domingo, 24 de março de 2019

AÇUDES DE CAPOEIRAS CONTINUAM RECEBENDO ÁGUA


Por Junior Almeida

Com as recentes chuvas desde a semana passada em toda região, e em Capoeiras com a primeira trovoada no dia de São José, os dois principais reservatórios d’água do município, da cidade e do Gurjão, receberam um bom volume de águas.


De acordo com a Compesa local o açude da zona urbana pegou 1 metro d’água, e está atualmente com 20% da sua capacidade, enquanto o reservatório Gurjão, distante 12 quilômetros da cidade e que recebe as cheias do Rio Una, continua recebendo água, pois o rio ainda está correndo.


Gurjão é a maior barragem de Capoeiras, com uma capacidade de quase 4 bilhões de litros e, estava antes das chuvas, com apenas 16% do seu volume total, mas na manhã deste domingo (24) funcionários da companhia fizeram uma avaliação preliminar onde se constatou que a água chegou ao número 705 da estaca de medição, o que representa aproximadamente 45% da capacidade do reservatório, ou 1,7 milhão de metros cúbicos d’água.


Com menos da metade de sua capacidade e se hipoteticamente não chovesse nem a Barragem do Gurjão não  tomasse mais água, seu volume daria para abastecer Caetés e Capoeiras durante os próximos 36 meses.


*Foto do açude da cidade.

VALMIR DO LEITE INVESTE MAIS NO SETOR DE SAÚDE


Josa Costa, Secretário de Governo de Valmir do Leite, em Paranatama, revela que o prefeito tem investido pesado no setor de saúde, que melhorou muito no município, nos últimos dois anos.

A atenção envolve o hospital municipal, os PSF, contratação de mais médicos, distribuição de medicamentos,  o atendimento fora do domicílio e a área odontológica.

De acordo com as informações recebidas, Paranatama oferece hoje serviços de saúde como nunca antes fez na história, superando até o que é feito em cidades maiores.

Valmir do Leite garante que todo esforço será feito para avançar ainda mais, de modo que os moradores do município, da cidade e zona rural, tenham a melhor assistência possível.

UM CAUSO NA NOVA COMARCA DE CAPOEIRAS


Por Junior Almeida

É muito comum na justiça brasileira, alguns juízes acumularem funções em seus fóruns. Eles se desdobram para atender as varas de família, eleitoral, criminal e cível. Capoeiras, como a imensa maioria das cidades do interior do país, isso é rotina, desde que foi criada a sua comarca. Adalberto Bezerra de Melo, antigo oficial de cartório da cidade, empresta o seu nome ao fórum local, onde funcionam além das varas de justiça, promotoria e dois cartórios.


Iniciado pelo então prefeito Manoel Reino, o fórum local só foi inaugurado na gestão de Carlos Batata em 18 de agosto de 1989. Nos primeiros dias de funcionamento era muito comum de pessoas irem visitar as dependências do novo órgão, apenas para ver a novidade. Nos primeiros julgamentos que aconteceram em Capoeiras, as bancas da sala de júri ficavam lotadas de curiosos assistindo os debates de advogados e promotores. Tudo era novo. Em rodinhas de bate papo, se discutia dentre outras coisas, as penas aplicadas a quem tinha caído no banco dos réus. Para a administração da época, ter uma comarca no município era motivo de orgulho, mais ainda tendo um juiz morando na cidade.


O fórum de Capoeiras, era para o executivo local a confirmação que o progresso estava chegando à nossa terra. Para as pessoas que deixariam de resolver seus problemas com a justiça em cidades mais distantes como São Bento do Una, Garanhuns e outras, também a comarca era uma conquista importante. Só que para a maioria das pessoas, que viviam de maneira simples na roça, o fórum era um prédio como qualquer outro.


