SECRETARIA DE SAÚDE DO ESTADO

ESTUDANTE ESPERA QUE O BRASILEIRO BARRE O FASCISMO


O estudante garanhuense e ex-dirigente estadual da Rede Sustentabilidade, Gustavo Henrique, concedeu uma entrevista ao programa Hora da Notícia na Rádio Guará FM, nesta sexta-feira (19).

Na entrevista, Gustavo defendeu a candidatura de Fernando Haddad (PT) à presidência da república, e criticou a postura de Jair Bolsonaro (PSL). Ele também defendeu a criação de uma frente de oposição para as eleições de 2020 em Garanhuns.

Confira os principais trechos da entrevista:

SAÍDA DA REDE

Sobre a desfiliação da Rede Sustentabilidade, Gustavo Henrique disse que, as razões se deram por divergência com os posicionamentos do partido, citando o caso do impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), a prisão do ex-presidente Lula e a expulsão do ex-candidato da Rede ao governo do estado, Júlio Lossio.

"Eu não conseguia falar mais em nome do partido", disse Gustavo.

Sobre seu futuro partidário, Gustavo Henrique disse que iniciou diálogo com algumas legendas porém ainda não tomou a sua decisão.

ELEIÇÕES 2018

Sobre as eleições deste ano, Gustavo Henrique declarou voto em Fernando Haddad (PT), neste segundo turno, e defendeu que a sociedade brasileira barre o fascismo que é representada pela candidatura de Jair Bolsonaro (PSL).

"O que de fato está em jogo é se queremos uma democracia ou a barbárie. Como posso votar em uma pessoa (Jair Boslonaro) que não respeita as mulheres, não respeita os negros e ainda homenageia um torturador?", questionou. 

Sobre o resultado eleitoral de Marina Silva (REDE), Gustavo Henrique disse que, a baixa votação da candidata se deu por motivos de desorganização interna e que a candidata não soube se posicionar com clareza e de forma convincente no pleito disputado.

ELEIÇÕES 2020

Sobre as eleições municipais de 2020, Gustavo Henrique defende a criação de uma frente de oposição liderada por lideranças como o deputado federal Fernando Rodolfo, o ex-vereador Sivaldo Albino e a vereadora Betânia Monteiro.

Gustavo Henrique ainda criticou a gestão do prefeito Izaías Régis, segundo ele, Izaías teve uma votação histórica, mas, a sua arrogância o prejudicou, e o resultado foi a baixa votação dos seus candidatos na cidade.

Perguntado se disputará o mandato de vereador na próxima eleição, Gustavo Henrique disse que é uma hipótese,  porém no momento está fora de cogitação.

"É uma hipótese porém está fora de cogitação no momento. Creio que não é preciso exercer um mandato para prestar algum serviço a sociedade", afirmou.

Gustavo Henrique ainda destacou a atuação da vereadora Betânia da Ação Social por ter tido coragem ao romper com o prefeito Izaías Régis (PTB).

Um comentário: