terça-feira, 25 de novembro de 2014

ESTUDO INDICA QUE INFIDELIDADE É HEREDITÁRIA

O desejo de trair pode ser hereditário, segundo indica um estudo de pesquisadores da Universidade de Queensland, na Austrália.
Os pesquisadores concluíram que variações genéticas podem fazer com que tanto homens quanto mulheres tenham maior propensão a cometer adultério.
O estudo, publicado na revista científica Evolution & Human Behaviour, analisou o comportamento de mais de 7 mil pares de gêmeos na Finlândia, com idades de 18 a 49 anos, todos em relacionamentos estáveis.
Os pesquisadores compararam as diferenças de comportamento entre casais de gêmeos: os idênticos, que compartilham todos os genes, e os fraternos, que apresentam diferenças.
Cerca de 10% dos homens e 6,4% das mulheres tinham pulado a cerca no ano anterior.
Os resultados sugerem que 63% do comportamento infiel nos homens e 40% nas mulheres podem ser atribuídos à herança genética.
No caso das mulheres, os cientistas detectaram que variações em um gene chamado AVPRIA estava associado ao comportamento infiel.
Este gene é associado à produção da arginina vasopressina, um hormônio envolvido na regulação do comportamento social e que mostrou ter influência em testes com roedores.
"Nossa pesquisa mostra que a genética influencia a possibilidade de pessoas fazerem sexo com parceiros fora de seu relacionamento", explica Brendan Zietsch, coordenador do estudo.

Origens da infidelidade

A infidelidade é um assunto que provoca mistério na comunidade científica, que tradicionalmente busca explicações na biologia evolucionária. Para homens, a poligamia seria explicada pela necessidade da preservação da espécie: mais sexo resultaria em mais filhos.
No caso das mulheres, porém, há divergências. Trair costuma ser visto como um tipo de "efeito colateral" provocado pelo comportamento masculino; ou então como resultado de uma ação mais instintiva: em tempos mais primitivos, ter filhos com vários parceiros reduziria a possibilidade de infanticídio.
Este debate fez com que os pesquisadores de Queensland examinassem também o comportamento de gêmeos de sexo diferentes. Pelo menos na amostra estudada, eles não identificaram nenhuma correlação significativa de promiscuidade de influência social. (Fonte: BBC Brasil).

VÂNDALOS ROUBAM URSOS DO NATAL DE GARANHUNS

Os garanhuenses estão orgulhosos da decoração de Natal este ano.  Isso fica evidente no boca a boca, nas postagens feitas nas redes sociais e no apoio das rádios,  blogs e jornais. Mas infelizmente sempre existem os vândalos, os “espíritos de porco”, os interessados em destruir e não em construir.

Assim, da mesma maneira que alguns mal feitores roubaram flores quando as praças da cidade começaram a ser recuperadas, agora surgem pessoas dispostas a roubar os ursinhos que estão dando um charme especial à decoração natalina.

Existe segurança na Praça Tavares Correia, na Souto Filho e em outros locais, mas a quantidade de homens trabalhando não é suficiente para evitar a ação dos larápios.

Vamos defender Garanhuns! 

Cada um de nós pode ser um fiscal do Natal dos Sonhos e evitar que roubem peças da decoração feita com tanto carinho. Vamos dizer não aos que não se importam com a cidade, não vamos permitir a ação desses vândalos.


Todos em defesa do Natal de Garanhuns e do charme com que revestiram as nossas praças!

A FÚRIA CONTRA O MINISTRO PERNAMBUCANO

Quando o pernambucano Gustavo Krause foi nomeado Ministro da Fazenda, no Governo Itamar Franco, foi completamente achincalhado pelos grandes jornais de São Paulo e do Rio de Janeiro. Paulo Francis, que então escrevia uma coluna distribuída nos principais veículos impressos do País e fazia comentários na TV Globo, bateu pesado no ex-governador, colocando em dúvida sua capacidade de comandar uma pasta tão importante.

Foi tamanho o menosprezo de Francis com Gustavo, Pernambuco e os nordestinos, que o Jornal do Commercio do Recife se sentiu ofendido e no dia seguinte ao artigo anunciou aos leitores que não publicaria mais a coluna do conhecido jornalista.

É importante relembrar esse fato para que o leitor veja como o preconceito vem de longe e atinge até pessoas testadas e aprovadas na vida pública. Krause foi prefeito do Recife, vice-governador, governador, deputado federal, é advogado e consultor de empresas. Mas foi considerado uma espécie de “peão bronco” pelos sudestinos só por ser de Pernambuco e do Nordeste.

