Governo do Estado

Governo do Estado
Governo do Estado

sexta-feira, 30 de setembro de 2016

DAS TRAIÇÕES E BAIXARIAS NA POLÍTICA

Por Adelson do Vale

Ainda hoje é comum se vê em ano de eleições as traições, brigas, ofensas, e até as baixarias na política. Tudo isso faz parte de um cenário de como se fazia as velhas políticas de antigamente, e que até hoje se repetem os mesmos hábitos.

Este ano as campanhas políticas avançaram num clima de muita tranquilidade por parte dos políticos no Agreste Meridional,  que fugindo dos práticas antigas optaram por fazer campanhas limpas, sem  atacar seus adversários. Enquanto isso, outros políticos preferiram fugir das regras e foram DAS TRAIÇÕES ÀS BAIXARIAS NA POLÍTICA, que infelizmente ainda é comum se vê essa prática entre eles nos dias de hoje.

Por outro lado os blogueiros da região não perderam o foco das atenções e registram na internet, fazendo lembrar dos tempos em que se fazia política na base do tiroteio de ofensas, difamações, e muitas baixarias, assim rendeu histórias intrigantes que foram publicadas por escritores de nossa região em seus livros.

Até o sociólogo político Fernando Henrique Cardoso publicou um livro com o título A MISÉRIA DA POLÍTICA, que deve contar de tudo que acontece nessa época de campanha eleitoral, brigas, ciúmes, inveja, ódio, mentiras e traições. Ele conhece bem por ter conhecido e até convivido com políticos em época que fazia campanha na base do vale tudo, para se ganhar uma eleição.


Este ano, no Agreste, os políticos que fizeram suas campanhas limpas, sem agressões, levaram o povo às ruas arrastando multidões, fizeram até comícios, mantendo as velhas tradições de fazer política sobre um palanque ainda que seja improvisado, sem baixar o nível, todos eles estão de parabéns, são dignos de merecer receber o prêmio Nobel da Paz.

*Imagem: Google.

Nenhum comentário:

Postar um comentário