A construção, a festa pomposa de inauguração, e mesmo toda aquela badalação com os julgamentos, não iria mudar em nada a vida daquelas pessoas. Entre os que pensavam assim, existia em um dos mais de cem sítios do município um agricultor que vivia da roça e de uns bichinhos que criava. De oito em oito dias ia à feira de Capoeiras vender a sua pequena produção de queijo e fazer a feira de casa. Vez por outra ia à Garanhuns, comprar alguma coisa que não tivesse em sua terra. Pai de três filhas moças, esse roceiro vivia sossegado até o dia em que um rapaz filho de um compadre e vizinho de suas terras veio de São Paulo para passar uns tempos com o pai. O moço de 24 anos vivia daqui pro Sudeste e, nessa vinda começou a namorar com a filha mais velha do agricultor, que na época tinha 19 anos. 


No começo tudo bem, pois os vizinhos eram amigos, e faziam muito gosto nesse namoro, mas, com o passar do tempo, o pai da moça começou a desconfiar que o namoro estava avançado demais para seu gosto. Conversou com a esposa, e foram às perguntas a filha. No início ela negou, mas diante da forte pressão, confessou ter “se perdido” com o namorado. Ele, o pai, entrou em desespero, pois achava que aquilo seria uma desonra pra ele e sua família. A filha chorando com medo do pai, disse que não queria, que praticamente tinha sido obrigada a transar com o namorado.


-“Entonce” foi “estrupo”. Tá vendo “muié”? Aquele cabra safado “estuprou” a nossa “fia”. Pegou ela a pulso!  Disse o aflito agricultor, a ouvir as palavras de sua filha.


Ao saber da notícia da filha desvirginada, o agricultor resolveu ir à casa do compadre e vizinho tomar satisfações com o responsável pelo fato. Chegando lá, na boquinha da noite, o rapaz não estava em casa, e o roceiro resolveu relatar o ocorrido ao pai dele.


-Compadre fulano, minha “fia” foi ofendida. Seu “fio” foi quem comeu. O que é que nós vamos fazer com eles? Quis saber o aflito Homem.


A revelação pareceu não ter surpreendido o pai do Dom Juan, que como se esquivasse da situação, foi logo dizendo que os dois eram maiores de idade, que sabiam o que estavam fazendo, e que o seu filho tinha sido chamado para um novo emprego em São Paulo, que tinha, inclusive viajado naquela manhã para a Capital Bandeirante. Com a conversa do compadre, o roceiro se aperreou mais ainda e, resolveu que aquilo não poderia ficar assim.


Saiu da casa do vizinho muito transtornado, pensando em fazer besteira. Passou a noite em claro, chegando a chorar pela filha não ser mais virgem. De manhã cedinho, se banhou e foi à cidade procurar resolver a questão na justiça. Primeiro foi na delegacia, ao lado do mercado de cereais, mas como estava fechada, resolveu ir ao fórum dar queixa ao juiz. Atendido pelos funcionários do fórum, ele disse do que se tratava, e algum tempo depois falou com o magistrado. Ao juiz o roceiro disse que sua filha tinha sido seduzida, praticamente pega à força, que queria que o rapaz fosse acusado de estupro. O doutor juiz, pacientemente, explicou para o agricultor, que teria que ouvir a outra parte, que ele juntasse as suas testemunhas do fato, que em duas semanas ouviria todos e decidiria o que seria feito. 


Ele voltou pra casa, e nessas duas semanas não falou com seu vizinho. O clima era de hostilidades entre as duas famílias. A jovem “ofendida” só chorava. Mais de saudade do namorado, e a frustração de não tê-lo como marido, do que com a perda da virgindade. No dia marcado as duas famílias e mais alguns vizinhos estavam no fórum, menos o rapaz que viajara pra São Paulo. Ao todo umas vinte pessoas estavam no corredor do fórum para resolver a questão.


Ninguém se encarava. Na hora de entrar na sala do juiz, apenas os dois casais, pais dos namorados. A moça desvirginada, suas duas irmãs, três tias e mais alguns vizinhos, bem como uma boa parte da família do rapaz ficaram de fora, para que se fosse necessário, entrar aos poucos na sala de audiência. O magistrado mandou primeiro os pais da moça desvirginada falar, e o pai insistiu na tese do estupro, a mãe amenizou, e deu a entender que a filha fora seduzida. O juiz ouviu, e em seguida mandou o outro casal falar. Esses alegaram a maior idade do filho e também da moça filha do casal de vizinhos. Ao ouvir a versão dos compadres, o pai da moça exaltou-se dizendo ser mentira o que o homem falava. Um bate boca iniciou-se, só terminando com a fala firme do juiz, que ameaçou prender todo mundo. Depois dos ânimos acalmados, o doutor quis adiantar a audiência, e falou:


-Mande entrar a testemunha arrolada.