Felizmente depois disso as coisas mudaram, pelo menos em relação a indicação de pernambucanos para o Ministério. Nos últimos governos passaram pelo primeiro escalão do Governo Federal, em Brasília, personagens como Marco Maciel, Marcos Freire, Fernando Lyra, Ricardo Fiúza, Raul Jungmann, Humberto Costa, Eduardo Campos, Joaquim Francisco, José Jorge e José Múcio Monteiro.

Agora será a vez do senador Armando Monteiro.

Felizmente que nenhum desses nomes despertou a fúria da imprensa do centro sul, como aconteceu com Gustavo, pai da vereadora do Recife e deputada estadual eleita Priscila Krause.

(A foto de Gustavo Krause foi reproduzida do Site Leia Já).

SILVIO PEDE CAIXA ELETRÔNICO NO EXPRESSO CIDADÃO

Com o objetivo de disponibilizar mais um serviço à população de Garanhuns, o vereador Silvio Sabino (PSC) solicitou através do requerimento Nº 443/2014, ao Governo do Estado, por meio da Secretaria de Administração de Pernambuco, a instalação de caixas eletrônicos ou de um correspondente bancário nas dependências do Expresso Cidadão em Garanhuns.

O Expresso Cidadão é um espaço físico que oferece vários serviços em um só lugar e tem como objetivo facilitar aos cidadãos tirardocumentos de Identidade (RG), Cadastro de Pessoa Física (CPF - 1ª via), Carteira Profissional (CTPS), Carteira de Habilitação (CNH), Seguro Desemprego e também resolver pendências junto aos órgãos públicos de âmbito federal, estadual, municipal e empresas privadas que prestam serviços de natureza pública.

Segundo Silvio Sabino, é grande o número de pessoas que utilizam os serviços oferecidos pelo Expresso Cidadão, e com a implantação de um correspondente bancário ou caixas eletrônicos, agilizará ainda mais o dia a dia dessas pessoas

LAJEDO PROMOVE DESFILE DE MODA



A empresa lajedense de jeans e confecções Fazuk promoveu, no último final de semana, o Desfile da Coleção Verão 2015 com o intuito de apresentar o concurso Garota e Garoto Fazuk 2015. Sendo o concurso o resultado do Reality Show Nordeste realizado em outubro, jovens modelos dos estados de Pernambuco, Alagoas e Bahia puderam se apresentar participando dos dois momentos no Ágape Recepções.

No primeiro momento, participaram de um confinamento na casa do Ágape Recepções onde puderam ser avaliados quanto à postura, passarela, fotogenia e principalmente convivência. E o segundo momento, a Fazuk pôde apresentar aos convidados e sociedade lajedense a sua Coleção Verão 2015. Formando o corpo de jurados, jurados avaliaram o desfile adotando os critérios gerais de moda para dar as notas e escolher o vencedor do Reality que seria a partir de então o garoto e a garota para realizar todos os trabalhos artísticos da marca. Entre os jurados estava a top model de carreira nacional Arícia Lima, alagoana e descoberta pelo scouter Ari Barroso e contratada pela agência Modelos do Brasil.

Ari foi o responsável por todo o treinamento dos 3 garotos e 18 garotas que se inscreveram e vieram participar do treinamento no Reality organizado pela Fazuk, a Talentos do Brasil, Modelos do Brasil e Equipe Gold.  De todos eles, 15 foram selecionados para o desfile em trajes comuns, banho e com a coleção de verão 2015. Ao final, foram escolhidos Alicia Pitanga de Maceió e Adielson Miguel de Ferreiros, Mata Setentrional pernambucana.

Aproveitando todo o espaço do local escolhido, o evento foi dividido em dois momentos com DJ, e com uma área para o desfile também na piscina com música ao vivo ao som de Brian Rossi, através de apoio da Secretaria de Cultura de Lajedo.

Contando com a presença de olheiros e comerciantes, Ari Barroso apostou na otimização do evento para que novos talentos fossem descobertos, como o de Karol Santos, agenciada por ele e hoje trabalhando na terceira maior agência mundial, a NEXT.  Ela é uma new face, como muitas que estão sendo descobertas, cujas carreiras são impulsionadas por Zeca Abreu presidente da Way Model Management, uma das maiores agência no Brasil.

O Desfile é um sonho realizado dos presidentes da Fazuk, Aurelina Macário e Ronaldo, tornando possível aproximar o mundo da moda com seriedade para essas jovens belezas nordestinas.

