ALEPE

ALEPE
ALEPE

GOVERNO DO ESTADO

GOVERNO DO ESTADO
GOVERNO DE PERNAMBUCO - FUNDARPE

sexta-feira, 16 de novembro de 2018

GENIVALDO MENEZES LAMENTA FALÊNCIA DO MAIS MÉDICOS

A notícia do fim da colaboração dos médicos cubanos no Programa Mais Médicos foi recebida com tristeza pelo ex-prefeito de Águas Belas, Genivaldo Menezes.

Durante a gestão do político, entre 2009 e 2016, a participação dos profissionais estrangeiros foi primordial em diversos momentos e possibilitou o atendimento de saúde a cidadãos da cidade e da zona rural.

“Sou muito grato a esses profissionais tão comprometidos e competentes que vieram para o Brasil cumprir a missão de atender pessoas no Norte, no Nordeste, nas cidades grandes e pequenas, periferias, acampamentos do Sem Terra, assentamento, aldeias indígenas, quilombolas, toda a comunidade rural. Esse foi o único momento que o povo brasileiro teve, de verdade, um atendimento médico decente oferecido pelo Governo Federal. Quero agradecer pela revolução na saúde em Águas Belas com a valiosa ajuda deles”, disse o ex-prefeito.

Genivaldo ressaltou que os médicos cubanos foram essenciais durante o enfrentamento a Chikungunya e Zika, na época em que era o gestor de Águas Belas. “Foi um momento muito difícil, no qual poderíamos ter perdido muitas vidas, se não fosse por eles. Espero que os médicos brasileiros continuem essa missão do Programa com o mesmo carinho e compromisso que a nação cubana teve com o nosso povo”, finalizou. (Da Assessoria de Imprensa).

*Na foto, Genivaldo quando era prefeitos de Águas Belas, com médicos cubanos.

4 comentários:

  1. Muito bem antes de tomar posse, RECRUTA ZERO já tomou uma felizarda iniciativa. Ou seja, acabar com a maior operação de trabalho escravo já montada no Brasil depois da Abolição: é uma tremenda safadeza a vergonhosa exploração dos escravos de jalecos branco, coitados, proibidos de trazer suas famílias para cá e cujos salários são pagos diretamente a Ilha Presídio.

    Tem Teimoso que está furiosamente contra esta medida anti-escravagista do presidente eleito. Muitos estão exigindo que RECRUTA ZERO, pra mostrar que é justo e imparcial, corte relações com países que, tanto quanto Cuba, também praticam a escravatura em pleno Século XXI, ainda adotando o pelourinho e o chicote no lombo. Ei-los: Índia, Blangladesh, Congo, China, Rússia, Paquistão, Uzbequistão, Nigéria, Indonésia e Tailândia, entre outros.


    P.S.: - Não há nada que as ZISQUERDAS odeiem tanto quanto à liberdade, inclusive a libertação dos escravos de jalecos branco. Qualquer tipo de liberdade é repugnante para a putada. E o que dizer da liberdade de expressão...

    ResponderExcluir
  2. Como perguntar não estupra, então lá vai: cubano pode pilotar Avião no Brasil sem passar em prova? Pode construir edifício? Pode dirigir Ônibus? Pode exercer Advocacia? Pode exercer a Veterinária? Por que deveria exercer a Medicina?!?!?! Corretíssima a posição do RECRUTA ZERO em exigir a REVALIDA desses enfermeiros e auxiliares que se passavam por médicos...

    P.S.: - Mesmo aqui no Brasil, esses coitados já viviam praticamente em cárcere privado, vigiados pelos agentes cubanos infiltrados no programa, os chamados ARAPONGAS DO FIDEL!!!

    ResponderExcluir
  3. A putada petralha em conluio com a vagabundada escravagista cubana nunca quiseram REVALIDAR os diplomas de benzedeiras e curandeiros que se passavam por médicos. O interesse maior dessa corja era se aproveitar de 80% dos salários dos escravos de jalecos branco; impedir a visitação dos filhos das “médicas” e proibir pedido de asilo.

    P.S.: - Pergunta-se: cadê a ONU que disse que Lula não é ladrão e sim preso político? E os direitos dos manos?!?!?!

    ResponderExcluir
  4. Nós que fazemos parte da cultura ocidental não aprovamos de maneira alguma o tráfico humano. E O PIOR: além do escravagismo ainda tem a espionagem sobre os indefesos cubanos. Como disse o Governador de Goiás, Ronaldo Caiado, que também é médico: “Junto dos médicos cubanos vão embora os espiões de Cuba, que controlavam todos passos dos médicos”. Quer dizer, escravidão com capitão do mato...
    Além da petezada safada ter permitido que os escravos de jalecos branco praticassem o exercício ilegal da medicina, o Brasil também é cúmplice de trabalho escravo em Cuba e essa exploração escravagista é de responsabilidade dos nossos comunistas/ petistas. O Brasil estava realmente refém dessa esquerda insana. Demoramos demais para reagir...

    P.S.: - A comunistada de Havana ganhava quase US$ 8 bilhões por ano às custas de trabalhadores de saúde enviados a países pobres ou de viés de esquerda/petralhista. Bem entendido: Dólares com “D” de dado e bilhões com “B” de bola. Quantos casacos Adidas Fidel não deve ter comprado com o nosso dinheiro...

    ResponderExcluir