O pai da noiva parecia espantado com as palavras do juiz, chegou a arregalar os olhos, mas não disse nada. Ficou calado. A secretária do magistrado foi à antessala e chamou uma testemunha. Uma jovem que era vizinha dos dois casais que ali estavam, e era também prima da moça desvirginada. Ela foi conduzida à mesa para prestar o seu depoimento. Vendo a sobrinha na sala o pai da moça “ofendida” deu um pulo da cadeira que estava sentado, e muito agitado falou:


-“Dotô”, tá errado! A rolada não foi nessa aí não. Essa aí é minha sobrinha. A rolada que o cabra deu foi na minha “fia”, não na minha sobrinha!

A PROCISSÃO DE SÃO JOSÉ


A Festa de São José é tradicional na região em municípios como Capoeiras, Venturosa e Angelim.

É comum no mês de março, por volta do dia 19, os festejos do padroeiro acontecerem acompanhados de chuvas.

Este ano não foi diferente e este mês já choveu mais de uma vez em toda a região.

A festa foi um sucesso tanto em Capoeiras como em Angelim. Acredito que em Venturosa também.

O ponto alto da Festa de São José é a procissão de encerramento.

Na foto que ilustra este post, tomada emprestada do Facebook de Samuel Salgado, vemos a procissão que tomou conta das ruas de Angelim, no último dia 19.

São José é o meu santo, pois nasci no seu dia e por isso carrego seu nome antes do Roberto. (R.A.)

TORCEDORES DO CHILE PROTESTAM CONTRA BOLSONARO


Torcedores do Colo Colo e Universidad, dois times tradicionais do Chile, esqueceram as desavenças históricas e se uniram num protesto contra a visita do presidente Jair Bolsonaro ao seu país.

Num cartaz, a torcida do Universidad escreveu o nome do presidente brasileiro com uma das letras substituídas por uma espécie de caveira e abaixo a frase: “Não és bem-vindo”.

No cartaz dos desportistas do Colo Colo se pode ler: “Em repúdio a Bolsonaro”.

As fotos do presidente do Brasil, entre os rivais, foi praticamente a mesma. Bolsonaro, ganhou um bigodinho e uma ajeitada no cabelo para ficar parecido com Adolf Hitler.

Jair Bolsonaro foi ao Chile para um encontro de negócios com o presidente Sebastián Piñera, de centro direita, que governa o país da América do Sul pela segunda vez.

TV DEMITE JORNALISTA POR QUESTÃO DE PESO


Jornalista Michelle Sampaio, da TV Vanguarda, no Vale do Paraíba, foi demitida porque não conseguiu perder peso após a gravidez, em 2016.

Ela revelou à imprensa que por estar acima do peso ficou trabalhando na emissora somente nos bastidores e quando chegou a emagrecer um pouco voltou a fazer reportagem e apresentar o jornal da televisão. “Mas saí do ar novamente porque de fato nunca voltei ao peso de antes”, disse numa entrevista publicada no site MSN Notícias.

Ao colunista Mauricio Stycer, do Portal UOL, Michelle Sampaio revelou que não pretende entrar com nenhum tipo de ação trabalhista contra a emissora. “Não acho que seja preconceito. Eles têm padrões. Acho apenas que poderiam ter me dado a chance de fazer o meu trabalho”, frisou.

Segundo Maurício Stycer, funcionários relataram que o caso de Michelle não foi o único. Em 2017, a repórter Marcela Mesquita teria sido impedida de aparecer no vídeo por também estar acima do peso. 