Texto e Fotos: Ascom Lajedo

CURSO DE ARRANJOS NATALINOS MOVIMENTA IATI


Através de cursos profissionalizantes ministrados pelo CRAS, a Prefeitura de Iati, por intermédio da Secretaria de Assistência Social, segue oportunizando a geração de renda a dezenas de famílias daquele Município.

As oportunidades viabilizadas neste mês são voltadas aos cursos de Arranjos Natalinos e Decoupage (que é a arte de decorar colando figuras de papel imitando uma pintura feita a mão). Trinta cidadãs do Município vêm sendo qualificadas com a Ação. 

Ao longo deste ano foram oferecidos, gratuitamente, cursos de Arranjos Florais, Chocolates Caseiros, Bordados com Fitas e Cartonagem, entre outros. “Mesmo com todas as dificuldades financeiras que o Município convive, estamos oportunizando que as cidadãs possam aprender uma arte, comercializar a sua produção e gerar uma renda extra no orçamento familiar”, registra o Prefeito Padre Jorge. "Cerca de 200 cidadãs já foram qualificadas pelo CRAS neste ano. Muitas dessas participantes já estão ganhando dinheiro com a produção de peças de extrema qualidade", complementa o secretário de Assistência Social, Adriano Elias, o popular Dinho.

UPE PROMOVE SEMINÁRIO SOBRE O GOLPE MILITAR

Desde o dia 20 de novembro a Universidade de Pernambuco (UPE) integra a programação da VI Jornada dos Direitos Humanos do Estado. Ao todo serão 298 ações, em 81 municípios pernambucanos, até o dia 10 de dezembro.

Em parceria com Núcleo de Identidades e Diversidade Sociais – NDIS, a Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, através da Secretaria Executiva de Justiça e Direitos Humanos – SEJUDH, e Centro de Apoio a Vítimas de Violência – CEAV, está promovendo o Cine Debate: “O dia que durou 21 anos” para discentes, docentes e público em geral. 

Em Garanhuns ocorrerá também programação especial, com o Seminário “50 Anos do Golpe: Em que avançamos?” onde temas como as políticas de reparação, lei da anistia e Clínica do Testemunho serão debatidos pelos convidados Maria Lana Monteiro (mestre em História docente da UPE/NDIS), Marcelo Santa Cruz (o advogado e integrante social do NDIS e do Comitê Memória Justiça e Verdade de Pernambuco) e Tádzia Negromonte (coordenadora do CEAV e mestra em Psicologia). 

A organização informa que haverá certificação ao final das atividades e que o número de participantes ficará limitado ao número de acentos das salas e auditório.

Confira abaixo programação. 
Maiores informações: (81) 3183-3152 | www.sedsdh.pe.gov.br

Programação na UPE:

20/11: Cine debate às 18h na UPE/Petrolina
25/11: Seminário “50 Anos do Golpe: Em que avançamos?” às 14h e Cine debate às 18h na UPE/Garanhuns
04/12: Cine debate às 18h na UPE/Palmares

Programação Geral:

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

PSDB TAMBÉM VAI EXPULSAR INFIÉIS

O PSDB pernambucano está avaliando a situação dos integrantes que não seguiram a orientação do partido e apoiaram a candidatura da presidente reeleita Dilma Rouseff. Assim como já fizeram o PT e o PPS, o PSDB também deverá expulsar os membros que não seguiram as diretrizes da legenda nas últimas eleições.

A identificação dos tucanos suspeitos de infidelidade partidária ficará sob responsabilidade do deputado federal eleito Betinho Gomes. Com a expulsão de parte dos quadros atuais, o PSDB pretende identificar jovens com potencial de liderança em diversos municípios do Estado.
A classe médica, que apoiou fortemente a candidatura presidencial do senador mineiro Aécio Neves (PSDB) é um dos focos para fortalecer a legenda tucana em Pernambuco.
Dentro desta ótica de renovação partidária, o PSDB pernambucano vai participar da campanha nacional, que deve acontecer em 2015, para ampliar o número de filiados. (Fonte: Pernambuco 247)

DECORAÇÃO DE NATAL SERÁ INAUGURADA 5ª FEIRA

Parte de equipe que administra o 
projeto da decoração natalina de Garanhuns

A decoração do Natal Luz 2014 “Sonhos de Criança” segue sendo instalada em Garanhuns. Na manhã de hoje (24), o Palácio Celso Galvão começou a ser decorado com os artigos alusivos à data. Até a próxima quinta-feira (27), dia da abertura oficial do evento, as avenidas Santo Antônio, Rui Barbosa, Duque de Caxias, rua Dom José, Polo Heliópolis, Espaço Colunata e o pórtico de entrada da cidade também receberão as peças. O Relógio das Flores e a Praça Souto Filho foram os primeiros pontos a entrarem em clima natalino com a bela decoração. Nas redes sociais, os comentários de pessoas de outros municípios do Estado estão repercutindo positivamente. 

