ALEPE

ALEPE
ALEPE

GOVERNO DO ESTADO

GOVERNO DO ESTADO
GOVERNO DE PERNAMBUCO - FUNDARPE

domingo, 22 de setembro de 2019

ALMOÇO REGADO À POLÍTICA NO NOVA GARANHUNS



Homenagem feita pela Câmara de Vereadores ao Restaurante Nova Garanhuns fez bem ao estabelecimento.

Hoje, por volta das 12h30, o local estava lotado,  com pessoas de diferentes bairros da cidade.

Estive lá com Terezinha, Luizinho Roldão e Simone Barreto.

Pude constatar que Luiz já é popular em Garanhuns, sendo reconhecido pela maioria das pessoas.

Muitos fizeram questão de vir a nossa mesa cumprimentá-lo, como Tony Neto, assessor do prefeito Izaías Régis, o promotor Domingos Sávio e o jovem Gustavo, filho dos proprietários da Casa das Missangas.

Este último apertou a mão de Roldão com alegria e chegou a tratá-lo como “futuro prefeito”.

Na verdade, fomos lá somente para almoçar e descontrair. Mas quando amigos se encontram é natural falar de assuntos da cidade e a política, queira ou não entra pelo meio.

UM ÓTIMO FILME COLOMBIANO PARA O SEU DOMINGO


O padre da discórdia

E não é que na Colômbia se faz cinema de qualidade?

Graças à Netflix, hoje temos oportunidade de assistir boas produções dos mais diversos lugares do mundo, como Japão, Coreia do Sul, Alemanha, França, e países da América do Sul como Brasil,  Argentina, Chile e Uruguai.

Da Colômbia, de 2016, está em cartaz na provedora de filmes o excelente “O Suborno do Céu”, um ótimo programa para este domingo.

O longa trata da questão da intolerância religiosa e é baseado em uma história que realmente aconteceu,  numa pequena cidade do interior da Colômbia.

Lembra, apesar das diferenças significativas, o brasileiro “O Pagador de Promessas”, baseado em obra de Dias Gomes, que ganhou a Palma de Ouro no prestigiado Festival de Cannes, na França, isso na década de 60.

O Suborno do Céu conta a história de um padre excessivamente rígido que se recusa a celebrar missa por um suicida, apesar do morto pertencer a uma família cristã do lugarejo, principalmente a mãe do rapaz que cometeu o ato de desespero.

Pessoas ligadas à família tentam conversar com o pároco, ele mantém sua posição e ainda trata os que o procuraram de forma grosseira.

Sacerdote vai mais longe: envia a polícia para tentar evitar o sepultamento do suicida no cemitério da cidade.

Um irmão do morto, After, enfrenta a polícia com argumentos, alegando que o trecho do cemitério foi comercializado pela igreja e agora é propriedade particular, portanto o sepultamento não pode ser impedido.

A partir daí o padre endurece ainda mais a situação, fecha a igreja e deixa de dar a extrema unção, realizar casamentos, batizados e outros sacramentos.

Conflito evolui, pároco não abre mão de suas posições extremadas e After, com a ajuda de outras pessoas começa a elaborar uma lista de muitos suicidas que estão enterrados no mesmo cemitério. Essa atitude vai causar um reboliço na cidade.

Até a Semana Santa, que está próxima, fica ameaçada de “passar em branco”, por conta da guerra do padre com os fiéis.

Filme é todo bem realizado. Começa bem, mantém a qualidade durante o desenrolar da história e tem um final praticamente perfeito e até surpreendente.

Lisandro Duque Naranjo é o diretor dessa obra valiosa do cinema colombiano e no elenco merecem destaques German Jaramillo, que interpreta o padre, Guillermo Garcia, como After, e Milady Dau, no papel de Fabíola, que proporciona uma das melhores cenas do longa, já nos minutos finais.

Filme “redondinho”, sem complicações ou enfeites, talvez sem grandes pretensões, mas que cumpre um papel importante ao resgatar um fato real ocorrido no pais da América do Sul e discutir, em pleno Século XXI até que ponto um padre dogmático pode fazer mal a toda uma comunidade por pura teimosia e intransigência.

No mínimo “O Suborno do Céu” merece uma nota 8.