*Foto: Reproduzida do MSN

PREFEITO INAUGURA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE



Bom Conselho vive um momento único: toda semana uma obra sendo entregue, prontinha, a população e a tarde da sexta-feira(22) foi de muita alegria para a comunidade do Sítio Feijão e região pela inauguração da Unidade Básica de Saúde Luisa Maria de Deus.

O prefeito Dannilo Godoy esteve com toda sua equipe, vereadores da base aliada e lideranças comunitárias, entregando mais essa grande obra ao povo das comunidades que abrangem um total de nove sítios.

Isso mesmo! A UBS Feijão atenderá, além das pessoas do Sítio Feijão, mais oito sítios vizinhos, beneficiando mais de duas mil pessoas.

Quem esteve presente pode conhecer o prédio que ficou muito bonito e espaçoso. A unidade está equipada e pronta para diversos profissionais, como médico, enfermeiro, dentista, técnicos, agentes de saúde, entre outros, desempenharem suas atividades da melhor maneira possível em benefício das comunidades.

A nova UBS é fruto de um grande esforço de Dannilo junto ao Governo Federal, onde conseguiu viabilizar os recursos com a liberação das parcelas ao longo do período em que a obra esteve em execução.

Muitas homenagens foram realizadas, tanto ao prefeito Dannilo, como aos secretários municipais, vereadores, pessoas da comunidade e a família de Dona Luisa Maria, que da nome ao prédio.

Nas últimas semanas, Dannilo tem realizado diversas entregas a população bonconselhense, e muito mais está para ser inaugurado nas próximas semanas. As duas próximas inaugurações já têm data para acontecer: dia 03 de abri será a vez do CMAEES (antigo CAEDE) e no dia 06 de abril a UBS Angico.


sábado, 23 de março de 2019

CHOVE MUITO EM CAPOEIRAS E SÃO BENTO DO UNA


Choveu forte em Capoeiras e São Bento do Una, na madrugada deste sábado, fazendo com que o “açude velho” da terra dos Valença sangrasse, o que não acontecia há muitos anos.

Em Capoeiras fica localizada a nascente do Rio Una e quando chove forte no ex-distrito as águas chegam até o açude de São Bento.

Moradores do município administrado pela prefeita Débora Almeida (PSB), ficaram aliviados com as chuvas de ontem para hoje e comemoraram o sangramento do reservatório da cidade.

Ailson Campos, secretário de cultura de São Bento do Una disse ao Jornal do Commercio  que o “açude velho” é um patrimônio da cidade, usado como “praia” quando está bom volume de água.

A chuva entre as duas cidades do Agreste Meridional chegou a 40,67 milímetros, atingindo principalmente Capoeiras e parte da zona rural de São Bento.

Em Garanhuns choveu nos últimos três dias. Embora não tenham sido demoradas, foram pancadas de chuva forte e com muito vento.

*A foto, enviada para um morador da região para o JC Online, mostra o "açude velho" de São Bento sangrando.

LIÇÕES POLÍTICAS E DE VIDA DE UMA ESCRITORA CHILENA

ISABEL ALLENDE

Isabel Allende, escritora chilena, sobrinha do ex-presidente do país, Salvador Allende, é uma mulher admirável, por seus livros, pelas ideias e atitudes.

“Casa dos Espíritos”, primeira obra prima literária da autora,  foi adaptada para o cinema com a participação de uma constelação de artistas do primeiro time de Hollywood.

Antônio Bandeiras, Meryl Streep, Jeremy Irons, Glen Glose, Vanessa Redgrave e Winona Ryder, estão no elenco da adaptação cinematográfica de um livro tão bom quanto “Cem Anos de Solidão”, do colombiano Garcia Márquez.

Um livro tocante de Isabel é “Paula”, em que ela escreve sobre a doença da filha querida, vítima de uma doença neurológica que a deixa em coma, levando uma vida vegetativa por um longo período.

Sofre a escritora, os familiares todos e nós leitores, ao acompanharmos um texto impecável, sobre a dor e o sofrimento, sem que a narradora deixe de observar comportamentos, de retratar os tipos da família e falar do Chile, que viveu muitos anos uma verdadeira democracia, foi considerado uma espécie de Suíça da América do Sul, colocou no poder pelo voto um socialista e em 1973 sofreu um golpe brutal, apoiado pelos Estados Unidos.