Mais de 20 artesãos garanhuenses produziram as peças, que estão agradando a população. Nos materiais estão incluídos artigos tradicionais da época, bem como, ursos de pelúcia, arvores e laços. A administradora Michelle Régis, foi a responsável por idealizar o projeto de decoração. Ela conta como foi realizado todo o processo, desde a ideia inicial até a concepção física. “Desde janeiro comecei a estudar o tema. Tirei a ideia dessa temática através das viagens que fiz e por meio de pesquisas. Tive todo o cuidado de escolher peças que tinham um significado natalino e, a partir disso, pude chamar todo o pessoal da Casa do Artesão de Garanhuns para começarmos a confeccionar as peças. Vale ressaltar que boa parte delas foram recicladas do Natal passado”, conta.

A estrutura de iluminação é composta por oito mil metros de mangueiras de LED, 20 mil metros de cordões em LED, além de tubos de cilindro snowfall (neve artificial). Michele também registra que nada recebeu para fazer esse trabalho. “Faço tudo isso porque gosto, adoro participar de todo esse processo do início ao fim e, assim como o meu pai, quero ver essa cidade cada vai mais bonita. Esse é o nosso maior desejo”, registra, evidenciando, também, a participação de sua mãe, Socorro Régis. O Natal Luz é uma realização da Prefeitura de Garanhuns, por meio das Secretarias de Turismo, Cultura e Assistência Social.

A abertura oficial do Natal Luz 2014 “Sonhos de Criança” será na próxima quinta-feira (27), no Palácio Celso Galvão - sede do Poder Executivo Municipal, a partir das 20h. A abertura contará com as apresentações do grupo Bailart Cia de Dança: “Um maravilhoso mundo de sonhos” e Orquestra Manoel Rabelo. A programação do Natal Luz teve início na semana passada nos bairros e na Igreja Santo Antônio. Toda a programação pode ser conferida no portal da Prefeitura de Garanhuns, pelo endereço: www.garanhuns.pe.gov.br.

Texto: Samara Pontes

OUTRA VISÃO DE GARANHUNS

Garanhuns durante o Festival do Jazz

Em artigo publicado hoje, neste blog, o engenheiro Paulo Camelo fala das perdas de Garanhuns nas últimas décadas e volta a criticar o que chama de “Legião Estrangeira”. O representante do PSOL tem razão em algumas coisas e certamente é bem intencionado. Ninguém tem dúvidas de que ele ama a cidade e deseja o melhor para ela.

Mas é preciso considerar que se Garanhuns perdeu cinemas, lojas, clubes sociais e esportivos e áreas territoriais, com a emancipação dos distritos, também teve ganhos significativos nos últimos anos.

Os mais velhos sabem que o município até o começo dos anos 80 não tinha nem mesmo um sistema de transporte urbano. O que circulava entre os bairros eram “latas velhas” que dava até vergonha de subir numa coisa daquelas.

Durante anos só tivemos a Faculdade de Formação de Professores e hoje os cursos de nível superior se espalham pela cidade: Direito, Medicina, Psicologia, Engenharia, Agronomia, Veterinária, Zootecnia e muito mais.

O fechamento de cinemas, o declínio das festas tradicionais a decadência da cultura cafeeira ou de outros produtos não foram fenômenos exclusivos de Garanhuns. Veja que mesmo no Recife fecharam praticamente todas as salas de exibição do centro e o carnaval hoje não tem a pujança do passado em nenhuma cidade do interior.

Ora meu caro Paulo Camelo: não faz muito tempo Garanhuns só tinha praticamente Ferreira Costa e o Pérola dominando o comércio e as duas casas comerciais praticavam o preço que queriam. Um aparelho de TV ou qualquer outro eletrodoméstico por aqui custava um absurdo.

Depois que vieram essas outras lojas: Insinuante, Eletro Shopping, Laser, Maia (Luíza), Casas Bahia é que a situação melhorou muito. Hoje, devido a concorrência, o preço em Ferreira Costa melhorou bastante e a tradicional loja vende muita coisa (fogões, geladeiras, etc) por preços mais amigáveis do que das concorrentes.