GOVERNADOR DO RIO É CONSIDERADO ASSASSINO



O jornalista Ricardo Noblat, colunista da Veja, foi mais um dos que usou as redes sociais neste final de semana para repudiar o assassinato da menina Agatha Félix, de 8 anos. Moradora do Complexo do Alemão, ela morreu em decorrência de um tiro de fuzil que teria partido de policiais militares na noite desta sexta-feira enquanto ela voltava para casa com sua família. O caso gerou grande revolta e fez a hashtag #ACulpaEDoWitzel ocupar os assuntos do momento no Twitter devido à política genocida empreendida pelo governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel.
“Quem vai parar esse louco, o governador do Rio? Inocentes sempre morreram em meio à guerra contra o tráfico, mas nunca um governador estimulou a matança. Nunca autorizou policiais a atirarem de cima de helicópteros em comunidades indefesas. Parem esse louco a qualquer preço”, publicou Noblat.
Logo após a postagem de Noblat o ex-ministro Fernando Haddad, Witzel deve sofrer processo de impeachment. “Há razões de sobra para que se peça o impeachment de Witzel. Ele é o grande responsável pelas atrocidades que se cometem no Rio de Janeiro. Um assassino!”, declarou o petista.
De acordo com relatos de testemunhas, Agatha estava dentro de uma Kombi, indo para casa, quando foi atingida por um tiro que teria sido disparado por um policial da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP). O agente teria desconfiado de um motociclista e disparou, acertando, porém, a criança dentro do veículo. Ela chegou a ser socorrida no Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha, Zona Norte de Rio de Janeiro, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.
Na manhã deste sábado, moradores do Alemão fizeram um protesto em razão da morte de Agatha e de outros jovens negros. Pelas redes, a hashtag #ACulpaEDoWitzel ganhou repercussão. O historiador Luiz Antonio Simas ainda criticou a própria origem da Polícia Militar: “A PM foi criada para matar e morrer e nesse sentido é uma das instituições mais bem sucedidas do Brasil: mata e morre”.
A morte da menina se soma às inúmeras outras, principalmente de negros e pobres moradores de comunidades, que vêm aumentando desde que Wilson Witzel assumiu como governador do Rio de Janeiro. Witzel é entusiasta de uma política de segurança agressiva, e causou polêmica ainda no ano passado, quando disse que a polícia sob seu comando vai “mirar na cabecinha e fogo”. Ele já chegou, inclusive, a lamentar por não poder disparar mísseis em comunidades do Rio.
Uma observação: Aghata foi a 16ª criança baleada no Rio de Janeiro este ano. 
*Fonte> Revista Fórum

ROMÁRIO DIAS GARANTE MAIS RECURSOS PARA PAUDALHO


Uma ação conjunta da sociedade civil, do Poder Legislativo e do Poder Executivo municipal levará mais recursos para o desenvolvimento da cidade de Paudalho, na Mata Norte do Estado. Na última semana, o deputado estadual Romário Dias foi procurado pelo prefeito Marcelo Gouveia e o recebeu em seu gabinete, na Assembleia Legislativa, juntamente com a advogada Ruth Vieira. No encontro, ficou firmada a parceria que irá mais levar recursos das emendas parlamentares do deputado para a cidade.
Os valores serão remanejados de emendas de Romário deste ano, que ainda não foram executadas, e das emendas para o orçamento de 2020. Com isso, serão calçadas ruas e perfurados poços na Zona Rural do município. E a prefeitura da cidade fará a contrapartida necessária para a conclusão das obras.
Essas ações, inclusive, são pleitos já realizados anteriormente pela Dra. Ruth, que vem atuando constantemente em prol dos paudalhenses. De acordo com Romário Dias, “o maior objetivo da união de forças é alavancar ainda mais o desenvolvimento da cidade, melhorando a qualidade de vida da população gerando emprego e renda”.
“Os recursos das emendas de 2019 já devem ser liberados brevemente para que possamos dar início o quando antes aos serviços. O crescimento de Paudalho não pode parar nem um minuto”, concluiu Romário.

GIVALDO CALADO E SUAS CRÔNICAS


sábado, 21 de setembro de 2019

GILSON FERREIRA FORTALECE O GRUPO DE ARMANDO


Gilson Ferreira, que foi candidato a vice-prefeito de Caetés, na eleição de 2016, na chapa de Benedito Silva, resolveu ficar com o grupo de Armando Duarte, fortalecendo ainda mais o partido da situação no município.

Pessoa bem quista na cidade, Gilson tem uma propriedade na zona rural, transitando bem entre os agricultores, os comerciantes, os jovens e outros setores da sociedade caeetense.

Curioso é que Gilson Ferreira é irmão do vereador Jocelino, que faz oposição a Armando e se coloca como um dos pré-candidatos à sucessão municipal.

Armando tem maioria entre os vereadores, muitos serviços prestados nos dois mandatos e quatro nomes que poderia apresentar para disputar a eleição com amplas chances de vitória: O Secretário de Obras, Gilvan Alves, o diretor do hospital, conhecido popularmente como Tirri, o Secretário de Agricultura, Galego, além do vereador e ex-presidente da Câmara, Irmão Naldinho.

Quando houver a escolha, possivelmente de um destes nomes, o grupo permanecerá unido, pois todos sabem que o povo de Caetés tem orgulho da administração atual do município.

E o grupo governista fica mais forte ainda com a adesão de Gilson Ferreira, bem acolhido pelo prefeito e seus correligionários.

Em tempo: Depois que se elegeu prefeito e começou a trabalhar, Armando já recebeu muitas adesões de ex-adversários. Foram famílias inteiras, vereadores e os ex-prefeitos Aercio e Lindolfo.

PT REPUDIA AMEAÇAS A ZÉ CARLOS DO CASTAINHO



O grupo “Amarra teu arado a uma estrela”, do Partido dos Trabalhadores em Garanhuns, divulga Nota de Repúdio  contra as ameaças sofridas pela liderança quilombola,  José Carlos Lopes,  da comunidade do Castainho. 

Nós, que fazemos parte do Partido dos Trabalhadores, em Garanhuns, vimos, por meio desta Nota, manifestar o nosso repúdio as ameaças de morte sofridas pelo senhor José Carlos Lopes, liderança quilombola da comunidade do Castainho, localizada na área rural da referida cidade. 

Zé Carlos, como carinhosamente o conhecemos, é uma importante liderança da luta das comunidades quilombolas, tendo seus trabalhos, comunitário e social, sendo reconhecidos estadual e nacionalmente. De muitas conquistas, ele esteve à frente lutando pelos moradores do Castainho e, de modo geral, para o movimento quilombola de Pernambuco, pois as principais delas, foi tornar o Castainho como a primeira comunidade quilombola, remanescente de quilombos, a ser reconhecida pela Fundação Cultural Palmares e a primeira a ter seu território regularizado pelo INCRA, no estado de Pernambuco, o que possibilitou a concretização de muitas outras vitórias. 

Ao longo de sua história, sr. Zé Carlos esteve à frente de inúmeras parcerias estabelecidas com diversas instituições, entre elas, a UFRPE-UAG, o IPA, a FUNDARPE, a Secretária de Cultura de Pernambuco, a FUNASA, entre outras, que desenvolvem, há vários anos, trabalhos de desenvolvimento local e social na comunidade do Castainho. 

No entanto, vivemos tempos em que as relações democráticas, vividas no cotidiano, vêm sendo atacadas e destruídas. O Brasil tem se tornado um dos países mais perigosos para a militância democrática, em defesa de direitos sociais e humanos. No campo, lideranças rurais que lutam por direitos sociais e de território de populações quilombolas, indígenas e de agricultores familiares, são, cada vez mais, ameaçadas e assassinadas, em vários lugares do país, e tais crimes cometidos, muitas vezes, ficam impunes, ao longo tempo, naturalizando tais práticas. 

Por isso, não podemos aceitar essa banalização da vida, a perseguição e a ameaça torpe, por partes daqueles que, para conseguirem o que querem, recorrem ao recurso da violência, em todos os seus matizes, alicerçando as injustiças sociais, histórica e culturalmente falando. Nesse sentido, ao nos indignarmos, reafirmamos toda a nossa solidariedade e apoio ao companheiro José Carlos Lopes, bem como às demais comunidades quilombolas de Garanhuns, principalmente no tocante às lutas que realizam pelos seus locais de vida, moradia e agricultura. 

Em defesa da vida, da democracia e dos direitos e liberdades individuais! Não à violência! Nenhum(a) de nós a menos! 