General Augusto Pinochet, um medíocre que chegou a fazer parte do Governo de Allende, instalou um regime de terror sem precedentes no Chile, torturando, matando, sufocando as liberdades e levando o simpático país latino americano a um retrocesso terrível.

Ao ler no livro “Paula” os trechos em que ela narra os movimentos de sabotagem à gestão de Allende, os movimentos de rua provocado pela direita raivosa, o comportamento das elites e da imprensa, é impossível não fazer comparação com o Brasil de Dilma Rousseff, a presidenta que não teve direito de concluir seu segundo mandato.

A direita age de maneira semelhante no Chile, Argentina, Brasil, Estados Unidos, Alemanha ou qualquer outro país.

Os métodos são os mesmos: as mentiras, as pressões, o boicote à economia, a crítica unilateral ao socialismo e ao marxismo, a defesa da família e propriedade, além do uso oportunista da religião.

Esquerda já teve seus bons momentos na Europa e América Latina, mas a direita, associada ao capital, governou maior parte do tempo o Brasil, a Argentina, o Chile e países europeus.

Isabel Allende vai além da política porque é uma excelente escritora, hábil no uso das palavras e arguta ao descrever situações.

Infelizmente, os idiotas que se acham só porque navegam na internet, nunca irão saborear um texto de Isabel Allende, de Garcia Márquez, Pablo Neruda, Eduardo Galeano, Jorge Luís Borges ou Jorge Amado.

No momento, a mediocridade reina, com a conquista de corações e mentes pelo WhatApp e frases de efeito a partir do patriotismo oco e doses homeopáticas do “ópio do povo”.

Deus acima de todos? Saravá!

Meryl Streep e Jeremy Irons em "Casa dos Espíritos"

PREFEITURA ANTECIPA PAGAMENTOS DOS INATIVOS


O Governo Municipal, por meio do Instituto de Previdência dos Servidores de Garanhuns (IPSG), informa que o pagamento dos aposentados e pensionistas que já realizaram a formalização das contas no Bradesco, previsto para próxima terça-feira (26), foi antecipado e já está disponível para ser retirado.

O Instituto esclarece ainda que o contracheque será entregue na próxima terça-feira (26). Os aposentados e pensionistas que ainda não realizaram a formalização da conta devem procurar o Instituto de Previdência dos Servidores de Garanhuns (IPSG), localizado na rua Antônio Lacerda, nº 85, bairro Magano, a partir da próxima segunda-feira (25).

COLÉGIO ENFATIZA A IMPORTÂNCIA DA ÁGUA PARA A VIDA


Desde a educação infantil até o ensino fundamental os alunos do Colégio Santa Joana D´Arc vivenciaram e aprenderam na teoria/prática a importância que tem a água para todas as formas de vida no mundo.

O ensino cada vez mais torna-se eficaz quando aplicado de forma bem estruturada, visando a integração global do aluno, promovendo a autonomia pensante, vivência e os direitos de aprendizagem. Desse modo precisamos criar uma sociedade mais eficiente e sustentável em relação ao nosso planeta Terra.

O dia mundial da água foi enfatizado desde o Joaninha Baby até o Nono ano.

A água é o líquido mais preciso existente em todo o universo, vamos preservar hoje para viver melhor no amanhã.

OS DEZ MANDAMENTOS, UM FILME ANTOLÓGICO



Por Altamir Pinheiro

Os Dez Mandamentos, um filme  datado do ano de 1956,  em qualquer época nos  deixa  impressionado com toda  essa grande narração  épica, em todo e qualquer aspecto em que isso possa ser considerado, é atemporal e apaixonante. Esplendorosos cenários, belíssima fotografia, interpretações “admirantes”  de Charlton Heston e Yul  Brynner,  com   um roteiro primoroso que justificam estar incluído na maioria das listas de filmes indispensáveis de todos os tempos.  O diretor  CECIL B. DEMILLE(o mesmo de Sansão e Dalila) com seu perfeccionismo ilimitado criou um filme inesquecível. Atuações, cenários, paisagens e efeitos especiais de enlouquecer qualquer espectador seja ele cristão ou não.

Em que pese a pieguice religiosa,  às vezes até irritante,  os filmes épicos seduz os cristãos no mundo inteiro. O lendário Cecil B. DeMille é o diretor por excelência desse gênero. As superproduções como “Ben-Hur” ou “A Queda do Império Romano” são títulos lembrados quando se pensa na epopeia dos reis e heróis bíblicos.   Esse gênero cinematográfico abrange proporções grandiosas, tempos turbulentos e personagens nobremente heroicos. Geralmente a trama se centra em metas ou buscas, muitas vezes de fundo religioso ou político, pois esse tipo de projeção cinematográfica alcançou o seu ápice nas décadas de 50 e 60.

Em sua sinopse que é baseada no Velho Testamento nos mostra que, Moisés, criado desde bebê pela filha do faraó,  cresce e se torna príncipe do Egito. Ao descobrir sua verdadeira origem, ele decide libertar o povo hebreu da escravidão egípcia, sendo guiado por Deus diante dos inimigos e obstáculos que surgem durante esse caminho. Ou seja, A épica vida de Moisés (Charlton Heston), desde recém-nascido, quando foi colocado nas águas em um cesto e acabou sendo adotado por uma princesa egípcia, até quando descobre sua real condição e decide liderar seu povo que, escravizado pelos egípcios, anseia pela liberdade.

Como afirma em suas pesquisas o cinéfilo Paulo Telles, a primeira escolha para interpretar Moisés na segunda versão de DeMille foi o astro cowboy William Boyd (1895-1972), velho amigo do diretor e famoso por ser o destemido herói cowboy Hopalong Cassidy em dezenas de faroestes “B’” das décadas de 1930 a 1950, entretanto ele recusou. Logo, veio a ideia do diretor em escolher um jovem e promissor ator com quem trabalhara dois anos antes, em um outro espetáculo que rendeu a ele não somente boa bilheteria, mas também o Oscar de melhor filme de 1952: O Maior Espetáculo da Terra.  Este jovem era CHARLTON HESTON, no esplendor de sua forma física aos 30 anos, casado e com um filho recém-nascido (que fez participação no filme como sendo o "bebê Moisés" encontrado pela filha do faraó.

Os dez Mandamentos tornou-se também  no mais longo filme da carreira de DeMille, 220 minutos (a versão de 1923 tinha 136 minutos), E O ÚLTIMO DE SUA LONGA TRAJETÓRIA. E de quebra,  a refilmagem concorreu a sete Oscars (inclusive de melhor filme), mas acabou somente ganhando por efeitos especiais, obra do competente John  Fulton,  onde repetiu com os mais modernos efeitos especiais possíveis para 1956 a proeza de dividir o Mar Vermelho para que o grande líder Moisés (Charlton Heston) pudesse escapar com seu povo do exército do faraó Ramsés (Yul Brynner) e atingir o Monte Sinai.

Pra época, há mais de 60 anos, o filme é muito avançado. Fica evidente, que hoje, o formato e a tecnologia são muito mais avançadas.  Mas, claro, sem tirar qualquer valor, do diretor DeMille, que teve garra de, com mais de 70 anos, jogar numa tela tudo aquilo. ele é grandioso mesmo. Ele é fantástico e tudo àquilo é muito bem feito. Hoje, com a tecnologia que dispomos, no filme, as pragas seriam melhor e mais claramente mostradas. Apesar de, ou se bem que: a praga do granizo que vira fogo o DeMille fez perfeito, assim como a água do Nilo ficar tinta como sangue. Bons truques para 1956, sem falar na abertura do Mar Vermelho que, mesmo com tantas falhas de artifícios, anda e um truque e tanto. 