Garanhuns não tinha vida noturna. Depois das oito horas da noite a Avenida Santo Antônio e a Rui Barbosa ficavam completamente desertas. Hoje a realidade é outra, temos boas lanchonetes e restaurantes, alguns deles oferendo música ao vivo o que é ótimo para quem curte.

Sinceramente, Garanhuns era uma província nos anos 60, 70 e 80. Começou a melhorar depois da década de 90 e o Festival de Inverno, criado na época de Ivo Amaral contribuiu muito com o desenvolvimento cultural, social e econômico do município e região.

Surgiram hotéis, cresceu o polo gastronômico e a mentalidade dos moradores locais se abriu. Garanhuns, claro, não é uma metrópole. Não se pode comparar a Recife, Natal, Salvador, Rio ou São Paulo. Mas ganha dia a dia ares de cidade. Os colégios tradicionais, como Diocesano, Quinze, Estadual, Monsenhor Adelmar e Santa Sofia continuam tão bons quanto no passado; o setor médico ampliou muito nos últimos 20 anos e o comércio de nenhuma maneira é menor do que no passado.

Em relação à parte médica podemos registrar ainda o seguinte: houve um tempo em Garanhuns em que praticamente só tínhamos Dr. Couto e Dr. Jurandir (este pediatra). Dentista tinha que se correr para Jonas. Hoje temos quantos profissionais em todas as áreas? Falta muita coisa ainda? Falta. Mas temos avançado.

E precisa acabar com essa história de esperar tudo do poder público. Um bom gestor é importante sim, mas quem faz Garanhuns andar é um povo inteiro. As classes produtoras, a imprensa, os intelectuais, os professores, os engenheiros, os advogados, os médicos, os operários, as donas de casa, os estudantes, os carpinteiros, os pedreiros.

Garanhuns tem complexo de Peter Pan? Nem sempre, muitas vezes a população local tem mania de grandeza. Quantas vezes ouvimos reclamações de pessoas de outras cidades com relação aos moradores locais, que seriam “metidos a besta”.

Esse Plano Diretor que proíbe a construção de prédios de mais de três andares é um equívoco. A cidade precisa crescer também verticalmente, como já aconteceu com Caruaru. Cabe ao prefeito e principalmente aos vereadores mudar essa lei e deixar Garanhuns livre para crescer, em todos os sentidos.

Garanhuns não pode ser Peter Pan, o personagem do conto de fadas que tinha medo de crescer. Garanhuns pode se imaginar como o gigante bíblico Golias e alçar voos cada vez maiores, sem perder o rumo, a humildade, para não ser atropelado pelo pequeno David.

Num mundo globalizado como o que estamos vivendo não faz sentido falar em “Legião Estrangeira”, quando todos somos um só povo: somos pernambucanos e brasileiros.

Luiz Carlos veio do pequeno município de Calçado, Ivo Amaral nasceu num povoado de Lajedo, Bartolomeu veio do Sertão pernambucano, Silvino veio do vizinho Estado da Paraíba. Estão há 40/50 anos entre nós, são hoje tão garanhuenses quanto quem nasceu na maternidade do Dom Moura ou do antigo Hospital Santa Terezinha.

No meu caso pessoal nasci em Capoeiras, vivi durante quase 20 anos no Recife, mas tenho no total da minha vida perto de 30 anos de Garanhuns. Meu trabalho em jornais, rádios e na internet é todo ele direcionado pra essa cidade que amo como quem ama uma mulher.

Sinto-me de Garanhuns e não preciso de título da Câmara de Vereadores para isso. O que importa é a vivência por entre as ladeiras, os colégios que frequentei e onde depois eduquei meus filhos. Conheço o centro, as cohabs, o frio do Magano, as particularidades da Brahma, do Indiano, da Várzea, Boa Vista, Aloísio Pinto e Manoel Chéu.

Democraticamente discordo do socialista Paulo Camelo. Sou mais otimista, vejo Garanhuns com esperança e acho que a cidade tem tudo para se consolidar cada vez mais como uma das mais importantes de Pernambuco e do Nordeste. Sem falar na beleza, que é singular.

GERSINHO PEDE PSF NO RESIDENCIAL MANOEL CAMELO

O Vereador Gersinho Filho (Do Partido da Solidariedade) solicitou ao prefeito Izaías Régis (PTB), a construção de um Posto de Saúde da Família (PSF) no Conjunto Habitacional Manoel Camelo, no bairro Francisco Figueira (Cohab II), em Garanhuns.

Segundo Gersinho Filho, os moradores do conjunto residencial sofrem diversos problemas por conta da distância dos apartamentos do Manoel Camelo. “É grande a dificuldade no deslocamento para as unidades de saúde e na maioria das vezes, não conseguem êxito para marcação de consulta e outros serviços”, esclarece o vereador.

Ele acredita que a construção de um PSF na área específica irá diminuir o fluxo de pacientes para outras unidades, melhorando o atendimento nos demais postos de saúde e viabilizando uma melhor qualidade de vida à comunidade local.

ESTADOS UNIDOS GASTAM MAIS COM PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA DO QUE O BRASIL

Que o Bolsa Família é um programa do Governo Federal que transfere renda para pessoas em condições de pobreza e abaixo da linha de pobreza. Muitos sabem.
Que este mesmo programa é alvo de diversos ataques e críticas por parte da mídia conservadora, de políticos retrógrados e da elite brasileira, muitos outros também sabem.
Mas, que os Estados Unidos – pátria amada das classes acima mencionadas – têm um programa similar ao Bolsa Família, e investe muito mais do que o Governo Brasileiro, poucos sabem. E os que sabem, preferem omitir.
Mais ainda, que este programa do Governo americano, nos últimos dez anos, ampliou seus investimentos de 20 para mais de 78 bilhões de dólares, é mais desconhecido ainda.
Este é o Supplemental Nutrition Assistance Program – SNAP (Programa de Assistência de Suplemental Nutrição- em português), programa que, somente em março passado, bateu recorde de famílias inscritas, com 23.116.441 cadastrados, ou seja, 7,30% da população americana.
Esse dado foi informado pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA, sigla em inglês). Lá, o benefício mensal para cada família é 274,30 dólares, valor equivalente a R$ 616,02. São beneficiadas, além de famílias pobres com crianças, idosos e pessoas com deficiência.
Fazendo uma pequena comparação, no Brasil há em torno de 13 milhões de brasileiros inscritos no Bolsa Família (cerca de 6,96% de habitantes). O valor repassado a elas pode variar desde R$ 32,00, e chegar ao valor máximo é de R$ 306,00 – ou seja, R$ 310,00 a menos que o investido nos Estados Unidos.
Outro aspecto em comum entre esses dois programas são as críticas que sofrem. Nos Estados Unidos, por exemplo, os ataques giram em torno de que o Governo está subsidiando a preguiça, ou dando aos pobres uma alternativa de viverem em férias permanentes.
Esses ataques estão fazendo com que o Senado reavalie o valor repassado ao SNAP. Isso porque, desde 2008, cerca de 46 milhões de pessoas já foram beneficiadas pelo programa. Além disso, desde 2002, quando o presidente Barack Obama assumiu o país, os gastos da SNAP passaram de 20.600 bilhões dólares para 78.400 bi.
Já no Brasil, desde que implantado em 2003, pelo presidente Lula, e em curso com a presidente Dilma, o Bolsa Família foi atacado como um programa que estimularia a ociosidade, fazendo o povo se manter às custas do Governo; que a taxa de natalidade aumentaria – já que já o programa atende famílias com filhos entre 0 e 17 anos.
Porém o que se viu são contrapontos rumo ao desenvolvimento e reconhecimento internacional do Brasil em combate à fome e erradicação da pobreza, conforme apontou um relatório da ONU, em maio passado. Segundo o relatório, o “Bolsa Família é exemplo mundial de erradicação de pobreza”. O reconhecimento não é em vão, já que nos últimos dois anos, mais de 22 milhões de brasileiros deixaram a linha de extrema pobreza.
Em contrapartida, nos Estados Unidos, a grande crise econômica fez com que houvesse um retrocesso, com a alta taxa de desemprego (que hoje está em torno de 7,5% – ou seja, 11 milhões de pessoas desocupadas), de 2010 para 2011, a quantidade de pessoas na zona de pobreza saltou de 43,6 para 46,2 milhões de pessoas, o que possibilita dizer que, a cada sete americanos, um era pobre.
No Bolso Família, o Governo investe apenas 0,8% do seu PIB. Com esse investimento, atende as famílias brasileiras que estão em pobreza (aquelas que renda – por pessoa – entre R$70 e R$ 140,00) ou abaixo da linha da extrema pobreza – aqueles que têm renda familiar per capita inferior a R$ 70 mensais. Há ainda exigências que, para receber o benefício, os pais devem manter seus filhos devidamente matriculados na escola, e frequentar as aulas, e no caso de gestantes, devem realizar o exame pré-natal.
Como se observa, do mesmo modo como o Brasil tem o Bolsa Família, os Estados Unidos também têm seu programa social de combate à pobreza. O que difere as duas nações, são os modos como a mídia do Brasil ataca o assistencialismo brasileiro, sem ter a mesma voracidade de atacar, ou ao menos notificar que os yankes usam um programa com tantas similaridades ao nosso. O diferencial é que, como apontado pela ONU, o Bolsa Família é exemplo mundial para erradicação da fome e pobreza. (Fonte: http://ujs.org.br/).