Amarra teu Arado a uma Estrela  
Partido dos Trabalhadores - Garanhuns

SANTA JOANA PREPARA MAIS UM MOMENTO CULTURAL


Superar, inovar e transformar...
Trabalhando dentro das 10 competências gerais que orientam a BNCC e visando a importância do pilar Socioemocional dentro da escola x família, o Colégio Santa Joana D'Arc desenvolve um projeto  ser trabalhado em todo o Momento Cultural, ao longo dos meses de setembro até novembro com a temática: Projeto Vida: Precisamos escolarizar a emoção.
Durante a culminância do projeto, iremos valorizar os sentimentos e emoções, sempre aprendendo a valorizar, respeitar e desenvolver habilidades socioemocionais em seus alunos.
Nosso principal objetivo será os alunos participarem de experiências diversas, aprendizagens de modo que o seu próprio conhecimento possa intervir positivamente na construção do outro.
Em novembro teremos momentos fortes em conexão com as experiências existosas do projeto que será referência juntamente com os familiares dos alunos.
Não deixe seu filho (a) fora desse evento.

INSTITUTO CONTESTA DADOS DO PREFEITO IZAÍAS RÉGIS


Nota divulgada pelo Instituto de Previdência de Garanhuns, mostra uma realidade um pouco diferente daquela revelada pelo prefeito Izaías Régis numa entrevista a Geraldo Freire, da Rádio Jornal Recife. o gestor disse que a Previdência do Município está quebrada, paga uma folha de R$ 3 milhões e só tem dinheiro até 2026.

Os números revelados pelo IPSG, através de nota, são outros. Confira:

O Instituto de Previdência dos Servidores Públicos do Município de Garanhuns (IPSG) esclarece, inicialmente, que sempre atuou respeitando a legislação pertinente aos Regimes Próprios de previdência, recebendo com habitualidade o Certificado de Regularidade Previdenciária – CRP. Além disso, anualmente, o instituto é premiado com certificados de boas práticas de gestão previdenciária, estando classificado em razão da sua gestão, como um dos melhores institutos de previdência a nível nacional.

O IPSG esclarece ainda que no início do ano de 2013 possuía, aproximadamente, a quantidade de 670 (seiscentos e setenta) aposentados e pensionistas, o que resultava em uma folha de pagamento mensal aproximadamente no montante de 850.000,00 (Oitocentos e cinquenta mil reais). Cumpre salientar ainda, que o IPSG, à época, detinha em caixa, um saldo positivo de 51.000.000,00 (cinquenta e um milhões de reais) destinados ao custeio dos servidores inativos.

No transcorrer dos anos, o número de aposentados e pensionistas, bem como o valor da folha de pagamento mantida pelo IPSG, praticamente dobrou, hoje o IPSG possui entre aposentados e pensionista, a quantidade de 952 (novecentos e cinquenta e dois) servidores inativos, e uma folha de pagamento aproximada de 2.300,000,00 (dois milhões e trezentos mil).
Todavia, mesmo em meio às dificuldades, com transparência e responsabilidade da atual gestão, o IPSG vem mantendo e honrando suas obrigações junto aos servidores inativos, pagando seus proventos mês após mês, anos após ano, sem nenhum atraso. São poucos os institutos de previdência no Brasil, que conseguem manter seus compromissos com solidez e responsabilidade.

Destaca-se ainda, que apesar das dúvidas que pairam acerca do futuro referente a nova legislação previdenciária que possivelmente afetará os regimes próprios estaduais e municipais, com todas as dificuldades suportadas, o IPSG baseado na avaliação atuarial referente ao exercício de 2019, conseguirá manter os atuais servidores inativos, que como dito anteriormente aumentou de forma considerável bem como o valor da folha de pagamento quando comparado ao ano de 2013, com o superávit financeiro que detém em caixa, onde atualmente está no montante aproximado de 62.000.000,00 (sessenta e dois milhões de reais).

IPSG, 19/09/2019

TEMER LIVRA A CARA E DEIXA O GOLPE NAS MÃOS DE MORO


Ex-presidente Michel Temer foi mais um a reconhecer a autenticidade dos diálogos que vêm sendo publicados pelo The Intercept e outros veículos da imprensa nacional e estrangeira.

Na entrevista recente que deu a uma emissora de TV o emedebista reconheceu os diálogos que teve com Lula  (publicados na Vaja Jato), que então lutava para evitar a crise política e o golpe.

Não deu! Sérgio Moro e a TV Globo agiram rápido,  em conluio,  acelerando a queda de Dilma.

Como Temer disse que era contra o golpe, "passou a bola" para os principais responsáveis pela degradação do estado brasileiro: Globo, Moro, Aécio e o então deputado Eduardo Cunha.

Em pouco tempo o país regrediu 50 anos e ficou parecido com uma República fundamentalista, que o diga Damares e outros ministros do governo do clã miliciano, que parecem viver na Idade Média, também chamada de Idade das Trevas.

Parece que o Afeganistão está logo ali na esquina!

sexta-feira, 20 de setembro de 2019

SIVALDO CONFIRMA A VOLTA DO FESTIVAL DE JAZZ


Graças ao deputado Sivaldo Albino (PSB), Garanhuns terá de volta o Festival de Jazz, evento que trazia à cidade, no período do carnaval um considerável número de turistas, beneficiando grandes e pequenos hotéis, bares, restaurantes, artesãos e vendedores ambulantes.

O evento foi interrompido nos últimos anos, mas agora já está tudo certo para o retorno. Uma edição está programada para ser realizada ainda este ano e no próximo ano será promovido novamente, com um formato maior.

Em contato com o blog, Sivaldo disse que o evento somente será possível graças ao total apoio do presidente da Fundarpe, Marcelo Canuto, do Secretário de Cultura do Estado, Gilberto Freyre e do governador Paulo Câmara.

Na foto acima Sivaldo está com Giovanni Papa Leo, Alexandre Marinho e Jackson Rocha Júnior, exatamente discutindo os detalhes do Garanhuns Jazz Festival. A primeira imagem mostra uma das últimas edições do evento. 

Os organizadores vão procurar se reunir com o prefeito Izaías Régis ou seus representantes, para definir a questão de local, data e outras tópicos em que há necessidade do envolvimento do município.

O Festival de Jazz e Blues, caso incorpore à sua programação cantores de um perfil mais popular ou classe média, como aconteceu no ano em que veio se apresentar Ivan Lins, tem tudo para ter ainda mais força do que antes, o que será muito bom para Garanhuns.

PESQUISADORES NORDESTINOS CRIAM EM RECIFE O GRUPO DE ESTUDOS DO CANGAÇO DE PERNAMBUCO


Por Manoel Severo Barbosa

Com o apoio decisivo do Instituto Cariri Cangaço do Brasil, da ABLAC - Academia Brasileira de Letras e Artes do Cangaço -, da SBEC – Sociedade Brasileira de Estudos do Cangaço -, do GECC – Grupo de Estudos do Cangaço do Ceará - e do GPEC – Grupo Paraibano de Estudos do Cangaço -, além de outros ilustres grupos de discussão sobre o cangaço de todo o Brasil, nasce o GECAPE: Grupo de Estudos do Cangaço de Pernambuco; um sonho ha muito acalentado por pesquisadores e apreciadores da temática do querido estado pernambucano, berço inconteste deste que se trata de um dos mais fortes fenômenos sociais do Brasil.



Tendo a frente um quarteto de ouro; pesquisadores; Luiz Ruben Bonfim, Conselheiro Cariri Cangaço, membro da ABLAC e SBEC; o pesquisador e professor Itamar Baracho; o pesquisador Wasterland Ferreira, membro da SBEC e Geraldo Ferraz; Conselheiro Cariri Cangaço, membro da ABLAC e SBEC; além de outros ilustres pesquisadores,escritores e admiradores da temática, o GECAPE nasce com a força do estado pernambucano; um dos mais ricos em memória, tradição e cultura, de todo nosso Nordeste.



Com a palavra Wasterland Ferreira:

Desde há muito sonhava com a formação de um grupo de estudos do fenômeno do Cangaço que fosse sério, imparcial e imbuído no propósito de, além de estudá-lo, promover análises e reflexões sobre o assunto proposto, como também valorizar e enaltecer cada vez mais a nossa rica história regional e pujante cultura nordestina. Portanto, compartilho com os amigos a criação do GECAPE - Grupo de Estudos do Cangaço de Pernambuco.


Na oportunidade, um dos mais festejados pesquisadores da temática cangaço, Dr. Frederico Pernambucano de Mello, proferirá importante e pertinente palestra sobre o ciclo histórico do Cangaço.


O GECAPE nasce com o apoio decisivo do Cariri Cangaço; 
da ABLAC - Academia Brasileira de Letras e Artes do Cangaço;
da SBEC - Sociedade Brasileira de Estudos do Cangaço;
do GECC - Grupo de Estudos do Cangaço do Ceará
e do GPEC - Grupo Paraibano de Estudos do Cangaço.


Já o curador do Cariri Cangaço, Manoel Severo ressalta que:


A chegada do GECAPE nos enche de entusiasmo, sem dúvidas um grupo que já nasce grande, tamanho o talento de seus integrantes como também pela força da querida terra pernambucana, isso é maravilhoso. O Cariri Cangaço se sente muito feliz em ser Patrono desse espetacular grupo, juntos haveremos de continuar construindo momentos importantes no resgate da historia do cangaço.


E conclui:

O Cariri Cangaço estará em peso prestigiando o lançamento do GECAPE, teremos além de mim, mais 11 Conselheiros, os fundadores; Luiz Ruben e Geraldo Ferraz; além de Manoel Serafim, Louro Teles, Junior Almeida, Antônio Vilela, Quirino Silva, Professor Pereira, Emmanuel Arruda, Jorge Remigio e Narciso Dias; que representam também o GPEC, como também estaremos representando oficialmente a ABLAC e nosso presidente Archimedes Marques e o GECC, de nosso presidente Ângelo Osmiro, ambos também Conselheiros Cariri Cangaço; e as presenças mais que honrosas de tantos amigos, vaqueiros da historia, como o Doutor Frederico Pernambucano de Melo e o querido amigo Paulo Britto, Paulo Dunga, Mabel Nogueira, Aninha Ferraz, Waguinho Ferraz, dentre tantos e tantos outros, por fim aos amigos Luiz Ruben, Baracho, Wasterland, Ferraz e todos os demais, avante!


O lançamento oficial do GECAPE acontece neste próximo dia 21 de setembro de 2019, a partir das 13 horas no auditório da Biblioteca Estadual de Pernambuco, Rua João Lira s/n , no bairro Santo Amaro, Recife-Pernambuco.

RESTAURANTE DA COHAB II É HOMENAGEADO NA CÂMARA


Adeilton e Quitéria formam um casal muito querido em Garanhuns.

Eles moram na antiga Rua 45, na Cohab II e têm um restaurante no mesmo bairro, próximo da residência. Funciona há mais de 20 anos e é frequentado por pessoas de todas as classes sociais da cidade.

Eu mesmo já vi por lá muito figurão de Heliópolis e outras áreas nobres de Garanhuns.

Dia de domingo, a rua do Restaurante Nova Garanhuns (este o nome do estabelecimento) fica tão apinhada de carros, que dá trabalho até achar uma vaga para estacionar.

Por que esse sucesso todo?

A comida é de ótima qualidade, o atendimento de primeira e os preços convidativos.

O filé à parmegiana, a galinha ao molho pardo, o pirão, o bacalhau, o sarapatel e outras iguarias são simplesmente deliciosas.

E no restaurante de Dona Quitéria, como muitos o chamam, a sobremesa é grátis. Possivelmente é o único estabelecimento do gênero da cidade que faz essa cortesia.

Por conta de tantos anos de trabalho e bons serviços prestados ao povo de Garanhuns,  a Câmara Municipal está concedendo hoje à noite a medalha Luís Souto Dourado ao Restaurante Nova Garanhuns.

Homenagem justa! Parabéns à Câmara e em nome do presidente Daniel Silva parabenizo todos os vereadores.

O ETERNO PROBLEMA DAS BOMBAS DA COMPESA


O velho problema das bombas da Compesa volta a levar ao desespero moradores de algumas áreas de Garanhuns e especialmente da cidade de São João.

Moradores do município vizinho, enviaram mensagens ontem e hoje informando que na terra do prefeito Genaldi Zumba há 10 dias que não chega água nas torneiras.

Tem gente comprando carrada de carro pipa a 120 reais e algumas donas de casa chegam a chorar com o sacrifício, sem poder lavar pratos e panelas, dar banho em menino, fazer o próprio asseio.