Neste filme o veterano cineasta, aos 70 anos,  cumpriu o trato de produzir coisa de qualidade. Tornou-se o filme mais caro da história da PARAMOUNT, mas acabou se tornando o maior êxito comercial do estúdio, que faturou uma fábula em milhões de dólares só no mercado norte-americano. Por isso é correto dizer que com o cinema de Cecil B. DeMille, a Sétima Arte descobriu como a fé além de remover montanhas, também poderia produzir o milagre da multiplicação de renda. esta grandeza de fita que é Os Dez Mandamentos é um DEZ!!!


sexta-feira, 22 de março de 2019

PROMOTOR QUE OFENDEU LULA É CONDENADO


Por Mariana Oliveira*

O promotor Cassio Roberto Conserino foi condenado a pagar indenização de R$ 60 mil por danos morais ao ex-presidente Lula por divulgar em seu perfil no Facebook uma publicação ofensiva na qual o ex-presidente é apontado como "encantador de burros".


Postagem ofensiva contra Lula no Facebook causa dano moral e dever de indenizar, decide juiz.


A decisão foi proferida pelo juiz Anderson Fabrício da Cruz, da 3ª Vara Cível da Comarca de São Bernardo do Campo (SP), em ação ajuizada por Lula sob alegação de que o réu abusou das prerrogativas do cargo de promotor de Justiça para poder assumir as investigações sobre o caso Bancoop, sem observar o princípio do Promotor Natural. O pedido cita uma entrevista concedida por Conserino à revista Veja.


A defesa do ex-presidente, feita pelo advogado Cristiano Zanin Martins, do Teixeira e Martins Advogados, também pediu indenização por danos morais por uma publicação feita no Facebook do réu. Segundo o pedido, que queria indenização de R$ 1 milhão, as informações divulgadas demonstraram a intenção de perseguição pessoal e motivação de abalar os direitos da personalidade de Lula.


Cassio Conserino alegou que não houve qualquer violação ao princípio do Promotor Natural no caso, como reconhecido pelo Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) e pela Corregedoria Geral do Ministério Público do Estado de São Paulo. Sobre as declarações dadas à Veja, o promotor confessou que houve excesso e eventual malícia, mas por parte do entrevistador. A publicação na rede social foi justificada como uma "piada ou brincadeira".


Ao julgar o caso, o juiz Anderson da Cruz entendeu que a imagem compartilhada pelo réu teve a "nítida intenção calculada e provocativa de humilhar, menoscabar e desprezar". Segundo o magistrado, foi um "conteúdo ofensivo, pejorativo e injuriante que atinge a honra e a imagem do autor e de qualquer outra pessoa na mesma situação, já que a figura do “Burro” é notoriamente associada à falta de inteligência".


Segundo a decisão, a publicação é um insulto capaz de ofender a honra subjetiva do ofendido e não de uma mera piada, "o que deveria ser do conhecimento de um experiente integrante do sistema de justiça", conforme disse o juiz.


"Ora, pessoas públicas como o autor, especialmente aquelas ocupantes de cargos públicos de natureza representativa, estão sujeitas a críticas e a um escrutínio mais severo dos demais cidadãos, entretanto, essa mitigação dos seus direitos de personalidade tem limites, não sendo possível que o exercício do direito de crítica transborde para a difamação e a injúria como parece que, desafortunadamente, vem se tornando a regra em nossa sociedade", destacou o magistrado.


Responsabilidade do Estado
A respeito da parte do pedido da defesa de Lula que reclamava pela postura do promotor, o juiz afirmou que o Código de Processo Civil, em seu artigo 181, prevê "que os membros do Ministério Público responderão, quando agirem com dolo ou fraude no exercício de suas funções, apenas em ação regressiva".


"Ademais, os integrantes do Ministério Público são depositários da imunidade judiciária pelos atos praticados no exercício da sua atividade funcional, isto é, são invioláveis pelas opiniões ou manifestações lançadas durante seu mister", disse Cruz ao afastar a possibilidade do réu responder diretamente pelos atos em sua atividade funcional.


