SEBRAE

SEBRAE
SEBRAE

ALEPE

ALEPE
ALEPE

sábado, 24 de março de 2018

STF JÁ FOI CÚMPLICE DE UM CRIME


Violências do Poder Judiciário contra políticos ou pessoas comuns não representam novidade no Brasil.

Uma das páginas mais tristes do Direito brasileiro foi escrita pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

No dia 21 de março de 1936 o órgão máximo da justiça brasileira negou um pedido de habeas corpus para que Olga Benário, mulher do líder comunista Luís Carlos Prestes continuasse presa em nosso país.

Os ministros do Supremo da época, para atender o desejo do ditador Getúlio Vargas, negaram o HC e Olga foi enviada à Alemanha, grávida, para ser assassinada num campo de concentração nazista.

Tanto Getúlio quanto os integrantes do STF sabiam muito bem que a mulher de Prestes na Alemanha não teria chances, pois além de comunista era judia.

Assim o governo brasileiro, com a cumplicidade do Supremo, foi responsável por um crime.

A história de Olga Benário e do que ela sofreu foi contada em livro pelo escritor Fernando Morais. A biografia foi adaptada para o cinema, mas pouca gente sabe ou lembra da participação infame do STF nesse episódio.

4 comentários:

  1. Olga Benário - Agente soviética, com o objetivo de transformar o Brasil em uma ditadura comunista, de joelhos para a então URSS.

    FOI POUCO o que os nazistas fizeram com essa VAGABUNDA HISTÓRICA

    ResponderExcluir
  2. 0 SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL compostos de Advogados e Juízes todos foram,são e serão passíveis de cometerem erros e acertos.

    Nenhum deles é dono da verdade.E as decisões dos 11 ministros em sua maioria são divergentes e opostas com acertos e erros.

    Vamos dar apenas 3 exemplos claros ocorridos na luz do dia para todo mundo ver:

    Primeiro: quando houve o julgamento da AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE apresentada pelo OAB com 1.400.000 assinaturas populares contra todas as doações empresariais aos partidos e aos políticos o placar foi de 8 x 3.

    Segundo: quando houve a votação para acabar com o artigo 5º inciso LVII que fala da cláusula pétrea e do trânsito em julgado e da presunção de inocência o placar foi de 6 x 5.

    Terceiro: quando houve o julgamento das prestações de contas da chapa Dilma/Temer o placar ficou empatado em 3 x 3 e final o placar foi aprovado por 4 x 3.

    Somente estes 3 exemplos mostram que ninguém e nenhum deles é dono da verdade.

    Quando houve a votação para a admissibilidade do julgamento do HC do Lula placar foi de 7 x 4.Já para dar a liminar garantindo o Lula Livre até o julgamento final o placar foi de 6 x 5.Mostra-se então mais uma vez que todos tem opiniões diferentes e divergentes nas decisões tomadas pelos juízes que compõem a suprema corte do país.

    ResponderExcluir
  3. O STF já cometeu inúmeros crimes! NÃO só na época do ditador Getúlio Vargas... Mas, em todos os tempos... 2. Olga Benario teve sua biografia contada em livro... O STF nunca vai ter história limpa pra ser contada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Às vezes eu acho que seria bom o Brasil ter se tornado uma ditadura comunista, pois hoje eu veria gente como este jumento acima, arrastando um arado nas terras secas e pedregosas do Sertão e não conversando bosta e posando de suposto intelectual aqui!

      Excluir