SEBRAE

SEBRAE
SEBRAE

ALEPE

ALEPE
ALEPE

quinta-feira, 19 de julho de 2012

OS NEM SEMPRE CRIATIVOS SLOGANS DE CAMPANHA

Nada se cria, tudo se copia. Basta dar uma olhadinha nos slogans de algumas campanhas políticas para ver como os marketeiros em sua maioria vão apenas copiando ou fazendo mudanças leves em slogans do passado, dando-lhes uma roupagem nova. 

A coligação de Miriam Lacerda (DEM) em Caruaru se chama “Caruaru em Boas Mãos”. O slogan da campanha de Silvino Duarte (PSDB) é igual: “Garanhuns em Boas Mãos”. Em ambos os casos os marketeiros copiaram Roberto Magalhães em 1982: “Pernambuco em Boas Mãos. 

Um bom candidato de oposição precisa pregar mudança. Se o povo está cansado do mesmo grupo político, então se defende a alternância de poder. Em Garanhuns Luiz Carlos e Silvino estão do mesmo lado, governam o município há 16 anos. Por isso Izaías atacou de “Juntos pra mudar Garanhuns”. O juntos aí é uma alusão a Rosa, sua vice, e também ao povo, que dá a decisão final. 

Zé da Luz preferiu apostar na esperança. A “esperança que venceu o medo” com Lula em 2002, a esperança que estava de volta, na campanha de Arraes, em 1986. 

São Bento do Una e Lajedo, distantes uma da outra apenas 22 km, têm candidatos com frases de campanha muito parecidas. Rossine Blésmany, da oposição, luta “Por uma Lajedo Melhor”, enquanto Débora Almeida, da situação, faz o discurso da continuidade falando em “Uma Cidade cada Vez Melhor”. Nada de novo, Silvino, quando era prefeito, tinha como marca de sua gestão o slogan “Garanhuns cada vez melhor”. 

Voltando ao discurso de mudança, temos Washinton Cadete em São Bento do Una. Batalhando para tirar Padre Aldo do poder e evitar que o peeemedebista faça o seu sucessor (a), o candidato do PR ataca de “Agora tem de mudar”.  Esse aí remete à campanha do PT, em 2002: "Agora é Lula". Antes disso, um candidato a vereador da minha terra, depois de ter perdido na primeira tentativa, quatro anos depois veio todo otimista: "Agora Vai", pregava. Deu certo e ficou entre os mais votados.

Vez por outra surge algo que foge a simples repetição. Normalmente está por trás dessa criatividade o próprio candidato ou pessoas que não são marketeiros profissionais. O garanhuense Giovani Melo adotou como slogan da campanha da reeleição, em Itaquitinga, a frase “O coração que ama não para de trabalhar”. Diferente, não é? Dá a ideia de um cara romântico e viciado em trabalho. Vamos ver se o povo gosta. 

O slogan de Dudu em Capoeiras ficou longo, mas é criativo e tem tudo a ver com o perfil do gestor. “É com honestidade e trabalho que Capoeiras segue em frente”. É um prefeito sério e que fez muito em quatro anos, embora seus adversários não pensem assim. 

Sua principal adversária na campanha, Neide Reino, usa o próprio nome para se promover. O seu slogan é “Com Neide Reino quem reina é o povo”. Alguém há de perguntar: quando seu marido foi prefeito oito anos e ela secretária, o povo por acaso reinava? 

Geraldo Júlio, candidato do PSB na capital pernambucana, é um ilustre desconhecido para o grande público. Os marketeiros, espertamente, usaram esse fato para fazer sua campanha e cunharam a frase: “Um novo prefeito para um novo Recife”. Será que não é novidade demais? Cuidado para não assustar o povo com tanta coisa nova. Humberto Costa (PT), atacou pela continuidade, embora tenha ajudado a “rifar” o João da Costa. “Recife segue em frente” é a frase de guerra dos petistas. 

Notaram que tanto Capoeiras quanto Recife seguem na mesma direção? “Em frente...”. O que uma cidade tem a ver com a outra? Nada. O que nivela os dois municípios, neste momento, é a campanha política e a criatividade dos marketeiros. 