Ofensas anteriores
O juiz lembrou que o promotor réu é reincidente na violação dos direitos da personalidade alheios e que já foi condenado a indenizar por danos morais no valor de R$ 20 mil em uma decisão da 6ª Vara Cível de Santos (SP). "Entretanto, aparentemente, a referida condenação não surtiu o efeito pedagógico esperado", disse ao decidir que Cassio Roberto Conserino deve indenizar o ex-presidente Lula em R$ 60 mil.

*Matéria postada inicialmente nosite do Conjur.

ARMANDO ACOMPANHA O GOVERNADOR EM INAUGURAÇÃO



Nesta sexta-feira o prefeito de Caetés, Armando Duarte, juntamente com uma comitiva do seu município, acompanhou o governador Paulo Câmara na inauguração da Adutora do Moxotó, no sertão pernambucano.



Armando esteve acompanhado do vice-prefeito, Severino Gordo, do presidente da Câmara de Vereadores, Antônio de Nina, do ex-presidente do Legislativo, Irmão Naldinho, vereador Di Cabrinha e do secretário municipal Obras, Gilvan Alves.



A comitiva de Caetés esteve presente na solenidade de inauguração da Adutora do Moxotó, localizada no município de Sertânia no eixo Leste da transposição do Rio São Francisco, obra Federal idealizada e iniciada no Governo do ex-presidente Lula.



Com esta adutora funcionando, 10 cidades do Sertão e do Agreste do Estado e 400 mil pessoas serão beneficiadas.



A Adutora do Moxotó foi a alternativa adotada pelo governo do Estado para antecipar a chegada da água do Rio São Francisco à região do Sertão e do Agreste.



Segundo o prefeito, o governador Paulo Câmara deve estar em Caetés na primeira semana de Abril para inaugurar a adutora que hoje já abastece o município com água da Barragem do Cajueiro.

LAJEDO OFERECE TRATAMENTO CONTRA TABAGISMO


A Prefeitura de Lajedo por meio da Secretaria Municipal de Saúde desenvolve há seis anos o tratamento gratuito contra tabagismo. Iniciado no CAPS e hoje realizado na Central de Abastecimento Farmacêutico – CAF que tem no momento 100 lajedenses em tratamento com a finalidade de parar de fumar.


Alguns pacientes contam que são fumantes há 47 anos e agora finalmente estão realizando o sonho de abandonar o vício do cigarro. O atendimento é feito inicialmente com a farmacêutica do município que trata os pacientes com os adesivos de nicotina e apoio, quando necessário, de nutricionista, psicólogo e dentista. “Há casos de maior resistência neurológica, então esses são encaminhados para o médico dos postos de saúde”, conta a farmacêutica Carla Melo.


Os adesivos são usados de acordo com o grau de dependência e geralmente no 3º encontro a evolução já mostra que 90% dos pacientes já pararam de fumar. Os métodos compreendem desde avaliação do domínio do paciente pelo desejo de fumar, ansiedade e testes com tabelas do Ministério da Saúde. Normalmente o tratamento dura três meses com vários grupos distintos e quem quiser participar deve deixar o nome na CAF (ao lado do hospital).


AMBULATÓRIO E EXAMES - A Prefeitura de Lajedo por meio da Secretaria de Saúde permanece oferecendo os exames laboratoriais de rotina e com agilidade na entrega dos resultados. Exames simples, para acompanhamento pré-natal, testes rápidos, entre outros. Segundo o biomédico Enderson Couto, responsável pelo setor que analisa diariamente os exames requisitados pelos médicos do Hospital Público e enfermeiros (as) das ESF’s, no local são realizados:

Glicemia (HGT) para controle de diabéticos;
Parasitológico de Fezes e Urina;
Classificação Sanguínea (destinada aos alunos da Rede Municipal de Ensino e acompanhamento de gestantes);
Beta HCG;


Testes rápidos de Sífilis/HIV e Hepatites B e C;
Qualquer dúvida, o paciente deve procurar o posto de saúde mais próximo, o próprio Anexo do Hospital ou a Secretaria de Saúde.
O serviço funciona todas as segundas, quartas e sextas-feiras e a entrega dos resultados é feita até 48 horas.

(Da Assessoria de Imprensa)