SEBRAE

SEBRAE
SEBRAE

ALEPE

ALEPE
ALEPE

terça-feira, 29 de maio de 2018

SECRETARIA DE SAÚDE DÁ ATENDIMENTO A CAMINHONEIROS

Uma ação que merece elogios foi praticada por profissionais da Secretaria de Saúde de Garanhuns, nesta segunda, dia 28.

Eles promoveram uma ação de promoção da saúde na BR-423, visando atender aos caminhoneiros que aderiram à greve nacional e estão parados na localidade.

Após os atendimentos realizados nas Unidades Básicas de Saúde , os serviços foram oferecidos de maneira gratuita para mais de 50 pessoas.

Foram realizados atendimentos médicos e de enfermagem, para os casos mais críticos; testes de glicemia; aferição de pressão arterial; vacinação contra hepatite, difteria e tétano; avaliação nutricional; além de repasse de orientações com profissional de psicologia. Também houve distribuição de medicamentos para os profissionais da categoria.

De acordo com a secretária de Saúde de Garanhuns, Nilva Mendes, a iniciativa busca promover a saúde dos profissionais “É uma ação estratégica que também acontece em solidariedade aos caminhoneiros. Esta é uma classe que necessita de cuidados específicos na área de saúde. Por isso a ideia de mobilizar uma equipe para atendimentos in loco, beneficiando assim vários profissionais”, afirmou a titular da pasta.

A ação merece elogios pela solidariedade aos trabalhadores, que estão sendo criminalizados por alguns órgãos de imprensa, quando os grandes culpados por toda essa situação é o “presidente” Michel Temer e o presidente da Petrobrás, Pedro Parente, com a política de reajustar o preço dos combustíveis de maneira abusiva.

Para alguns políticos ligados ao governo, caso do deputado e pastor Silas Malafaia, os caminhoneiros são aproveitadores e deviam ser presos. O ex-prefeito de São Paulo, João Dória, também aliado de Temer, logo no começo da greve detonou: disse que os trabalhadores que paralisaram o país não passam de “vagabundos e preguiçosos.

Esses políticos poderiam fazer a experiência de passar uma semana dirigindo um caminhão pelas estradas do Brasil para ver como é difícil a vida desses motoristas.

Aqui na região, felizmente, prefeitos como Izaías Régis, de Garanhuns, e Rossine Blesmany, de Lajedo, deram apoio aos caminhoneiros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário