Governo de Pernambuco

Governo de Pernambuco
Governo de Pernambuco

AS LIÇÕES DE "DEMOCRACIA EM VERTIGEM"


Roberto Almeida


Documentário “Democracia em Vertigem”, da cineasta brasileira Petra Costa,  é um mergulho na história do país de 2013 até os dias atuais, fazendo uma verdadeira radiografia do golpe que fragilizou as instituições nacionais.


 

De maneira objetiva, sem ser panfletária ou sectária, a diretora registrou os fatos que ocorreram no Brasil antes do golpe, ouviu personagens políticos da direita e da esquerda, deixando a quem assiste ao filme que tire suas próprias conclusões.

 

Petra, a meu ver, é simpática ao governo popular do PT e denuncia no documentário, que está sendo aclamado pelo mundo, as manobras que foram feitas para desestabilizar o segundo governo de Dilma, a farsa montada para que a presidente eleita fosse afastada e os objetivos da Operação Lava Jato, com juízes e procuradores colaborando com o processo golpista que levou à prisão do presidente Lula.

 

Cineasta entrevistou Lula, Dilma, José Eduardo Cardoso, mas também Aécio Neves, Michel Temer e o ex-deputado Eduardo Cunha.

 

Todos que foram protagonistas desse processo que solapou a democracia lentamente aparecem, inclusive o emblemático Romero Jucá, com sua frase que ficou conhecida: “É preciso botar o Temer, se não eles vêm atrás da gente”.

 

Romero Jucá, ao comentar o golpe então em curso, disse que tudo seria feito “com Supremo e tudo”, comprometendo assim a mais alta corte do país, que através dos seus integrantes tem comprovado que o ex-senador estava coberto de razão ao envolver o STF no complô contra os governos populares.

 

O filme de Petra Costa é realmente muito bom e deve colecionar prêmios pelo exterior.

 

Aqui no Brasil, será visto como um documento importante da política do país por parte da população e será criticado pelos simpatizantes de Aécio, Temer, Bolsonaro, Eduardo Cunha e Jucá, que representam mais os mesmos ideais, cada um com suas particularidades, é claro.

 

Quem se preocupa com a história e a política no bom sentido, obrigatoriamente terá de assistir “Democracia em Vertigem”.

 

É uma aula de duas horas sobre a política brasileira nos últimos sete anos, derrubando o mito dos falsos heróis, mostrando do que é capaz a elite política nacional e provocando um sentimento de tristeza com os que se preocupam com o futuro.

 

Filme foi realizado antes do jornalista americano Gleen Greenwald começar a divulgar reportagens comprovando a parcialidade de Moro e dos procuradores, mas é como se estivesse conectado com os novos fatos.

 

A Democracia continua em vertigem, mas o que tem vindo à tona, nos últimos dias, desmascarando de vez representantes do Ministério Público e o atual Ministro da Justiça nos dão um fio de esperança, nos fazem pensar na tal da Lei do Retorno, que faz com que as pessoas paguem aqui mesmo pelos seus crimes ou maldades.

 

Moro já está pagando um preço muito alto pelas suas ilegalidades. Na Universidade de Colúmbia, nos Estados Unidos, foi coberto de vaias e teve de ouvir um coro de grupos de estudantes gritando “Fora!”.

 

Vai ser assim de agora por diante. O ex-juiz não poderá ir a um restaurante, se expor num aeroporto ou qualquer outro local público. Apesar de ter ainda um número expressivo de admiradores, está marcado e ouvirá em qualquer local os apupos que lhe foram dirigidos outro dia, quando de uma visita ao senado: “Juiz Corrupto! ”.

 

Para quem era o Batman na luta contra a corrupção...

 

Se a democracia entrou em vertigem Moro e outros que colaboraram com isso também já estão dentro do redemoinho e ainda é impossível prever como tudo acabará.

Um comentário:

  1. Aquela prisão ilegal e imoral do LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA,EM 03 DE MARÇO DE 2016 PELO EX-JUIZ SÉRGIO MORO?

    E AQUELE VAZAMENTO ILEGAL DO JUIZ DR. SÉRGIO MORAL E PUBLICADO NA VEJA E GLOBO CONTRA LULA E DILMA EM MARÇO DE 20166?

    E AQUELA CONDENAÇÃO DO LULA POR "FATOS INDETERMINADOS" ?

    E AQUELE CRIME AO PRENDER O LULA EM 07 DE ABRIL DE 2018 SEM SER JULGADO SUA PRESUNÇÃO DE INOCÊNCIA E O TRÂNSITO EM JULGADO QUE SÃO CLÁUSULAS PÉTREAS QUE NÃO PODEM SER REVOGADAS ?

    LULA PROFETIZOU ASSIM: "NÃO TROCO MINHA LIBERDADE PELA MINHA DIGNIDADE".E FINALMENTE,CHAMOU O DR. JUIZ SÉRGIO MORO E O PROCURADOR DR. DELTAN DALLAGNOL DE MENTIROSOS!

    ResponderExcluir