No fundo todas essas palavras são apenas frases de efeito. Os candidatos quando vencem e começam a governar normalmente lembram muito pouco do que andaram pregando nos palanques. O que esquecem primeiro são os slogans.

Por isso que o Tiririca, com muita astúcia, tascou na sua campanha de deputado federal, na qual teve mais de um milhão de votos, a frase que ficou conhecida em todo País: "Pior do que tá não fica". Em alguns casos, em alguns municípios, é difícil ficar pior mesmo.

8 comentários:

  1. NA REALIDADE QUEM REINAVA MESMO EM CAPOEIRAS ERAM OS REINOS E OS FARIAS, PORQUE NEM MESMO OS DA FAMILIA DE NENEN TINHA DIREITO, HÁ NÃO SER O IRMÃO JUNIOR QUE ENRICOU AS CUSTA DA PREFEITURA.

    ResponderExcluir
  2. Roberto. Com esta dupla que esta aí, tentando implantar o revezamento de prefeito ( incompetente),o slogan mais adequado seria " Garanhuns em BOBAS mãos".

    ResponderExcluir
  3. Roberto, como publicitário com conhecimentos ainda incipientes, mas vasta atuação em marketing Eleitoral em nossa Região Agreste - o que é do seu conhecimento, pois trabalhamos juntos nessa seara em algumas campanhas - eu não poderia me furtar de tecer alguns comentários acerca da sua postagem "OS NEM SEMPRE CRIATIVOS SLOGANS DE CAMPANHA".
    1. Como é do conhecimento de todos, você trabalha para o governo de Dudu em Capoeiras e talvez por isso ache o slogan do mesmo esteticamente correto e perfeitamente "afinado" com o da campanha do Humberto Costa, em Recife. Não creio porém que isso seja mérito. A conjuntura é totalmente distinta. O slogan de Dudu é muito longo e isso para um slogan - falo como publicitário - não é qualidade.
    2. Como fui o criador do Slogan de Neide me sinto mais à vontade para defendê-lo. Não creio ser de bom tom ou conveniente que você ou os seus leitores confundam o Governo de Nenem, que já aconteceu - portanto PASSADO -, mas que também trouxe avanços à sua época, com as atividades políticas ATUAIS e FUTURAS da candidata Neide. Assim como Dilma não virou Lula, por ter sido seu(ua) sucessor(a) e ter tido seu apoio, fato tão maldosamente apregoado. O Slogan da Neide Reino, mostra que o "reinado" pregado é a devolução do Governo ao seu povo. O oposto seria dizer que o povo seria súdito e Neide "Rainha" o que naturalmente TAMBÉM renderia críticas aqui no seu blog, sempre atento e finamente irônico o que é perfeitamente compreensível, por este jornalista carregar a mesma genética do seu alter ego, o "Raulzito".
    3. Em Garanhuns, é fato explícito de que, quem esteve SEMPRE ao lado de Luiz Carlos não foi Silvino, sendo este último unicamente o responsável pela apresentação do candidato ao povo. Já o Deputado Izaias Régis - que também esperava o apoio do Prefeito e para o qual voce Roberto, presta serviços de redação, ele sim foi o parceiro constante e defensor do prefeito...
    Quem de fato mudou? O candidato Silvino que NÃO fez parte do governo? Ou o candidato Izaías Régis e a Sra. Rosa, que foram parte do mesmo?

    4. Os candidatos tem suas posturas, seu cast de profissionais e sua linha de comunicação.
    O que não deve-se ter na campanha, nem nesse excelente blog é a postura corporativista que enaltece o seu trabalho em detrimento do trabalho dos outros profissionais.
    6. E pra finalizar, amigo Roberto: Concordo em um ponto com sua colocação, quando diz que "O que os candidatos esquecem primeiro são os slogans". Mas sinto-me muito tranquilo com a minha consciência profissional em saber que, nós publicitários e assessores de Mkt Político/ Eleitoral quando criamos, temos o propósito único de dar um norte à campanha, de forma limpa, consistente e objetiva. No futuro, após a eleição, a transformação desse slogan em verdade ou não, vai depender do caráter de cada político e não do tamanho ou teor da frase.
    7. Nossa empresa, nesse período, vem prestando Assessoria de Comunicação e Marketing Eleitoral à 05 campanhas majoritárias e algumas proporcionais em nossa região, o que nos torna de certa forma, co responsáveis pelo nível da comunicação a ser estabelecido. Esse nosso nível profissional o mercado vem julgando à 20 anos e por ele nos mantemos no mercado. O nível dos candidatos que apresentamos, que o povo julgue.