Eu lembro sempre que “água é vida”.

Esse problema das bombas vem desde os tempos de Arraes e nunca ninguém resolveu. E sabe-se que o equipamento é relativamente barato para os cofres do Estado.

Das duas uma: ou falta determinação política ou as tais bombas só estão sendo vendidas na lua.

Sivaldo, Álvaro, Claudiano, Romário, deputados do agreste meridional, conversem com o governador Paulo Câmara e convençam ele a dar um basta nisso.

Aproveitem e digam que as barragens estão cheias, com a graça de Deus.

IZAÍAS BATE O MARTELO: "O CANDIDATO É HAROLDO!"


Prefeito Izaías Régis, em entrevista à Rádio Jornal Garanhuns, deixou muito claro, ontem pela manhã, que seu candidato à sucessão municipal é o vice, Haroldo Vicente (PTB).

Ao ser questionado pelo radialista Eduardo Peixoto sobre quem seria seu candidato à prefeitura, o prefeito respondeu no ato: “Será este que está aqui ao meu lado”.

Eduardo insistiu: “E como é o nome dele?”

Izaías então disse com todas as letras: “Haroldo Vicente. Este é o meu candidato”.

Embora outros, como Silvino e Zaqueu, ainda alimentassem sonhos de vir a receber o apoio do prefeito, há muito que o gestor garanhuense vinha sinalizando sua simpatia pelo vice-prefeito.

Haroldo há muito recebeu “carta branca” para percorrer Garanhuns como se estivesse administrando o município em parceria com o chefe do Poder Executivo.

Participava de reuniões, fazia visitas a bairros e distritos, inaugurou obras e se fez presente em todo lugar em que a prefeitura desenvolvia alguma ação.

Claramente com a orientação de Izaías e ajuda de um marqueteiro, gravou vídeos tentando passar a ideia de que está preparado como pré-candidato e pronto para governar Garanhuns.

A simbiose entre prefeito e vice chegou a tal ponto que Haroldo, numa entrevista, disse que se for eleito o município terá dois prefeitos, ele próprio e Izaías.

Alguns interpretaram que essa foi uma confissão de que Haroldo será submisso ao líder petebista, que continuará mandando na prefeitura num eventual mandato do atual vice.

Isso levou Haroldo Vicente a num dos vídeos produzidos garantir: “Izaías será um parceiro, um conselheiro, mas quem vai mandar sou eu”.

Resta saber como outros nomes do grupo receberão o anúncio de Izaías Régis, principalmente Silvino, que nas pesquisas de opinião pública tem melhor pontuação do que o vice.

BRASIL VIVE ARREMEDO DE DITADURA

Se o Brasil não vive ainda uma nova ditadura e nos é permitido publicar artigos como esse, é possivelmente porque a conjuntura nacional e internacional não permite. Mas os que estão no poder têm espírito autoritário e praticam gestos típicos dos regimes fechados, como foi de 1964 a 1984 entre nós, além dos regimes de exceção na Argentina, Uruguai, Chile, Paraguai, Portugal, Espanha, isso sem falar no falso socialismo da Rússia, Hungria, Polônia e China.

Esta semana, o governo brasileiro na prática impediu o lançamento do filme "Marighella", que conta a história de um militar de esquerda que foi assassinado pelos colegas de farda devido a sua luta por democracia e justiça social.

Reproduzimos abaixo matéria do jornalista Marcos Hermanson, do site Brasil de Fato:

O filme “Marighella”, dirigido por Wagner Moura, teve seu lançamento adiado indefinidamente no Brasil.

Em nota, a produtora O2 Filmes informou que a estreia do longa, prevista inicialmente para o dia 20 de novembro, foi cancelada porque os realizadores não conseguiram “cumprir os trâmites” exigidos pela Agência Nacional de Cinema (Ancine).

A data escolhida inicialmente para o lançamento marcaria tanto o mês em que se completam cinquenta anos do assassinato de Carlos Marighella quanto o dia da Consciência Negra.

As verbas para a produção e comercialização do filme vêm do Fundo Setorial Audiovisual (FSA), administrado pela Ancine. A distribuição é da Paris Filmes.

Recentemente, a agência já havia negado dois pedidos da produtora O2 Filmes referentes à “Marighella”. O primeiro dizia respeito ao reembolso de parte do dinheiro investido na produção do longa, no valor de R$ 1 milhão. O segundo pedia adiantamento de verbas de comercialização, referentes justamente ao lançamento do filme.

