SEBRAE

SEBRAE
SEBRAE

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

CANHOTINHO É DISCRIMINADO PELO GOVERNO

Canhotinho, a 40 km de Garanhuns, está sofrendo discriminação política por parte do Governo do Estado. Pelo menos é o que denuncia o prefeito do município, Felipe Porto (DEM), em carta aberta distribuída com a Imprensa. Segundo o gestor a administração de Paulo Câmara negou uma pequena ajuda para que a cidade pudesse realizar a Festa de São Sebastião, alegando crise financeira, quando liberou recursos de última hora para outros municípios do Estado.

Na eleição de governador, em 2014, Felipe Porto foi dissidente do seu partido e apoiou a candidatura de Armando Monteiro.

Em seu desabafo contra o Governo, o prefeito (sobrinho do deputado estadual Alvaro Porto), ironiza com a “nova política praticada em Pernambuco.

A verdadeira “Nova Política” do Governo do Estado
Em Canhotinho será realizada a 98ª Festa de São Sebastião no dia 31 de janeiro e 01 de fevereiro. Também é comemorado o carnaval, sendo um dos maiores do agreste pernambucano.
Em virtude da crise financeira que os municípios brasileiros enfrentam, solicitei ao Governo do Estado uma ajuda para os nossos eventos. Me reuni com o Presidente da Empetur, Luiz Eduardo, e por várias vezes com o Vice-Presidente Guilherme. Além de ter tido o contato telefônico com o Secretário Felipe Carreras, porém ficaram jogando de um para o outro, com enroladas e mentiras. Afinal, quem é que manda na EMPETUR? Por fim, foi prometido o patrocínio para as nossas festividades, inclusive, destaque-se, recebi a informação que já estaria autorizado, só faltando a definição dos valores. Após vários dias de ligações, esperas (em uma delas de 14 horas até as 19 horas na Empetur) e viagens ao Recife, eis que recebo a resposta, com o seguinte argumento: “Por questões financeiras Canhotinho não receberá ajuda por parte do Governo do Estado. “ Comunicou o vice-presidente Guilherme, afirmando que a Casa Civil não liberou.
Questiono o argumento. Analisemos: Altinho, de última hora, recebeu a atração nacional Leo Magalhães; Bonito recebeu Israel Novaes, entre tantos e tantos outros municípios. Nada contra os municípios que receberam a ajuda, todos merecem, mas Canhotinho também tem esse direito. O Governo do Estado tem como costume patrocinar FESTAS PARTICULARES, VAQUEJADAS e GRANDES SHOWS que cobram ingressos durante todos esses oito anos e 1 mês de gestão. Ocorre que todos sabem quem são os produtores beneficiados dessas generosas ajudas. Negar apoio a uma festa quase centenária e um dos melhores carnavais do nosso agreste é um verdadeiro absurdo.
Peço atenção redobrada àqueles que detém a competência para fiscalizar essas arbitrariedades. Qual o motivo de alguns municípios receberem apoio e outros não ? Faz parte da nova política patrocinar festas particulares e negar para eventos públicos quase que centenários?
Essa é a falsa “Nova Política” da perseguição.
Encerro afirmando que mesmo com uma grande dificuldade, e sem nenhum centavo do Governo do Estado, alguns amigos irão ajudar, e vou fazer a Festa de São Sebastião e o Carnaval, todos estão convidados.
Felipe Porto
Prefeito de Canhotinho.

4 comentários:

  1. Meus amigos quem tem um Armando Monteiro vota num Paulo, vocês queriam o que? Infelizmente, não vejo no horizonte nenhum sinal de melhora, ao contrário por pura falta de comando e liderança, a coisa vai piorar ainda muito. Misturou drama com eleição deu o que? Incompetência.

    ResponderExcluir
  2. 8 ANOS DE FHC E 8 ANOS DE LUA PENSA NOS MILHÕES QUE FORAM GASTOS E SAÍRAM PELO RALO COM SHOWS FANTASMAS. 8 ANOS DE JARBAS E 8 ANOS DE EDUARDO TODO MUNDO DANÇOU RINDO À TOA.

    DE 2011 ATÉ HOJE AS COISAS PIORARAM NO BRASIL POR INTEIRO.E AGORA EM 2014 FOI QUE CHEGOU EM TODAS AS PREFEITURAS PARA OS SERVIDORES,MAS PARA OS PREFEITOS E VEREADORES É BARRIGA CHEIA.A DILMA TEM QUE TRABALHAR REDOBRADO PARA REVERTER A CRISE ECONOMICA. CADA UM DANÇA DE ACORDO CONM MÚSICA. EU PASSEI 10 ANOS NA POBREZA E SOMENTE IA A UMA FESTA QUANDO PODIA.

    ResponderExcluir
  3. Reclamando porque não foi liberado verba para fazer festa, é brincadeira, pensei que o prefeio estava reclamando que não foi liberado verba para educação, saúde, infra estrutura, saneamento básico.... outras questões públicas infinitamente mais importante do que festa!

    ResponderExcluir
  4. Parabéns ao Governador Paulo Câmara, essas festas de padroeiros deveriam ser apenas da igreja com programação religiosa, o que vemos é muita cachaça e prostituição, acidentes automobilísticos, adolescentes bebendo muito cedo, muito coma alcóolico nos hospitais, drogas rolando solto, etc. Seria bom que essa moda pegasse e o Estado economizaria muito, agora veem esses prefeitos falando e retalhação, então Sr. Prefeito ter apoio a festa religiosa e vá todos os dias para a igreja.

    Paulo Gustavo

    ResponderExcluir