SÉRGIO MORO SOFRE SUA MAIOR DERROTA NO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL

 

A Globo aliviou, no Jornal Nacional, mas os ministros do STF foram muito claros: Sérgio Moro, quando juiz, usou a Lava Jato para fazer política e prejudicar o candidato do PT, Fernando Haddad.

Pela decisão do Supremo, magistrado guardou um depoimento de Antônio Palloci para usá-lo às vésperas da eleição e ajudar Jair Bolsonaro a vencer a disputa. 

Depois foi ministro do Governo Federal por mais de um ano, beneficiado pelas suas artimanhas. 

Pela decisão dos representantes do Supremo, delação de Palloci não poderá mais ser usada contra Lula. É a primeira decisão importante do ex-juiz anulada pelo Supremo, o que abre caminho para sua suspeição em todo o processo contra o líder petista. 

Moro, que já havia sido desmascarado pelo site The Intercept e outros veículos da imprensa nacional e estrangeira, agora leva uma “porrada” do órgão máximo da Justiça no país.

Foi uma vitória e tanto da defesa do ex-presidente Lula, que além de ver o ex-ministro ser derrotado nesse ponto, ainda terá acesso a documentos que antes lhes eram proibidos.

Ex-juiz e lavajateiros em geral devem estar tremendo nas bases.

Sérgio Moro tentou se justificar perante a decisão dos ministros do STF, mas para o bom entendedor a impressão é de que age como qualquer sujeito flagrado em delito: jura que é inocente.

Um comentário:

  1. Todo o brasileiro do bem, excetuando-se aí o STF de Gilmar Mendes, os fanáticos e doentes que fazem parte do BOZOLULISMO tem tomado um banho de civilização e moralismo para ver desfilar nestas páginas a biografia ou então destrinchar a anatomia de um moralista nato do quilate de um cidadão da envergadura moral de Sérgio Moro que, recentemente, foi classificado pela revista Forbes, por estar entre as 50 maiores personalidades mais adoradas e respeitadas no mundo neste século XXI. A bem da verdade, Moro, destaca-se como a única celebridade da América Latina que faz parte desse seleto grupo da revista norte-americana. A honraria é tamanha e o orgulho do brasileiro tornou-se tão gratificante, que a nação inteira está de olho e dando todo apoio a Sérgio Moro para elegê-lo presidente da República em 2022, ainda no primeiro turno, haja vista o país está diante de um exemplo de dignidade, respeito, profissionalismo e cidadania. Não é nenhuma novidade para todos nós que o maior ídolo brasileiro da atualidade, sempre teve um comportamento pautado na lei, na honestidade, na eficiência e na discrição. Não é à toa que, o excelente e aclamado Moro, com sua invulgar autoridade moral, hoje, ele é o brasileiro mais admirado pela população por ter sido um excelente servidor público e até porque cumpriu suas funções dentro do que manda o figurino. Por onde passa se destaca como um gigante da moralidade pública; um monumento à moralidade nacional; um monumento de retidão e virtude; como também carrega em seu bojo uma conduta pessoal irrepreensível.





    ResponderExcluir