Colégio Diocesano de Garanhuns

Colégio Diocesano de Garanhuns
Colégio Diocesano de Garanhuns

Governo de Pernambuco

Governo de Pernambuco
Governo de Pernambuco

TIME DE ESTRELAS APOIA CANDIDATURA DE LULA

Alceu, Sônia, Alcione, Bruna, Caetano, Aline, Wagner e Veríssimo

Está circulando na internet um clipe com um time de primeira que resolveu abraçar a candidatura de Lula à presidência da República.

Constam da relação cantores, escritores, cineastas, atrizes e outras personalidades do meio artístico como Alceu Valença, Lenine, Chico César, Caetano Veloso, Gilberto Gil, Caetano Veloso, Luís Fernando Veríssimo, Alice Braga, Alcione, Alessandra Negrini, Gal Costa, Odair José, José de Abreu, Osmar Prado, Preta Gil, Letícia Sabatella, Wagner Moura, Aline Moraes, Bruna Marquezine, Ivan Lins, Kleber Mendonça.

Assista aqui o vídeo com música e todos os figurões que são favoráveis à volta de Luiz Inácio Lula da Silva ao poder:

CAMPO DO PARQUE SERÁ INAUGURADO NO DIA DO ANIVERSÁRIO DE GARANHUNS

Às vésperas do aniversário de Garanhuns, no próximo dia 4 de fevereiro, o prefeito do município, Sivaldo Albino, vai promover uma série de inaugurações.

A Secretaria de Comunicação divulgará no início da noite, ou amanhã cedo, a programação completa.

Antecipamos agora, porém, duas das obras que serão inauguradas: O campo do Parque Euclides Dourado (dia 3) e o PSF da Cohab I (dia 2).

São duas obras iniciadas no governo anterior e que nunca foram concluídas.

A administração passada teve oito anos para terminar o campo, mas não o fez.

Unidade de saúde da Cohab I completou seis anos desde que começou a obra. Será inaugurada no dia do aniversário de Garanhuns, assim como o campo do parque.

O Secretário de Comunicação do Município, Ronaldo César, explica que serão 10 dias de ações da prefeitura, com as inaugurações começando já esta semana. 

SÉRGIO MORO PODE SER ALVO DE CPI EM BRASÍLIA

Na Câmara Federal há um movimento para se criar uma CPI que investigue os ganhos suspeitos do ex-ministro de Bolsonaro, Sérgio Moro, na empresa americana Alvarez & Marsal.

É que o ex-juiz de Curitiba, que prendeu pessoas sem provas, quebrou empresas e contribuiu com o aumento do desemprego no Brasil, faturou muito dinheiro justamente da companhia que cuidou da recuperação judicial das firmas quebradas por ele.

Os deputados querem saber quanto Moro recebeu da Alvarez & Marsal.

O super herói fabricado pela Globo e outros veículos da grande imprensa já foi julgado como juiz parcial pelo Supremo Tribunal Federal, está sendo investigado pelo Tribunal de Contas da União e se for alvo de uma CPI pode "dançar" de vez.

Como não decola nas pesquisas como pré-candidato a presidente, termina mesmo é disputando um mandato de deputado ou senador, para conseguir imunidade parlamentar. Isso se der tempo, porque quando outros mal feitos dele vierem à tona talvez se esfarele de vez.

A CPI que estão querendo criar une petistas, bolsonaristas, moderados e radicais.  No Congresso Nacional acontece dessas coisas. E na Câmara dos Deputados o ex-ministro não parece ser muito querido, tanto que quando prestou depoimento aos parlamentares o chamaram de ladrão, olho no olho.

Na imprensa ainda tem gente defendendo Moro. Não é o caso do medalhão Reinaldo Azevedo, que hoje mesmo escreveu um artigo demolindo o ex-super herói. Ele também quer saber quanto o pré-candidato faturou com a assessoria que deu à empresa americana.

Sérgio Moro talvez tenha imaginado que existe crime perfeito.

Ele, Dallagnol e outros célebres participantes da famigerada Operação Lava Jato jamais imaginaram que suas ilegalidades, conversas indecentes,  pelo Telegram, um dia seriam de conhecimento público.

Um hacker, o jornalista americano Glenn Greenwald e mais alguns veículos de comunicação do país tiraram a máscara do juiz, que hoje não passa de uma Janaína Pascoal de calças.

