SEBRAE

SEBRAE
SEBRAE

ALEPE

ALEPE
ALEPE

sábado, 24 de janeiro de 2015

IGREJA CENTRAL REALIZA CULTO PELOS 115 ANOS


Foi realizado na noite de quinta-feira passada (22), na Igreja Presbiteriana Central de Garanhuns (IPGC) um Culto de Gratidão pelos 115 anos de Fundação.

O momento contou com a participação de parte dos membros da Igreja, presbíteros e diáconos, bem como com integrantes dos departamentos que formam a Igreja. O pastor Inaldo Cordeiro Peixoto conduziu o Culto e evidenciou na pregação da noite, a importância e o compromisso de levar a Palavra de Deus ao mundo. A pregação foi baseada no Livro de Mateus 5, 13-14, que evidencia “Os discípulos são o sal da terra e a luz do mundo”.

Após o Culto os membros se confraternizaram em um jantar. A programação de aniversário da Igreja Presbiteriana Central de Garanhuns se estenderá por todo o ano com eventos pontuais que contemplarão todos os departamentos da Igreja.

O momento maior será nos dias 21 e 22 de março, quando acontecerá a celebração do aniversário da Igreja, com a participação do Coral Semírames Bezerra, Grupo Voz e Melodia e do Rev. Sérgio Vitalino – Pastor da Igreja Presbiteriana de Boa Viagem (Recife).

História

A Igreja Presbiteriana Central de Garanhuns foi idealizada pelo missionário e médico norte-americano George William Butler - natural da Georgia (EUA). Casado com Humphrey Butler, estudou medicina em Baltimore (EUA) e chegou ao Brasil em 1883. Em 1894, passou a morar em Garanhuns, onde trabalhava como missionário presbiteriano e médico, já que nessa época houve uma epidemia de febre amarela na cidade.

Em 1895, ele fundou a Igreja Presbiteriana Central de Garanhuns. Neste ano, em Garanhuns, foram batizados os primeiros conversos protestantes presbiterianos. Um deles foi o Reverendo Jerônimo Gueiros, educador e jornalista.

A Igreja Presbiteriana Central de Garanhuns foi oficialmente organizada em 22 de janeiro de 1900. Seu primeiro pastor foi o Rev. Martinho de Oliveira. Desde 1998, a igreja tem como Pastor, o Rev. Inaldo Cordeiro Peixoto. 

Texto: Jacqueline Menezes
Foto: Halison Rodrigues Leite

Nenhum comentário:

Postar um comentário