SEBRAE

SEBRAE
SEBRAE

terça-feira, 8 de outubro de 2019

ALTAMIR VÊ FRAUDE NA ELEIÇÃO DO CONSELHO TUTELAR


Altamir Pinheiro, articulista e observador político atento a tudo que acontece em Garanhuns, escreveu artigo desacreditando a eleição para o Conselho Tutelar da cidade, realizada no último domingo.

Segundo ele, o processo foi uma verdadeira “esculhambação”, com ingerência política na escolha de pessoas que, em tese, são eleitas para defenderem os direitos das crianças e adolescentes, atuando de forma independente, sem obedecer a caciques políticos.

Altamir revela que nas redes sociais “pipocam” revelações e denúncias sobre a politicagem que prevaleceu na eleição dos novos conselheiros e a seu ver o processo devia ser anulado.

Ele critica o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (Condica), que antes da eleição se preocupou com um artigo de sua autoria defendendo a eleição de Stoni Costa e Fernandinho DJ, mas que agora “esquece a postura de moralista e durão, ignorando a interferência política que houve em Garanhuns na escolha dos conselheiros".

“Com as informações disponíveis, já se tem elementos suficientes para a anulação da eleição. Tivemos uma fraude cabeluda na eleição do Conselho”, afirmou Altamir, no blog Chumbo Grosso.

Os pré-candidatos à prefeitura de Garanhuns pela oposição, Sivaldo Albino, Pedro Veloso, Hélder Carvalho, Coronel Campos e Luizinho Roldão não deram nenhuma demonstração de que tenham tido qualquer participação no processo de escolha dos conselheiros.

“Estou preocupado em cumprir minhas obrigações como deputado estadual, defendendo os interesses maiores de Garanhuns na Assembleia Legislativa de Pernambuco. Seria muito pequeno de minha parte tentar interferir numa eleição do Conselho Tutelar”, comentou Sivaldo com o blog.

Já Luizinho Roldão, na mesma linha de Sivaldo, garantiu não ter se envolvido de forma nenhuma na eleição do Conselho. “Todos os candidatos eram conhecidos e amigos. Não tinha nenhuma razão para fazer política em cima disso. Acho que a preocupação dos garanhuenses deve ser com a defesa das crianças e adolescentes e não usar futuros conselheiros como cabos eleitorais”, frisou Luizinho.

O prefeito Izaías Régis (PTB) e o vice-prefeito Haroldo Vicente não comentaram a eleição do Conselho Tutelar. Mas o blogueiro Gidi Santos, atuando - possivelmente de forma voluntária - como uma espécie de porta-voz da prefeitura, escreveu uma matéria “comemorando” a vitória do petebista na escolha dos conselheiros e suplentes.

Segundo o blogueiro, os cinco titulares eleitos, assim como os cinco suplentes, são todos ligados a Izaías.

Ele apresenta Sivaldo na reportagem como o “grande derrotado”, como se a eleição do Conselho Tutelar fosse uma prévia da sucessão municipal de 2020.

“Nenhum postulante ligado ou mesmo apoiado pela oposição local, obteve sucesso. Moretson e Eliane Silva, por exemplo, considerados os mais competitivos, sequer ficaram entre os suplentes; o que representa um resultado amargo, difícil e duro de digerir. Na eleição deste ano, eles aparecem na 13º e 15ª posições, respectivamente. Em 2015, no entanto, Moretson ficou na 6º posição, enquanto que Eliane, na 7ª. Conhecido o resultado, quem não deve estar nada satisfeito com ele, é o deputado estadual Sivaldo Albino, líder do PSB na Assembleia Legislativa. A bem da verdade, é que ele contava com a vitória de ambos, neste domingo. Como isso não aconteceu, o setor da oposição liderado pelo deputado, sai fragilizado desta eleição”, escreveu Gidi.

Um integrante do Conselho Tutelar de Garanhuns recebe atualmente salário de R$ 4.552,00. O mandato é de quatro anos. A atividade virou emprego, profissão e um grande negócio. Segundo uma fonte, a eleição dos candidatos mais bem votados custou de R$ 10 a R$ 20 mil reais. "O investimento feito pode ser recuperado com quatro meses de salário", comentou a fonte.

2 comentários:

  1. Desconfio e tenho algumas provas superficiais (lamentavelmente as testemunhas oculares têm medo de levar tiro de 12 na caixa dos peitos) que transformaram as urnas em jogo de cartas marcadas. NÃO QUE OUVE ROUBO NELAS, EM ABSOLUTO!!! No entanto, fizeram do povo(eleitor safado) gado ao caminho do matadouro. Há quem diga que em determinados setores, cada voto estava custando uma oncinha... Para os mais exigentes: uma azulzinha... Daqui vai um aviso irônico ao Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (COMDICA): Essa roda tá muito redonda Sr. Comdica. Bora inventar uma roda nova um pouco mais quadrada... O Sr. Juca Viana que tentou TOLHER minhas opiniões deveria se pronunciar a respeito desse mar de cambalacho que rolou por baixo da ponte durante toda campanha. A propósito, daqui eu mando um recadinho bem pixototinho para o ilustre presidente do Comdica: O Sr. Está munido de qual autoridade, Sr. Juca Viana, para tolher, atravancar ou tentar impedir que eu dê opinião quando afirmei que os dois mais preparados candidatos eram Fernandinho DJ e Stoni Costa. Sr. Juca, nunca desistas da tua própria opinião, ok!!! Fala como Altamir Pinheiro que jamais aceitará que alguém tenha o topete de atravancá-lo pelo seu modo de opinar...

    P.S.: - Na eleição do Conselho Tutelar de Garanhuns, há muitas razões para duvidar e uma só para crer: E NÃO DEIXE EU DIZER!!! Quem divergir da minha opinião pode se manifestar, o espaço está escancarado. Por enquanto estamos falando apenas de LAMBARIS. Tem que se chegar aos TUBARÕES... Daí, pergunta-se: Quem patrocinou essa escandalosa e caríssima campanha?!?!?! O povo quer saber!!!

    ResponderExcluir
  2. Apesar de vivermos no mundo da tecnologia e da informática, mas nem tudo dá para ser colocado numa planilha de Excel o que se OUVE e o que HOUVE na escandalosa eleição do Conselho Tutelar que foi movida a DINDIN... Para toda sociedade de Garanhuns ter ideia da safadeza que rolou nos corredores tenebrosos desse mundinho eleitoral corruptivo dos conselheiros tutelares, até dízimo atrasado dos eleitores evangélicos fora pago por pessoas que constam da lista dos eleitos. Um humilde casal, conhecido meu, afirmou-me categoricamente, sem titubear, que há mais de um mês não frequentava os cultos de sua igreja, por se achar atrasado com suas obrigações financeiras perante o seu pastor quando foi socorrido por um candidato que liquidou o débito atrasado e ainda lhe deu um bom agrado em troca de míseros 5 votos...

    P.S.: - Gente!!! Desculpe-me contar o milagre, mas, lamentavelmente, não posso falar quem é o Santo. Até porque, estou preservando a “IDONEIDADE(?)” da pessoa eleita e, consequentemente, a identidade do casal de eleitor que obteve o sacramento da eucaristia perante o débito liquidado com a sua igreja. DURMA-SE COM UM VOTO CONSCIENTE DESSE!!!

    ResponderExcluir