"O rei ficou nu". Aliás, é bom esclarecer, de rei esse sujeito não tem nada. Está mais para pato ou marreco de Maringá, que já deve ter tido orgulho dele, porém atualmente deve se envergonhar (pelo menos parte da população consciente) desse farsante.

REVELAÇÕES INÉDITAS DO EX-PREFEITO BARTOLOMEU QUIDUTE

Rosa e Bartolomeu Quidute

O médico Bartolomeu Quidute, natural de Flores, no Sertão de Pernambuco, foi prefeito de Garanhuns de 1993 a 1996.

Foi a terceira via que emplacou. Em 92, começou desacreditado,  foi crescendo ao longo da campanha, num trabalho de porta a porta, vencendo no final por mais de 16 mil votos de diferença o também médico José Tinoco, apoiado na época pelo prefeito Ivo Amaral e pelo governador Joaquim Francisco.

Ao assumir, Bartolomeu abriu espaço para novas caras no secretariado, revelando talentos como Alexandre Marinho, que até hoje se destaca como uma das cabeças pensantes da política de Garanhuns.

Bartolomeu levou o governo à periferia, como nunca se tinha feito antes. Construiu postos de saúde nos bairros mais afastado, conseguiu junto ao Governo Federal o Caic do Indiano, ainda hoje a maior escola da rede municipal e criou um programa de distribuição de sopas, à frente a primeira dama Rosa Quidute, que atendia centenas de famílias.

O ex-prefeito também se preocupou com obras de saneamento e de combate às voçorocas (formação de grandes buracos em áreas da cidade devido à erosão).

Foi um governo mais aberto à população, por isso Bartolomeu no último ano do mandato estava bem avaliado e teve forças para fazer o seu sucessor.

Apoiou a chapa formada por Silvino Duarte e Márcio Quirino, que derrotou por uma diferença de pouco mais de 2 mil votos uma candidatura fortíssima, encabeçada por Ivo Amaral, tendo o empresário Expedito Nogueira como vice.

Poderia ter sido uma boa escolha, mas na época não deu certo. No início dos anos 90 se falava muito em Paulo César Farias, o testa de ferro de Fernando Collor, presidente que sofreu o impeachment.

Os adversários de Ivo associaram o nome de Nogueira ao de PC e com essa estratégia conseguiram prejudicar a chapa, a princípio favorita para ganhar o pleito.

Em conversa com o editor do blog, quase 30 anos depois daquela eleição, Quidute, que considera ter sido traído por Silvino, revelou que ele não era o candidato de sua preferência.

Primeiro ele tentou convencer o empresário Guilherme Ferreira Costa a ser candidato. Depois fez o mesmo com Mário César Filho, o Marinho do Grupo Pérola.

Os dois não quiseram e ele passou a apostar no nome de Dr. Lamberto, que também não aceitou o desafio.

Na verdade ninguém queria enfrentar Ivo Amaral, que tinha feito duas grandes administrações quando na prefeitura.

O candidato então, conta Bartolomeu Quidute, foi escolhido através de pesquisas. Uma o próprio prefeito da época encomendou e outra foi contratada pelo lojista Izaías Régis, que integrava o grupo governista.

Silvino saiu na frente nas duas pesquisas e o gestor acatou o resultado, porque tinha dado a palavra.

"Silvino começou com 3% das intenções de voto, enquanto Ivo tinha 68%", revelou o médico e político.

Foi pra rua junto com Dona Rosa e toda equipe, Alexandre Marinho bolando estratégias de marketing, o radialista Gerson Lima fazendo um bom programa de rádio,  e virou no final dando a Silvino uma vitória em que poucos no começo acreditavam.

O novo prefeito antes mesmo de assumir já estava afastado do seu principal apoiador.

No poder, realizou um conjunto de obras que lhe permitiu uma reeleição fácil (a primeira em Garanhuns) e não fez o menor esforço para preservar o legado de Bartolomeu que não conseguiu vencer mais nenhuma eleição.

Em 2020, contudo, Quidute deu a volta por cima. Ele e seu ex-adversário, Ivo Amaral, estiveram juntos na histórica vitória de Sivaldo Albino contra Silvino, que chegou a colocar 16 pontos da vantagem segundo as pesquisas, mas no final perdeu a disputa por pouco mais de 1.800 votos.

