ALEPE

ALEPE
ALEPE

GOVERNO DO ESTADO

GOVERNO DO ESTADO
GOVERNO DE PERNAMBUCO - FUNDARPE

quarta-feira, 18 de setembro de 2013

IZAÍAS CRITICA BUROCRACIA E FALA SOBRE ROMÁRIO

O prefeito Izaías Régis (PTB) reagiu hoje contra a excessiva burocracia dos governos e órgãos federais, que no seu entendimento impedem os gestores de acelerarem muitas obras ansiadas pelas populações dos municípios. Considerou um despropósito, também, os boatos políticos sobre os possíveis nomes que irá apoiar na eleição de deputado, em 2014.

"Eu não estou preocupado neste momento com eleição de deputado. Não é momento de fazer política. O que eu quero é realizar um trabalho por Garanhuns, acelerar as obras que vêm sendo anunciadas e que o excesso de burocracia impede que as coisas aconteçam", revelou o prefeito, garantindo que tem recursos para muitas ações, no entanto elas não podem ser concretizadas por conta das licitações, empresas sem estrutura, exigência de papeis e toda uma série de obstáculos que "infernizam" a vida de qualquer administrador.

Izaías citou o exemplo de duas Academias da Saúde que estão para ser construídas na cidade. Já tem o projeto, os recursos em caixa, mas a empresa vencedora da licitação só começou a cavar os buracos e desistiu do trabalho por não ter a estrutura necessária para ir até o fim. "Infelizmente a Lei Brasileira permite que empresas assim concorram, vençam a licitação e depois simplesmente nos deixem na mão e o município fica no prejuízo", constatou.

O petebista está convencido de que poderia já ter feito cinco vezes mais em Garanhuns se não fosse tanta burocracia, se não complicassem tanto as coisas. "Isso não é só comigo. Todos os governantes sofrem com essa lentidão, ficam como se estivessem com as mãos amarradas", frisou.

Independente desses aborrecimentos, Izaías Régis garante que todos os seus esforços são para construir uma obra administrativa que permita o desenvolvimento do município e permita mais qualidade de vida à população. Por isso vai continuar lutando para asfaltar ruas, construir escolas, academias e postos de saúde, além de tentar atrair novos empreendimentos, como as Casas Bahia e o Pão de Açúcar, já anunciados.

DESAPROPRIAÇÃO  - No seu esforço para cuidar da cidade, o prefeito anunciou que vai desapropriar os prédios de duas escolas municipais que funcionam em imóveis alugados: o da Escola Professor Luiz Tenório, em Heliópolis, e o da Escola José Maria Dourado, no bairro da Brahma. "Vou desapropriar e as escolas vão ser do município, não podemos estar pagando aluguéis. Existem outras escolas funcionando em imóveis alugados, mas nós vamos construir, vamos lutar para acabar com isso", anunciou.

ROMÁRIO - Izaías imagina que a notícia sobre a candidatura de Romário Dias a deputado estadual, podendo receber o seu apoio e de Armando Monteiro, foi plantada através de uma rede de boatos indo desaguar nos blogs. "Romário Dias é meu amigo. Mas nunca tive uma conversa com ele sobre esse assunto nem tampouco com o senador Armando Monteiro. Isso não existe, não foi tratado. Terei candidato a deputado, mas isso só começará a ser discutido no tempo certo, quando chegar o ano da eleição. A nossa preocupação neste momento é com Garanhuns, com as pessoas, não podemos ficar pensando em votos quando se tem tanta coisa pra fazer", salientou o prefeito do município.

4 comentários:

  1. TÊM OBRAS QUE NÃO EXIGEM O MÍNIMO DE BUROCRACIA. POR EXEMPLO: TIRAR OS CAMELÔS DAS LARGAS, BONITAS E LIMPAS CALÇADAS DA AVENIDA SANTO ANTONIO!!!

    P.S.: É lá e lô...

    ResponderExcluir
  2. O pior são as vans de transporte alternativo, não existe mais lugar em Garanhuns para se estacionar.

    ResponderExcluir
  3. Você Altamiro conversa muita besteira, esses que vc fala q são camelôs, são pais e mães de famílias que precisam trabalharem para sobreviver, acho q vc deve estar com algum cargo na PMG, toda hora vc bate nessa mesma tecla, o q vc ganha com isso? fale sobre a zona azul q está tomando conta de Garanhuns, veja em frente ao Pau Pombo, um parque para turista, agora o prefeito da arrecadação já nos impôs a taxa de iluminação, agora vem com zona azul, porém, seu Altamiro quatro anos se passam, e tudo que sobe desce. E vc cidadão q está contra as vans, lembre-se q eles trazem e levam pessoas para consumirem no comércio de GUS, fala das praças de táxi que tomam boa parte do centro da cidade.

    André Santos - Boa Vista

    ResponderExcluir
  4. Pior do que não fazer a obra, é começar e não terminar, vira entulho, além do dinheiro investido, que é do povo, ser totalmente desperdiçado.Recentemente um município importante de São Paulo, chama-se Sorocaba mostrou no CQC na BAND, está com 50 obras inacabadas ou licitadas mais não começadas, com milhões de reais de prejuizo para os cofres públicos.Por isso essa justa preocupação do Prefeito Izaías Régis. Nós somos uma cidade com grande escassez de recursos, além da burocracia que impede a celeridade nas ações, e pior quando se faz uma licitação, entram os aproveitadores com preços menores, ganham a obra, fazem algumas ações e depois as abandonam, e não existe de fato e de direito nenhuma punição para esses inaptos, de má fé, ou os dois juntos.Isso é como se fosse um estelionato, contudo muito dficil de se prever.É preciso se ter muita atenção e preocupação com essas licitações, para se possível evitar esses infiltradores que outra coisa não fazem que é tumultuar e atravancar a obra tão necessária a população.

    ResponderExcluir