Governo de Pernambuco

Governo de Pernambuco
Governo de Pernambuco

O DIA INTERNACIONAL DA MULHER

 

Por Cristina Moraes

A mulher não só precisa de uma data especial para receber flores, declarações de amor, afeto e condecorações, mas também ser reconhecida no seu dia a dia, por sua pujança e garra.

Assim como é a sua rotina diária, onde muitas se desdobram para cumprir jornadas triplas e até quádruplas, sendo donas de casa, mães, estudantes e ainda saem para trabalhar para prover o sustento da família, exercendo o papel de pai e mãe.

A mulher já conquistou muito espaço na sociedade patriarcal, através do seu esforço, se capacitando e ocupando funções que antes eram realizadas somente por homens, são motoristas de ônibus, táxis e Uber, realizando trabalhos de pedreiros, pilotos de aeronaves, enfim, o céu é o limite para as mulheres.

Mas nem assim, há um respeito pela mulher, há ainda muito preconceito contra o gênero feminino, além da violência velada, sofrida dentro de casa, entre estupro e xingamentos de frases desestimulantes, como: “Você não se cuida, se olha no espelho, quem vai te querer ”Você está gorda”, “Olha seu cabelo”,  ”Você é fraca, não sabe fazer nada”, “Você não vai a lugar nenhum” e ainda as ameaçam: “se contar para alguém eu te mato”.

E na verdade, essa mulher não se cuidou porque se dedicou ao lar, aos filhos e ao marido e este homem esquece dessa dedicação extremosa e fazem do casamento um verdadeiro inferno.

Mas esse preconceito atravessa os muros das casas, eles estão também no mercado de trabalho, onde a mulher ainda não conseguiu ter o salário igual ao do homem, segundo dados do IBGE, a mulher recebe 77,7% do salário do homem.

E na política ainda não conseguimos atingir a maioria nas Casas legislativas e executivas, ainda somos minorias, mesmo com a nossa participação na política onde cada mulher equivale a três homens e muitas dessas mulheres, infelizmente entram apenas para fazer número, as chamadas “candidatas laranjas”.

Uma realidade desoladora, pois a conquista do voto para as mulheres em 1932, foi um marco na história política do Brasil, a partir desta importante data podemos votar e posteriormente sermos votadas.

Mas infelizmente, as mulheres ainda não se apoderaram dessa importante arma, muitas se deixam levar por casuísmo, se passando por um degrau, para fortalecer as candidaturas masculinas e as outras mulheres não candidatas, salvo raríssimas exceções, não votam em outra mulher.

Mas o momento é de comemoração, é o nosso dia especial, onde temos nossas mulheres queridas para homenagear, minha mãe Ivone Moraes, minha mana querida Sandra Moraes, minha filha, Jéssica Caroline, minhas cunhadas, minhas sobrinhas, companheiras do Lions Clube de Garanhuns e do mundo todo, As Valiosas, mulheres da UBE, nossas Mulheres Classe A, mulheres da prefeitura de Garanhuns.

Através dessas mulheres maravilhosas, parabenizamos todas as mulheres no dia de hoje e que possamos ter cada vez mais mulheres em todos os espaços na sociedade e sendo respeitadas, naquilo que temos de mais precioso, a nossa honra.

Salve 08 de março.

Imagem: Ministério Público de Pernambuco

2 comentários:

  1. Como sempre,exelente texto dessa mulher incrível Cristina Moraes, me representa 👏👏👏

    ResponderExcluir
  2. PAULO CAMELO: Cara conterrânea e amiga Cristina Moraes,
    Sugiro que a nobre conterrânea em seu dia de destaque, mas todos os dias são de destaque e também de fatores adversos para todos nós humanos, que leia o artigo em meu Blog (www.paulocamelo21.blogspot.com) no qual faz referência ao "empoderamento individual" de alguns mulheres bem sucedidas na sociedade burguesa. Também recomendo leitura ao artigo, no mesmo Blog, o qual diz respeito a contradição existente entre capitalismo e feminismo. Parabéns a Mulherada e vacina para todas e todos.

    ResponderExcluir