Bartolomeu Quidute é querido como médico e como político tentou fazer diferente, numa linha mais próxima da esquerda, de quem sempre foi simpatizante.

Este ano está pronto para votar em Lula e no candidato do PSB ao governo. Ao contrário de muito dos seus colegas de profissão, é defensor do programa Mais Médicos, extinto pela administração de Bolsonaro.

Em 2018, quando visitou Cuba, a ilha socialista, Bartolomeu ficou convencido de que lá a medicina funciona e toda população tem acesso aos serviços de saúde.

O ex-prefeito critica o negacionismo que contamina setores do governo e da sociedade e acredita que somente quando os políticos cumprirem as promessas feitas em campanha, quando chegam ao poder, será possível extinguir esse mal que está se espalhando no Brasil.

MINISTRO É CHAMADO DE MENTIROSO E ENTIDADES PEDEM SEU IMPEACHMENT


O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, está sendo criticado por colegas médicos, jornalistas e políticos.

No Jornal da Band, do final de semana, ele foi chamado de mentiroso, por apontar um número de mortes devido a efeitos colaterais das vacinas completamente irreal.

O apresentador do telejornal disse que Queiroga está conseguindo ser pior do que Eduardo Pazuello.

Na quinta-feira que passou, os presidentes da Associação Brasileira de Imprensa (ABI), Paulo Jerônimo, e do Sindicato dos Médicos do Rio de Janeiro, Alexandre Telles, protocolaram um pedido de impeachment do ministro,

Seguem informações da Revista IstoÉ Dinheiro: 

No documento (do pedido de impeachment), os solicitantes apontam como justificativa para o afastamento a atuação de Marcelo Queiroga diante da pandemia de covid-19, especialmente a demora do ministério em viabilizar a vacinação de crianças contra a doença.

O texto acusa o ministro de ser negacionista com a Ciência e “completamente submisso” aos ditames do presidente da República, Jair Bolsonaro, que foi a público dizer ser contra a imunização infantil.

O pedido aponta ainda que “a irresponsabilidade, ineficiência e incapacidade do Ministro Queiroga violam o dever de eficiência esculpido no art. 37 da Constituição da República”. 

Os autores do pedido acusam o ministro de crime de responsabilidade por recusar dar prioridade à saúde das crianças, “negando-lhes o direito à vacinação ou criando obstáculos à sua realização”.

No fim de dezembro, o Ministério da Saúde lançou uma consulta pública sobre a possibilidade de vacinação infantil contra a covid no País, mesmo após a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) liberar o imunizante da Pfizer para esse público.

A primeira aplicação de imunizante contra a covid em uma criança no Brasil ocorreu no dia 14 de janeiro, quase um mês após a autorização do órgão sanitário.

O documento também aponta ilegalidade no fato de o ministro não ter agido para punir os servidores que teriam vazado dados de médicos pró-vacina, acusando-o de prevaricação. Na primeira semana deste ano, dados pessoais de três médicos que defendem a vacinação de crianças contra a covid, como telefone e e-mail, foram espalhados em grupos bolsonaristas a partir de documentos do Ministério da Saúde.

O Ministério até o momento não se manifestou sobre o pedido de impeachment.

O NEGACIONISMO PRECISA SER ESTUDADO


Por Roberto Almeida

O negacionismo não é novo. Filósofo e matemático italiano Giordano Bruno foi queimado numa fogueira por defender ideias mais de acordo com a ciência do que com a doutrina religiosa de sua época.

Anos depois, o cientista Galileu Galilei, também da Itália, precisou renunciar as suas ideias (que colocava o sol como centro do universo) para evitar o mesmo destino de Giordano.

Alguém poderia dizer: "Ah, mas isso aí foi nos séculos XVI ou XVII"!. 

Sim, faz muito tempo. E o mais incrível é que no século XXI, com toda ciência e tecnologia, o negacionismo ainda tem vez, autoridades (inclusive da área médica) rejeitam o conhecimento e fazem a opção pela ignorância.

Nos últimos dias, assisti vídeos incríveis (infelizmente no mau sentido) com advogados, médicos e religiosos se posicionando contra a vacinação, apesar de todas as evidências que elas estão salvando milhões de vida em todo o mundo.

Um bispo do interior de Goiás fez uma pregação esdrúxula, chegando a afirmar que "passaporte de vacina é coisa do satanás".

Em Brasília, um advogado entrou com um processo contra o jornalista William Bonner, da Globo, por se posicionar, no noticiário da emissora, contra o negacionismo e a favor da vacinação dos brasileiros, incluindo as crianças.

O presidente da República do Brasil, neste sábado, deu a entender que a variante ômicron, do coronavírus, é "vacinal". Ele mesmo já tinha dado a entender que essa variante é bem-vinda.

Essas situações seriam engraçadas, não representassem uma tragédia. Somente no nosso país a Covid já matou mais de 620 mil pessoas.

Mas notícia sobre vacinas e a importância do processo de imunização desperta pouco interesse. Qualquer fofoca política dá mais ibope.

Os negacionistas são minoritários, mas fazem muito barulho e causam danos irreparáveis a toda a humanidade.

Claro, não é só no Brasil. Até o ano passado o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, minimizava a Covid, não priorizou a vacina e o país da América do Norte chegou ao maior número de mortes pela Covid em todo o mundo.

Bastou entrar outro presidente, com outra visão, para a situação nos EUA mudar radicalmente, o número de vítimas caiu de 4 mil pessoas por dia para quase nada.

Até um filme, de muito sucesso por sinal, foi feito para refletir a loucura do mundo atual, habitado por políticos patéticos, uma mídia venal e empresários dispostos a tudo para fazer mais dinheiro, sem dar a menor importância à vida humana.

"Não Olhe pra Cima", o filme,  é um soco no negacionismo e na idiotia crônica que tomou conta do planeta.

Eles resistem, contudo, querem voltar no tempo, demolir a ciência, transformar os ignorantes das redes sociais em sábios.

Se formos seguir à risca o pensamento de alguns políticos, advogados, jornalistas (tipo Alexandre Garcia), padres, pastores e bispos, vamos voltar à época em que não tinha penicilina e nenhum tipo de vacina, de modo que se possa morrer novamente de tuberculose, blenorragia ou uma simples gripe.

Fique claro que todos os citados são minoria. Apenas chamam muito atenção, graças as tais redes sociais e algumas vezes à cumplicidade de alguns veículos de comunicação.

Chegamos ao ponto, em Garanhuns, de garçons ficarem com medo de pedirem o comprovante de vacinação. É que eles têm sido agredidos por pessoas endinheiradas nos restaurantes pelo simples fatos de procurar cumprir a lei.

Liberdade de expressão não dá a ninguém o direito de colocar a vida em risco. O coletivo precisa se sobrepor ao individual.

A situação, logicamente, não se restringe a Garanhuns. O mesmo deve estar acontecendo em Caruaru, Recife, Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília.

O negacionismo virou uma espécie de religião. E os fanáticos defendem suas ideias absurdas com unhas e dentes, só faltam se armar para lutar contra o "cerceamento dos seus direitos".

Um dia tudo isso vai passar. A loucura dos tempos atuais já esteve presente em outros momentos da história, e não apenas na Idade Média que levava pessoas inteligentes à fogueira.

Na década de 30, em países civilizados da Europa, o fascismo chegou ao poder na Itália, Alemanha e Espanha e Hitler, o pior dos ditadores, foi responsável pela morte de milhões e milhões de pessoas em todo o mundo.

A história registra que mais de 6 milhões de judeus foram exterminados, a maior parte em campos de concentração que não poupavam idosos, mulheres e crianças.

Assassinaram em massa ciganos, deficientes, homossexuais e muitos adoraram Hitler (também Franco, Mussolini, Stalin), como se eles fossem verdadeiros messias.

As lições da ascensão do fascismo, da II Guerra Mundial que levou a morte 50 milhões de pessoas,  deviam servir para que as pessoas não aceitassem mais a barbárie. Não é o que estamos vendo, porém.

Tá todo mundo louco, como pregava uma música de um compositor mediano da década de 70. "Para o mundo que eu quero descer", apelou o referido artista.

Tem hora que dá vontade de dormir dias e dias, talvez meses ou mesmo anos. E só acordar quando for possível voltar ao normal.

Sem pandemia, com a vitória da ciência e a derrota da ignorância, praticamente sinônimo da praga do negacionismo.

*Imagem: Guia do Estudante. 