GARANHUNS E O COMPLEXO DE PETER PAN

Artigo de Paulo Camelo:

Garanhuns, entre as décadas de 1940 a 1960, era uma das cidades que mais crescia no Nordeste brasileiro. Após a erradicação da lavoura do café, a cidade começou a declinar até hoje. Perdeu  várias indústrias, lojas, cinemas, clubes sociais e esportivos, extensão territorial para os Distritos emancipados, o clima de montanha devido ao desmatamento, a produção de flores e agrícola, além do transporte de carga e passageiros, via férrea, dentre outras perdas.    

Algumas fontes de água mineral, a exemplo do Pau Amarelo, foram contaminadas devido aos aterros sanitários e a falta de zelo do poder público. Atualmente está em curso o aterro indevido na Liberdade, sob a omissão dos membros dos Poderes Legislativo e Executivo, e dos órgãos fiscalizadores de preservação ambiental. Some-se a tudo isso a falta de representação política na Assembléia Legislativa de Pernambuco e na Câmara Federal, bem como a proibição contida no Plano Diretor de não permitir a construção de edificações com mais de três andares. Vale ressaltar que o Plano Diretor, aprovado em 23.12.2008, foi elaborado pela Legião Estrangeira.

A duplicação da BR 423 não sai do papel e além do mais os diretores do DNIT não ouvem as reivindicações da comunidade quanto ao traçado da duplicação da Rodovia, a qual carece de mais uma alça nas imediações da  interseção  com a área urbana no bairro do Magano, evitando a ocorrência de acidentes. Lembrando que quando a Rodovia foi construída cortou ao meio a Serra do Magano (Colina do Magano).

Mas, não é só a Colina  do Magano que foi cortada, uma vez que a Colina  Antas, por trás da Fábrica de Bebidas de Geová, foi também cortada na cumeeira no governo do ex-prefeito Silvino Duarte, ex-líder da Legião Estrangeira (são políticos de outras cidades ou políticos de Garanhuns que se associam aos interesses alheios). Assim, Garanhuns reduziu de 7 para 6 colinas e meia.

O intercâmbio cultural e de serviços entre pessoas residentes em diversos lugares do Brasil, é muito bom para o desenvolvimento das cidades. Mas, quando passa pelo viés político, a coisa muda de sentido. Pois, em Garanhuns, diferentemente de Caruaru e Petrolina, a população  carrega consigo o Complexo de Peter Pan, permitindo que políticos de outras cidades sejam bem votados em nossa cidade. Ou seja, é como se a população  estivesse com preguiça de apresentar as suas reivindicações aos políticos que aqui residem, preferindo não ter representação política para a cidade NÃO CRESCER, permanecendo  na idade de “adolescente”.

Por outro lado, a falta de lazer, o arrefecimento  das festas juninas e de carnaval, contribuíram com êxodo da população nesses períodos. 

O governo Izaías, e a oposição conservadora do vereador Sivaldo Albino, apesar de se engalfinharem na disputa eleitoral, defendem as mesmas políticas: a política dominadora da  Legião Estrangeira. Afinal, o prefeito Izaías, apresentou o seu afilhado e candidato a Deputado Federal, Jorge Corte Real (Recifense), e o vereador Sivaldo, apresentou o seu neófito correligionário, o candidato a Deputado Federal, Fernando Monteiro (também Recifense).
     
A Legião Estrangeira, a qual governa o município a quase meio século, deixou de apresentar  projetos de porte nos 8 anos do governo do ex-presidente Lula.
     
A situação é tão crítica que a maioria dos ex-prefeitos da Legião Estrangeira, mesmo sendo representantes da burguesia, não têm, de há muito tempo, o mínimo acesso ao governo do Estado de Pernambuco, seja na época do ex-governador Jarbas Vasconcelos, seja no governo do ex-governador Eduardo Campos, seja agora com o  governador João Lyra Neto e em 2015, certamente o prefeito Izaías Régis, não terá acesso ao governador eleito Paulo Câmara.
        
