito Renato, não foi feito nenhum tipo de acordo, e nem aceito tais acordo, já estava rompido com o mesmo desde o segundo ano de mandato, isso é tão provável que na eleição para Deputado Estadual, tanto eu como Biro, já estávamos em palanque diferentes. A minha candidatura representa o anseio da população que clama por um gestão experiente, comprovada nas minhas duas gestão de Prefeito.

Em relação aos ataques aos servidores que apoiam minha candidatura, como mostrado na foto, o qual Eudson Catão deveriam respeitá-los, tendo em vista o processo de n° 0000051-69.2008.8.17.1040, em que ele é acusado pelo homicídio de Almir Balbino da Silva, que é família dos mesmos, com relação aos demais servidores e comissionados que me apoiam, estão na Luta por uma Palmeirina Melhor, sem interesses em cargos. 

O próprio Eudson é conhecido como o chefão da turma, e sempre fez política com as forças da opressão da mentira e da calunia, vejam na internet a ficha do homem que falo.  Nesta ultima segunda-feira dia 26.09.2016, o mesmo chutou um de nossos militantes o jovem Lucas, onde mostra o seu estilo de fazer política.


Concluindo, esses ex-prefeitos devem juntos ao funcionário publico 7 meses de salário, e Marcelo Neves participou da fraude do concurso. VOCÊ ACHA QUE ELES VÃO MUDAR PARA MELHOR ALGUMA COISA EM PALMEIRINA?

Eles não tem o que falar da minha pessoa, nem pessoal nem politicamente, e ficam agredindo  e difamando meus eleitores.

Atenciosamente, 

Carlos Tavares Bernardo – Candidato a Prefeito da Coligação Palmeirina Responsabilidade de Todos.    

ESTUPRO EM CAPOEIRAS É INVESTIGADO EM CÂMERA LENTA

Uma médica cubana foi estuprada num PSF de Capoeiras,  no início de agosto. A repercussão do episódio foi nacional e até sites de outros países deram a notícia. A prefeita Neide Reino (PSB) desde o início demonstrou preocupação com o caso e foi até o Palácio das Princesas conversar com o governador Paulo Câmara e pedir apoio para que o crime fosse desvendado e o criminoso punido.
O governante socialista prometeu empenho na solução do crime. Passaram-se dias e dias. Hoje o blogueiro Raimundo Lourenço revela em seu blog que através de uma rede social procurou saber de Paulo Câmara como estava o andamento das investigações.
A reposta do governador, segundo o blogueiro, foi que “a polícia continua atuando no caso para identificar os criminosos”. Ou seja, tudo segue em câmera lenta e neste passo o estuprador só vai ser conhecido quando o socialista for reeleito.

É muita morosidade (para não dizer incompetência) para um governo só.

RAQUEL LYRA CRESCE E PODE IR AO 2º TURNO

A deputada estadual Raquel Lyra (PSDB) cresceu cinco pontos na corrida eleitoral de Caruaru e está empatada tecnicamente com o Delegado Lessa (PR).
A disputa na capital do Agreste deve ir para o segundo turno. Tony Gel (PMDB) já está praticamente garantido, pois lidera pesquisa do Instituto Opinião, divulgada hoje no blog de Magno Martins, com 35,6% das intenções de voto.
Quem vai disputar com o peemedebista a segunda etapa da eleição pode ser Erik Lessa ou Raquel Lyra. Como a representante do PSDB está crescendo na reta final fica a expectativa da filha do ex-governador João Lyra se credenciar para o confronto final.
Mas esta definição possivelmente só vai acontecer no dia da eleição.

No Recife a disputa também tem tudo para ir a segundo turno. Geraldo Júlio, líder das pesquisas, deve enfrentar o petista João Paulo na fase final da corrida eleitoral.

NOGUEIRA ESTÁ 12 PONTOS NA FRENTE EM CALÇADO

Expedito Nogueira (PP), o Nogueirão, está muito perto de ser eleito o novo prefeito de Calçado. O empresário garanhuense, que participou ativamente do Governo de Zé Elias, nos últimos oito anos, está 12 pontos à frente de Expedito Orlando e a cinco dias da votação fica muito difícil para o adversário reverter a situação.
A vantagem de Nogueira foi revelada hoje no blog do jornalista Magno Martins e a pesquisa foi realizada pelo Instituto Opinião, de Campina Grande.
Leia as informações completas sobre a pesquisa em Calçado, no texto de Magno:
Se as eleições para prefeito de Calçados fossem hoje o candidato do PP,  Nogueira, o “Nogueirão”, seria eleito com 53,7% dos votos, 12 pontos a mais do que o candidato do PSD, Expedito Orlando, que aparece com 41,7%, segundo pesquisa do Instituto Opinião. Brancos e nulos seriam 0,9% e indecisos 3,7%. Na espontânea, Nogueira também leva vantagem. Aparece na frente com 51,7% ante 39,1% de Orlando.
Neste modelo, no qual o entrevistado é obrigado e lembrar o nome do seu candidato sem o auxílio do disco com todos os nomes, brancos e nulos somam 0,9% e 8,3% disseram que estão indecisos.  No quesito rejeição, Expedito aparece no topo. Entre os entrevistados, 44,6% disseram que não votariam nele de jeito nenhum, enquanto Nogueira vem em segundo lugar, com 36%.
Foram aplicados 350 questionários na Sede, Barracas, Boa Vista Exú, Jacaré, Marrecas, Mata do Roçadinho, Meio, Melancias, Miné, Mocós, Olho d'Água Velho, Pitombeiras, Riacho Dantas, Sangrador, Santa Rita, Umbuzeiro, Várzea do Gado e Volta do Rio. A pesquisa foi realizada nos dias 23 e 24 de setembro. A pesquisa está registrada sob o protocolo PE-03426/2016.
A modalidade de pesquisa adotada envolveu a técnica de Survey, que consiste na aplicação de questionários estruturados e padronizados a uma amostra representativa do universo de investigação. Foram realizadas entrevistas pessoais e domiciliares.
Estratificando a pesquisa, Nogueira se situa melhor entre os eleitores com grau de instrução superior (61,1%), entre os eleitores na faixa etária entre 35 e 44 anos (60,6%) e entre os eleitores com renda familiar acima de cinco salários (97%). Por sexo, 58,9% dos seus eleitores são homens e 48,6% são mulheres.
Expedito, por sua vez, apresenta seus melhores percentuais de intenção de voto entre os eleitores com grau de instrução da 6ª a 9ª séries (44,3%), entre os eleitores jovens, na faixa etária de 16 a 24 anos (46,5%) e entre os eleitores com renda familiar entre um e dois salários (43,5%). Por sexo, 44% dos seus eleitores são mulheres e 39,4% são homens.
Avaliação da gestão

O prefeito José Elias (PP) aparece muito bem aprovado pela população. Entre os entrevistados, 87,7% disseram que aprovam sua administração e apenas 10,6% afirmaram que desaprovam, enquanto 1,7% se recusaram a responder ou disseram que não sabiam responder. Em Calçado, o Governo Paulo Câmara tem 44,3% de aprovação e 32,9% de desaprovação, enquanto o Governo Michel Temer tem 55,7% de desaprovação e 17,4% de aprovação.