PERSONAGENS DE HISTÓRIAS INFANTIS SÃO UTILIZADOS NA VACINAÇÃO EM CAETÉS


Em Caetés a Secretária de Saúde usou de muita criatividade para atrair as crianças à vacinação contra Covid.

Num mutirão realizado na sexta-feira (21), personagens da história infantis e super heróis foram usados no local onde foi realizado um mutirão com objetivo de imunizar os menores, na faixa etária de 5 a 11 anos.

O prefeito Nivaldo Tirri (Republicanos) e o Secretário de Saúde, Marco Calado Filho, estiveram presentes, acompanhando de perto a aplicação das vacinas nas crianças.

Está sendo utilizado o imunizante da Pfizer, pediátrico, comprovadamente eficaz, segundo Dr. Marco Calado.

DANNILO GODOY CONSOLIDA NOVOS APOIOS NO AGRESTE


A pré-candidatura a Deputado Estadual de Dannilo Godoy segue recebendo apoios importantes. Em São João, na manhã desta sexta-feira, Edivaldo de João Sula preparou um café da manha e reuniu seu grupo para receber Dannilo. A reunião contou com as presenças do Vereador Léo Manobra, do suplente de Vereador Manoel da Geladeira, presidentes de associações comunitárias e Conselheiros Tutelares.

Em Panelas, Dannilo se reuniu com o Vereador Mano do Distrito de Boca da Mata. Mais uma grande liderança política que se junta ao projeto do ex-prefeito de Bom Conselho que vai disputar uma cadeira na Assembléia Legislativa de Pernambuco.


Para finalizar a semana com “chave de ouro” Dannilo Godoy esteve em Lagoa dos Gatos. Boró e sua esposa Aldenora convidaram vereadores, ex-vereadores e lideranças para uma reunião de afirmação de compromisso com o pré-candidato.

Dannilo Godoy segue firme reunindo forças políticas pelo estado e formando bases eleitorais. Dia após dia sua pré-campanha fica mais forte através dos apoios que vêm recebendo.

ALTAMIR PINHEIRO CONSIDERA FRACO O ATO DA OPOSIÇÃO NA AGA


Articulista Altamir Pinheiro esteve presente na AGA, ontem à noite, para prestigiar o encontro político promovido pela oposição.

Eleitor de Silvino na eleição passada, sem nenhuma ligação com o Governo Municipal, Altamir é insuspeito para falar do que viu.

Segundo ele, apenas metade das cadeiras estavam ocupadas, um único prefeito do Agreste Meridional, no caso a prefeita de Canhotinho, Sandra Paes, prestigiou o ato político.

"Foi um fracasso, Izaías tinha de ter lotado a AGA. Parecia coisa de amador", avaliou Pinheiro.

Estiveram presentes na Associação Garanhuense de Atletismo os prefeitos Anderson Ferreira (Jaboatão), Raquel Lyra (Caruaru), o ex-senador Armando Monteiro,  o ex-prefeitos Izaías Régis e Rossine Blesmany (de Lajedo), deputado estadual Álvaro Porto e deputado federal Fernando Rodolfo.

Algumas comitivas de cidades vizinhas ajudaram a reforçar o público na AGA, de cidades como Canhotinho, Bom Conselho, Lajedo, Caruaru e até de Gravatá.

VEREADOR MATHEUS DESTINA RECURSOS PARA AÇÕES DE INFRAESTRUTURA


O vereador Matheus Martins (PSD) decidiu investir os recursos de suas Emendas Impositivas em ações de Infraestrutura; Abastecimento D´água e para viabilizar melhorias no atendimento prestado à população de Garanhuns, através dos Postos de Saúde e do Hospital Infantil Palmira Sales.  

O parlamentar, que exerce a função de vice-presidente da Câmara Municipal de Garanhuns,  destinou R$ 85 mil reais para ações de reforma da Praça Monsenhor Tarcísio Falcão, na Vila Lacerdópolis e R$ 15 mil para perfuração de um Poço Artesiano, na comunidade do Sítio Borges. 

Já no segmento de Saúde Pública, Martins destinou R$ 90 mil para aquisição de equipamentos para as UBS Brasília I e II, no bairro do Magano; bem como para a Unidade de Saúde da Vila do Quartel. “Esses recursos também podem ser investidos na reforma daqueles Postos de Saúde”, registrou Matheus, que também destinou R$ 6 mil reais para compra de equipamentos ou melhorias na estrutura do Hospital Palmira Sales, cuja característica principal é a filantropia.