    Abs cordiais

    Marcelo Jorge

    ResponderExcluir
  4. Infelizmente para o país Tiririca estava errado: aumentou e muito o número de políticos desonestos , haja vista o grande número de escândalos envolvendo os nossos representantes do legislativo e do executivo desde a eleição que deu a maior votação do país ao palhaço, que por sinal continua não etendendo nada de política e nada fazendo no plenário a não ser ocupar o lugar de alguém que poderia estar de fato trabalhando para a melhoria de vida do próprio povo que tão erradamente o escolheu.Nos resta agora ficar atentos a cada slogan e a quem está por trás dele e, principalmente, ao caminho percorrido pelo tal candidato até agora, não se deixando guiar apenas pelo apelo de campanha, que dificilmente mascara as reais intenções e o verdadeiro caráter de quem se esconde na sombra de frases de efeito e muito barulho.É hora de análise apurada e escolha cuidadosa, porque depois da eleição teremos pelo menos quatro anos para nos arrepender e muito pouco a fazer para desfazer nosso erro de um voto dado a quem não saberá honrá-lo. Jaqueline Dantas

    ResponderExcluir
  5. Roberto você é muito passional, Neide Reino não é a principal adversária porque nem candidata é será impugnada pela justiça o adversário de Dudu mesmo é Batata.

    ResponderExcluir
  6. Não conheço esse MARCELO JORGE mas só sendo de Garanhuns para criar um slogan rídiculo desseS nós de CAPOEIRAS sabemos muito bem o que reinava no município no tempo que esse pessoal governou. SAFADEZA SAFADEZA E MAIS SAFADEZA. Ganhe seu DINHEIRO MARCELO JORGE MAS FIQUE CALADO respeite a inteligência do povo de CAPOEIRAS ou você pensa que só você é inteligente. E PARECE QUE NEM É ESSAS COISAS TODA.

    ResponderExcluir
  7. O fato é que qualquer coisa ligada à Neide Reino, Roberto estará a postos para criticar, pois é realmente a única candidata que tem condições de disputar com Dudu. O interessante é que tanto espalham que ela não pode ser a candidata e como é que ainda se incomodam tanto com ela? A resposta é simples: a tentativa de Dudu de tirar Neide dessa disputa é falha, pois ela provará sua inocência diante de qualquer tribunal e é esse o medo do prefeito: as urnas! Quanto às críticas aos slogans, devemos ser mais éticos, concorda Roberto? Não podemos desmerecer os trabalhos dos colegas. Lembre que você também está sendo sempre julgado pelo que escreve e defende.

    ResponderExcluir
  8. Quando nascemos fomos programados
    A receber o que vocês
    Nos empurraram com os enlatados
    Dos U.S.A., de nove as seis.

    Desde pequenos nós comemos lixo
    Comercial e industrial
    Mas agora chegou nossa vez
    Vamos cuspir de volta o lixo em cima de vocês
    Legião Urbana

    Coisificaram as pessoas e personalizaram as coisas.
    como lemos até o marqueteiro sabe que o produto que estar vendendo é duvidoso. Eu não tenho nenhuma duvida, os produtos são ruins mesmos. Parecem que o mundo evolui para o lado errado, vejam as preocupações, vender uma imagem. Quem tem o melhor Slogan. Melhorar a imagem através da tecnologia de computação gráfica. As ideias foram jogadas no lixo e as mentiras foram vestidas com os Slogans que parecem verdade.

    José Francisco(Zezinho)

    ResponderExcluir