“É impossível não pensar que existe uma articulação política para criar esse tipo de ambiente”, disse o diretor Wagner Moura à revista Época na ocasião. Ele já previa, então, que a negativa da Agência poderia atrapalhar a estreia do filme.

Ao jornal O Globo, a O2 responsabilizou a demora da Ancine em ratificar o repasse de verbas do FSA.

*Foto: Brasil de Fato

CAETÉS RECEBE MILHÕES PARA INVESTIR NA AGRICULTURA



Esta semana foi realizada em Caetés uma reunião do Conselho de Desenvolvimento Rural do Município.

Participaram do encontro a gerente do Banco do Nordeste em Garanhuns, Claudiana Santos, o gerente de negócios do Pronaf, Eduardo Nascimento, a coordenadora do CREDIAMIGO, Tássia Daniele e o atuante Secretário de Agricultura, Lucivalter Bernardo, conhecido como Galego.

A gerente do BNB parabenizou o associativismo dos trabalhadores rurais em parceria com Governança Município, órgãos estaduais, bancos e a Câmara de Vereadores, além da coordenação do Conselho de Desenvolvimento Rural Sustentável.

Claudiane destacou que de 2013 até o mês de setembro deste ano aproximadamente 36 milhões de reais já foram liberados pelo PRONAF para os agricultores familiares de Caetés. Deste total,  31 milhões de reais foram do AGROAMIGO, ficando 12 milhões reais no município de bônus para os agricultores.

Para que esse investimento vultuoso na agricultura de subsistência do município  se tornasse em realidade, o  prefeito Armando Duarte orienta que a Secretaria Municipal de Agricultura,  através do secretário Lucivalter (Galego) e sua equipe participem ativamente, façam as  parcerias e forneçam o apoio total e irrestrito para desenvolver o campo junto ao Conselho, Sindicato dos Trabalhadores Rurais, as Associações e o IPA – Instituto Agronômico de Pernambuco.

A coordenadoria do CREDIAMIGO conferiu à Secretária Municipal de Agricultura de Caetés, o Certificado de Parceria e Fidelidade ao Programa, entregue ao gestor da pasta, Lucivalter Santana Bernardo (Galego).

Caetés ocupa o 3° lugar entre os municípios que mais conseguiu liberações de CREDIAMIGO, ficando atrás apenas do município polo do Agreste Meridional Garanhuns e do município de Lajedo,  por terem população bem superior.

A coordenadoria do CREDIAMIGO, conferiu a Secretária Municipal de Agricultura de Caetés, o Certificado de Parceria e Fidelidade ao Programa, entregue ao gestor da pasta, Lucivalter Santana Bernardo (Galego).

Caetés ocupa o 3° lugar entre os municípios que mais conseguiu liberações de CREDIAMIGO, ficando atrás apenas do município polo do Agreste Meridional Garanhuns e do município de Lajedo,  por terem população bem superior.

SAI A PROGRAMAÇÃO COMPLETA DA MAGIA DO NATAL


Na manhã desta quinta-feira (19), o empresário e figura pública Givaldo Calado de Freitas prestigiou a apresentação  da programação da “Magia do Natal” de 2019, pelo Prefeito Izaías Régis,  Secretária de Cultura,  Rayssa Godoy e a Secretária de Turismo,  Neile Barros.
De acordo com informações do prefeito e dos secretários, este ano a “Magia do Natal” ocorrerá de oito de novembro até o dia seis de janeiro do novo ano de 2020. Ou seja: serão 59 dias de festa, com nove finais de semana.
Presentes à solenidade, a imprensa falada e escrita da cidade, a TV Asa Branca - afiliada da Rede Globo, secretários, vereadores e vários empresários da cidade, dentre eles, a figura pública Givaldo Calado, diretor do Garanhuns Palace Hotel.
Givaldo comentou para o blog que “neste ano serão 59 dias de encanto, beleza e reverência à data maior da cristandade na ‘Cidade das Flores’, que se encontra pronta para receber aqueles que vêm de todos os recantos do Brasil para conhecer o nosso Natal, um dos melhores e maiores do país.”
Abaixo a programação do Natal de Garanhuns.