EMENDAS IMPOSITIVAS - A partir deste ano de 2022, os Parlamentares Municipais passaram a contar com as Emendas Impositivas. Cada Parlamentar teve R$ 206.591,23 para destinar em emendas obrigatórias ao Orçamento do Município. Ao todo, os Parlamentares de Garanhuns tiveram mais de R$ 3,5 milhões de reais para destinar em ações no Município. Desse montante, quase R$ 2 milhões de reais foram direcionados para investimentos na área da saúde em Garanhuns, cujos investimentos serão realizados pela Prefeitura ao longo deste ano.

NÊGO DO MERCADO FAZ VISITA AO ABATEDOURO PÚBLICO DO MUNICÍPIO


Dentro do seu propósito de visitar todos os prédios públicos do município, o prefeito de Capoeiras, Nêgo do Mercado (PSB), esteve esta semana vendo de perto a situação do Abatedouro Público.

Percorreu o local, conversou com os funcionários, fez perguntas sobre as necessidades da repartição e saiu de lá com conhecimento do que deve ser feito para melhorar o serviço.

Desde que assumiu o mandato, em 14 de novembro do ano passado, Nêgo já visitou escolas, postos de saúde, hospital, secretarias e outros prédios públicos, tanto na cidade quanto nos povoados e zona rural.

É importante esta preocupação do prefeito, que ao tomar decisões, resolver iniciar determinado trabalho,  vai saber exatamente o que cada local precisa.

A assessoria do gestor disponibilizou um vídeo da visita feita ao abatedouro. Confira:

HOSPITAL DE PARANATAMA FAZ TRÊS CIRURGIAS COM SUCESSO NUM SÓ DIA




Reinaugurado recentemente, o bloco cirúrgico do hospital municipal de Paranatama tem salvado vidas, sem precisar que os moradores da cidade se desloquem aos grandes centros para fazer uma operação.

O médico Pedro Ferreira comandou a equipe que realizou cirurgias de vesícula e hérnia, que antes só podem ser feitas em cidades maiores, como Garanhuns, Caruaru e Recife.

Somente esta semana, num mesmo dia, três cirurgias foram realizadas com sucesso no hospital de Paranatama. 

O prefeito Valmir do Leite, o secretário Valdir Pimentel e toda equipe estão orgulhosos do trabalho e têm razão para isso.

Paranatama, embora seja um município de pequeno porte, está dando o exemplo até para cidades maiores. 

ZAQUEU VAI PRESTIGIAR ENCONTRO NA AGA, MAS ADMITE APOIAR LULA


Ex-vereador Zaqueu Lins (PL), que disputou a eleição de prefeito de Garanhuns pelo PP, em 2020, ficando em terceiro lugar (16.489 votos), confirmou para o blog que estará prestigiando o encontro da oposição hoje à noite, na Associação Garanhuense de Atletismo, AGA.

Ele disse que vai hoje ao ato político por trabalhar com o deputado federal Fernando Rodolfo, que é do PL, o mesmo partido do presidente Bolsonaro. Mas Zaqueu está mais interessado na conjuntura estadual e no plano nacional revela ter simpatia pela candidatura de Lula.

"O único voto que eu tenho garantido hoje é o do deputado federal, Fernando Rodolfo. E se for candidato a estadual, claro, votarei em mim", afirmou o ex-vereador, deixando claro que nem mesmo está decidido ainda a acompanhar o nome da oposição para o Governo do Estado.

Recebemos informações que algumas lideranças tentam aproximar Zaqueu Lins do prefeito Sivaldo Albino. O ex-parlamentar, porém, disse que isso não procede e só houve uma chance de estar perto do governo municipal ou pelo menos do estadual no início do ano passado, quando ainda era ligado ao deputado Claudiano Filho.

No encontro político da AGA, vamos ter lideranças políticas que fazem oposição ao governador Paulo Câmara, mas no plano nacional estão divididas. O prefeito de Jaboatão, Anderson Ferreira, também é do PL e certamente apoiará Bolsonaro. Raquel Lyra é do PSDB e deve acompanhar João Dória. Outros, caso de Zaqueu, mesmo filiado ao PL não esconde ser simpatizante da candidatura de Lula.