Precisamos mudar e melhorar  a auto-estima do nosso povo. Mas, é preciso vencer  o Complexo de Peter Pan, ora visível no Plano Diretor  e  na ausência de representação política nos parlamentos estadual e federal.  

domingo, 23 de novembro de 2014

DECORAÇÃO DE NATAL ENCANTA GARANHUENSES



Mesmo antes de ser inaugurada a decoração de Natal de Garanhuns de 2014, é expressivo o número de pessoas da cidade ou visitantes que estão indo aos principais pontos ornamentados, principalmente à Praça do Relógio de Flores. Tudo está ficando mesmo uma beleza e muitos opinam que "este será o ano mais bonito". A praça da fonte luminosa também já recebeu enfeites natalinos de encher os olhos e a própria primeira dama do município, Socorro Régis, ajudou na decoração. Na próxima quinta-feira, quando tudo estiver pronto, o prefeito fará a inauguração.

Agora no final da tarde a Praça Tavares Correia, onde fica o relógio de flores, estava completamente tomada pelo público e os presentes e passantes demonstrando total encantamento com o visual.

GAROTO DO CEARÁ DÁ SHOW NAS PROVAS DO ENEN

Um verdadeiro "banho" no preconceito contra os nordestinos foi dado pelo garoto João Vítor, de 16 anos, que acertou a maioria das questões do Enen. Inteligente, apaixonado pelos livros, o menino deixou muitos paulistas, cariocas, mineiros e gaúchos pra trás. O rapaz é um exemplo nesta região que já trouxe ao mundo figuras como Ariano Suassuna, Jorge Amado, José Lins do Rego, Dorival Caymmi, João Gilberto, Elba Ramalho, Caetano Veloso, Alceu Valença, Manoel Bandeira, João Ubaldo Ribeiro, Luiz Gonzaga, Dominguinhos, Gilberto Freyre, Fagner, Belchior, Ednardo, Lenine, Flávio José e tantos ícones da cultura brasileira.

Confira as informações sobre o "campeão do Enen", publicadas no Blog Conversa Afiada

João Vitor dos Santos, 16, acertou 172 questões das 180 do Enem. O estudante do 2º ano de uma escola pública quer cursar Ciências Biológicas

Ver João Vitor falar sobre a recente conquista é assistir à luta entre a timidez do garoto mais acostumado aos livros do que a grandes conversas e o orgulho de quem está vendo o esforço recompensado. O número da vitória é de impressionar: João Vitor acertou 172 questões das 180 que compõem o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O equivalente a 95,5% de acertos. Mas João Vitor Claudiano dos Santos, 16, aluno do 2º ano da Escola de Ensino Médio Governador Adauto Bezerra, ainda não consegue mensurar o significado do feito.

O menino agora espera o resultado oficial, que deve sair em janeiro de 2015, mas, em um comparativo, João Vitor ultrapassou os 164 acertos da estudante mineira Mariana Drummond, que conquistou o primeiro lugar no Enem 2013. A nota final ainda depende do desempenho na Redação, que João acredita ter sido a mais difícil das avaliações.

“Sempre ouvi falar da dificuldade que é o Enem e tinha medo. Mas quando vi, sinceramente, achei muito fácil. Quando corrigi pelo gabarito, não fiquei assustado, apenas lamentei pelas oito (questões erradas)”, diz com a simplicidade de quem dormia em média quatro horas por dia para garantir o bom desempenho, que ele credita também ao apoio recebido dos professores.

A ficha da biblioteca, lugar preferido de João, já vai na segunda folha e ultrapassa os 40 livros. A leitura assídua é o segredo dele. “O que tem de cansativo no Enem são os textos grandes. Então, minha estratégia foi me adaptar à leitura, ler livros grandes, alguns com linguagem rebuscada”.

João, cujo maior orgulho é ter estudado a vida toda em escola pública, ainda não sabe se irá cursar o 3º ano, mas quer fazer Ciências Biológicas e sonha em viajar para o Reino Unido pelo Ciência Sem Fronteiras. Aos 16 anos, ele tem muito bem traçados os planos da vida. “Sempre me vejo fazendo especialização em bioquímica e biologia molecular. Quero ser pesquisador e estudar o resto da vida”.

Criado pela mãe, a aposentada Ana Maria Santos, morador do bairro Vila União, quarto de cinco irmãos, João será o primeiro da família a ingressar no ensino superior. Os estudos foram, para ele, a forma de transformar o próprio destino. “Sou um garoto que não conheceu o pai, que sempre sofreu bullying por ser nerd, por causa do cabelo, do sapato, da magreza. O estudo não combateu minha timidez, mas me ajudou a ser feliz”.