Assembleia Legislativa

Assembleia Legislativa
Assembleia Legislativa

sábado, 30 de junho de 2018

PREFEITO DE LAJEDO TAMBÉM REPUDIA PEÇA TEATRAL


O prefeito de Lajedo, Rossine Blesmany (PSD), resolveu se posicionar sobre a polêmica em torno do espetáculo de teatro “Jesus, Rainha do Céu”, e o fez divulgando uma nota de repúdio à peça, que na sua opinião desrespeita o cristianismo.

“Respeito todas as pessoas do mundo, independente de suas opções ou convicções sexuais, religiosas, políticas, etc., Todavia, como cristão, eu não consigo ficar omisso diante da forma como estão se referindo a JESUS nessa peça de teatro e, por isso, venho a público registrar o meu REPÚDIO. Jesus é Jesus, não é uma "pessoa comum". Jesus é uma Divindade, é o Deus vivo e, portanto, não deve ser tratado como nós "pessoas comuns" nos dirigimos uns aos outros. É preciso respeitar a palavra JESUS e Tudo o que ela representa”, assinalou Rossine, neste ponto solidário com o prefeito de Garanhuns, Izaías Régis, que vetou o teatro do Centro Cultural para realização do espetáculo.

Por outro lado o Secretário de Cultura do Estado, Marcelino Granja, insiste que a peça não ofende os valores cristãos e acredita que estão deturpando os fatos relacionados ao espetáculo, com objetivos políticos e querendo atingir o governador Paulo Câmara.

Marcelino Granja disse que “O Evangelho Segundo Jesus, Rainha dos Homens" será apresentada numa sala com 70 lugares, em Garanhuns, às 23h, somente para o público adulto.

Um fonte disse ao blog que esta sala pode ser no Sesc Garanhuns, mas pode ser só especulação. 

O espetáculo "o Evangelho Segundo Jesus,  Rainha dos Homens" já causou polêmica em várias cidades do Brasil e inclusive em alguns lugares foi proibida por ordem judicial. Mas a diretora da peça, Natália Malo, garante que o texto trata o filho de Deus de forma respeitosa, defendendo o amor e a tolerância entre as pessoas.

Apesar de toda polêmica em torno do texto, escrito por um autor escocês, a peça já lotou diversas casas de espetáculos pelo Brasil, inclusive em São Paulo e no Distrito Federal.

Assista o vídeo com a explicação de Natália Malo:


*A foto do espetáculo, acima, é do Portal G1, das organizações Globo.


2 comentários:

  1. Parabéns vereadora.a cada dia me sinto satisfeita de voltar em uma mulher de atitude! Parabéns. ..

    ResponderExcluir
  2. Ouvi as palavras da diretora Natália. Confesso que me despertou interesse de assistir à peça... O mal das pessoas em geral é condenar e julgar o que NÃO conhecem... Assim fez o juiz de Jundiaí, como a Natália frisou... Será que o juiz que proibiu liminarmente à exibição do espetáculo viu, ao menos, u'a amostra da peça?! - Creio que não... Mas, tudo pode acontecer nas cabeças dos julgadores de plantão! – Sem ironia quanto aos "julgadores de plantão": geralmente mandados que exijam urgência, são passados para um juiz plantonista decidir. – Está mais ou menos explicado! /.

    ResponderExcluir