Izaías Régis, que também deve estar na AGA hoje à noite, deixou claro esta semana que sua principal preocupação não é a eleição presidencial. Está mais interessado na disputa de governador e da Assembleia Legislativa.

Deputado federal Fernando Rodolfo (PL), que hoje tem em seu gabinete o ex-vereador Zaqueu Lins, faz forte oposição a Paulo Câmara desde a eleição de 2018. No plano nacional certamente estará com Jair Bolsonaro.

Adriano Tenório, que participou da campanha do PP em 2020 e ainda hoje assessora o político,  agora filiado ao PL,  deve votar em Lula para presidente. Outro ainda mais próximo de Zaqueu, seu irmão Abrão Lins, declara abertamente sua preferência pelo candidato do PT à presidência e não esconde de ninguém que tem horror a Bolsonaro.

Assim, não é de estranhar que quando a campanha chegar o vereador de cinco mandatos na Câmara e perto de 16.500 votos na eleição de prefeito,  fique com o garanhuense Lula, até porque ficar contra o candidato do PT no município é um péssimo negócio.

EX-PREFEITO JOSÉ QUEIROZ DETONA ADMINISTRAÇÃO DE RAQUEL LYRA


Prefeito de Caruaru por quatro mandatos, um fato inédito na história do município, José Queiroz (PDT) não aprova a administração de Raquel Lyra (PSDB), atualmente no poder, na Terra de Vitalino.

Entrevistado pelo jornalista Magno Martins, no programa Frente a Frente, transmitido por um pool de emissoras de rádios do estado, Queiroz bateu duro em Raquel.

Segundo o ex-prefeito, a atual governante da capital do Agreste "vende gato por lebre" e faz uma administração desastrosa, tendo feito o município retroceder.

"Ela abandonou cinco parques da cidade e é prefeita de uma obra só. Enganou em Caruaru e agora quer enganar os pernambucanos", detonou Zé Queiroz.

No seu entender, Raquel nem tem chapa de deputados para disputar uma eleição majoritária e o único candidato federal aliado até o momento é Douglas Cintra, que por sinal ainda está filiado ao PTB.

Queiroz disse que em suas administrações procurou fazer obras estruturadoras em Caruaru, diferente da atual prefeita, que na sua visão está perdida. Segundo Magno, Raquel caso saia candidata ao governo hoje tem 30% das intenções de voto no município que administra. "Miguel Coelho, se sair candidato, sai de sua cidade com 80%", comparou o jornalista.

Aliado dos Lyra no passado, José Queiroz hoje faz dura oposição à prefeita de Caruaru. 

*Foto: Reproduzida do site do Jornal de Caruaru.

SIVALDO DESTACA A IMPORTÃNCIA DA VACINAÇÃO EM GARANHUNS


Os números da Covid voltaram a subir em diversos países e também no Brasil.

Mas graças às vacinas, o número de mortes caiu muito. Até pessoas próximas de 90 anos de idade tiveram a doença e logo ficaram curadas, pelo fato de estarem protegidas pela CoronaVac, Pfizer ou AstraZeneca. 

O prefeito de Garanhuns, Sivaldo Albino, que desde o início da pandemia lutou por leitos, equipamentos necessários para o enfrentamento do vírus também desde o princípio defende a vacinação de todos os moradores do município.

Sivaldo lembra como começou o trabalho de imunizar a população:

Há exatamente um ano, Garanhuns dava o pontapé inicial no maior programa de vacinação da história do município, com o lançamento oficial da Campanha Vem Vacina. A missão de levar o imunizante até o maior número de garanhuenses tem sido uma realidade deste então. A Prefeitura de Garanhuns, por meio da Secretaria de Saúde, acelerou o ritmo com a montagem de estrutura e ampliação da equipe para reforçar as estratégias de vacinação.

Até o momento, já foram mais de 250 mil vacinas aplicadas no município. Desta forma, foi possível alcançar o percentual de mais de 90% da população acima de 12 anos com pelo menos uma dose, além de quase 87% de cobertura deste público com a segunda dose, e 31% de cobertura com a dose de reforço contra a Covid-19.

E por aqui continuamos no mesmo ritmo, pé no acelerador para garantir uma ampla cobertura com a dose de reforço e também a imunização das nossas crianças de 5 a 11 anos de idade.

Afinal, a vacina nos trouxe de volta a esperança e a tranquilidade de dias melhores.

Vacina salva vidas!