SECRETARIA DE SAÚDE DO ESTADO

CAPOEIRAS É TERRA DE DOUTORES

Capoeiras como município pequeno sempre se destacou nos vestibulares de Recife e região. Assim, ao longo dos anos formou uma verdadeira “fila” de doutores que são orgulho para as suas famílias e toda a cidade.

Na reportagem serão citados alguns nomes e os que ficarem de fora por não ser do conhecimento do articulista poderão ser incluídos na relação no espaço de comentários ou no texto principal,  se enviados pelo e-mail do blog.

Rejane Souza, irmã do ex-prefeito Nenen é médica formada pela Faculdade da Universidade de Pernambuco. Seu irmão Roberto foi dos primeiros pernambucanos a passar no vestibular de Informática, na Universidade Federal, mas depois deixou o curso pra lá e se tornou professor. Seu primo, Ricardo Alexandre, conhecido na época de menino como “Cacau”, foi aprovado em Engenharia, porém terminou mesmo foi se formando em Matemática e até hoje ensina na Rede Estadual.

Jorge Cordeiro, filho do saudoso “Seu Lula”, foi aprovado no vestibular da Universidade Católica, se formou em Direito e depois passou no concurso de Delegado do Estado, onde trabalhou por 25 anos. Está aposentado e mora em Garanhuns.

Solange Siqueira, filha de Zé Pretinho e Severina, cursou Fisioterapia na Universidade Federal de Pernambuco e trabalha na sua área em Natal, onde mora. É casada com o advogado Romero Souto Maior, tio do professor Rafael Brasil.

Ângela Bezerra, filha de Seu Aloísio e Dona Maria, passou no primeiro vestibular que fez, na área de Farmácia, terminou o curso e passou no concurso da Polícia Federal, como perita. É casada, mora em Salvador e já está com todos os filhos formados.

Eduardo Sérgio de Almeida cursou Direito na Universidade Federal de Pernambuco, passou no concurso de Procurador da Prefeitura do Recife e depois no de juiz federal do trabalho. Hoje é desembargador e atua no fórum de João Pessoa, na Paraíba. Seu irmão Aurélio Jorge fez Agronomia na UFRPE, no Recife, trabalhou muitos anos no Estado e se aposentou. A irmã, Ana Cláudia, cursou Biologia na Universidade Católica e trabalha aqui em Garanhuns como professora.

Os irmãos Ramos e Romeu são formados nas áreas de Veterinária e Agronomia. Fernando e Eduardo, filhos de Dr. Odon, atuam como odontólogo e veterinário, respectivamente. Adelmo Santana é outro capoeirense formado em Agronomia, tendo feito seu curso na UFRPE, no Recife. Paulo, filho do ex-prefeito Zezinho Borrego é economista.

Da família de Manoel Antônio saiu um monte de doutores. Alguns deles nasceram em Garanhuns, mas a origem materna e paterna é de Capoeiras. Os mais conhecidos por aqui são Severino Vieira (médico), Fátima (veterinária) e Antônio Carlos Batata (veterinário). Tem ainda Benedito, que se não estou enganado é agrônomo e Lindinalva, que é médica.


Larissa e Marianna Pontes, filhas de Carmen Solange, são bacharelandas em Direito. Uma pela Aesga e outra pelo Cesmac, de Maceió. Os filhos de Eduardo de Dr. Odon - Alexandre Caldas e Eduardo Filho - são fisioterapeuta  e veterinário, ambos pelo Cesmac da capital alagoana.

O ex-vereador Zezé, filho do ex-vice-prefeito Joaquim de Neco, tem uma filha odontóloga, com consultório em Capoeiras mesmo. Zé Carlos, ex-vice-prefeito e comerciante, formou o filho Carlinhos como advogado e ele foi aprovado num concurso de juiz no Espírito Santo.

Luís Brás, um dos rapazes mais inteligentes de Capoeiras, na minha época de criança na cidade, foi morar em São Paulo. Lá se formou em Direito e hoje é promotor público e professor universitário.

Da zona rural saiu Expedito Leandro, que hoje também está na capital paulista, mas não esquece a sua terrinha e sempre aparece. Estudou Ciências Sociais e Antropologia na PUC São Paulo e hoje leciona na Universidade e já publicou pelo menos três livros voltados para análises da música popular brasileira com sotaque regional.

Meus compadres Jorge Cordeiro e Marly estão formando o filho Kelvin, meu afilhado, na Faculdade de Medicina de Boa Viagem, na capital pernambucana.

Este ano, como informou o sempre ligado Raimundo Lourenço, do Blog Capoeiras, tivemos dois capoeirenses aprovados no concorrido curso de medicina: Mateus e Ana Carolina, filhos, respectivamente, de Gildo Marques Júnior e Lúcia Melo, e de Luís Serafim e Ivanilda Alves.

Na área de jornalismo tem esse que vos escreve, Roberto Almeida, que fez o curso na Universidade Católica, e Albérico Bezerra, formado em Comunicação na Universidade Federal.

Neide Reino, prefeita do município, é enfermeira formada e sua sobrinha, Fernanda, filha da professora Maria, é médica. Aline, filha de Elielson e Tereza é biomédica e trabalha em Olinda. Natália, filha de Valdívio e Neves é fisioterapeuta e atua no Hospital Português, no Recife.

Quem também passou no vestibular, este ano, foi Guilherme Reino, filho de Evandro (Vera) e Mônica. Ele irá estudar Odontologia na capital.

A relação não está completa, claro. Com a chegada da Universidade Rural em Garanhuns, a expansão da UPE e da AESGA sei que muitos jovens, nos últimos anos, conseguiram o diploma em Curso Superior. Só na área de Pedagogia deve ter uns duzentos.  Mas de cabeça, como foi feita a matéria, é impossível saber o nome de todos. O espaço, porém,  está aberto para quem quiser acrescentar outros nomes.

Pela mostra acima, no entanto,  o leitor do blog, de qualquer cidade do país ou do mundo fica sabendo que Capoeiras não é só uma terra seca e (infelizmente) um pouco violenta. É também uma cidade que gosta de fabricar doutores.


*Na foto, reproduzida do Blog Capoeiras, o Mateus, filho de Gildinho, que em 2016 começa seu curso de Medicina.

6 comentários:

  1. Excelente homenagem. É louvável o destaque que os nossos estudantes vêm alcançando no cenário educacional do nosso estado.
    Contudo, só foram mencionados cursos de graduação, enquanto a manchete da matéria cita, Terra de Doutores. Quantos dos citados possuem o título de Doutor?
    Pode até parecer futrinca de menino, mas digo isto porque vejo professores com mestrado e doutorado que são referidos como professores. Já o estudante de medicina ou direito se intitulam doutores. Vamos atentar para os conceitos coronelistas que perduram encrostados em nossa cultura.
    Quem cursa medicina, humana ou veterinária, é médico, direito;bacharel em direito. Doutor é que faz doutorado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bem feita a sua colocação. Mas, se tratando aqui da matéria especificamente, no meu entendimento, o "doutor" se refere ao anel de formatura do dedo. E pra cá nós, não tem coisa mais prazerosa e bonita, de que saber que no nosso pequeno lugarejo existem tantos doutores: da Lei, da Medicina, da Docência, da Farmácia, das Cencias Contábeis e tantos outros que nos orgulham em dizer: são filhos da nossa terra!!!

      Maria Joana

      Excluir
  2. Benedito é Veterinário como seu irmão mais velho Antônio Vieira que mora em Macéio

    ResponderExcluir
  3. Belo exemplo Capoeiras até um desembargador!

    ResponderExcluir
  4. Quer dizer que quem é bacharel não tem valor, pois sou bacharel em Administração de Empresa.

    ResponderExcluir
  5. Quer dizer que quem é bacharel não tem valor, pois sou bacharel em Administração de Empresa.

    ResponderExcluir