SEBRAE

SEBRAE
SEBRAE

ALEPE

ALEPE
ALEPE

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

A CRISE POR ÁGUA EM SÃO PAULO E NO SUDESTE

A situação por água em São Paulo é cada vez pior. Em Minas Gerais, no Rio e no Espírito Santo também já falam em economizar e até em racionamento do líquido, que anda escasso. Nenhum desses Estados foi governado pelo PT até o ano passado. Se fosse, a conta já teria sido jogada no colo do Partido e a Veja teria dedicado ao assunto uma capa daquelas. Como os tucanos são blindados na grande imprensa, parece que não têm nada a ver com essa crise.

Não se trata aqui de defender o PT e atacar os tucanos, nada disso. Mas devemos ser sensatos e reconhecer que a incompetência não é privilégio de um partido. A classe política brasileira, à direita e à esquerda, continua deixando a desejar.

4 comentários:

  1. Não desejo nenhum mal para esse povo que está sem água até porque nós nordestinos conhecemos essa carência na pele, quantas milhares e milhares de nossos irmãos morreram com a falta dela. Porém prezados companheiros desse blog, quantas vezes fomos humilhados por esses sudestinos que diziam que éramos mortos de fome e de sede, como já disse aqui outras vezes, morei alguns anos em São Paulo e por duas vezes na minha presença fomos insultados por paulistas ignorantes e estúpidos falando de nordestinos e menosprezando nosso povo, não sabiam eles que tinha um nordestino tomando um cervejinha, fui tomar satisfação, a turma do deixa para lá atenuou, mas quase que o tempo fechava. Hoje eles passam pela mesma situação, ninguém faz aqui e sai impune.

    ResponderExcluir
  2. Há 20 anos que o Brasil vem sendo governado por essas duas pragas: PSDB + PT. A cara dum é o cu do outro. Como se parecem!!!

    ResponderExcluir
  3. O NEGÓCIO É O PT COM A DILMA NA PRESIDÊNCIA AGORA NÃO ADIANTA CHORA.


    Copom prevê alta de energia de 27,6% neste ano
    Agência O Globo - 3 horas atrás

    BRASÍLIA - O Comitê de Política Monetária (Copom) alterou substancialmente a previsão para a inflação de tarifas públicas no Brasil. Aumentou a projeção de alta dos preços administrados de 6% para 9,3% neste ano. Os principais motivos desse salto foram a previsão de elevação de 8% na gasolina porque o governo aumentou os impostos no início deste ano e de nada menos que 27,6% nos preços da energia elétrica por causa da seca no país.

    No começo de janeiro Eduardo Braga, ministro de Minas e Energia, disse que o aumento médio nas tarifas de eletricidade no país em 2015 ficará abaixo de 40% "com certeza", rebatendo previsões de analistas do mercado financeiro que estimavam a alta superior a este patamar. Outros estimam algo em torno de 30% a 35%.

    Incertezas no setor elétrico e as novas altas no impostos, sobretudo os que impactam no preço da gasolina e que começam a valer em fevereiro, são os principais motivos para que os analistas do mercado financeiro esperem que a inflação oficial do ano ultrapasse o teto da meta do governo, de 6,5%. Cada vez mais há a expectativa que o IPCA feche 2015 acima de 7%, o que seria o pior ano da inflação desde 2004.

    ResponderExcluir
  4. A CULPA DISTO QUE ESTA ACONTECENDO NESTE PAIS .É DOS POLÍTICOS QUE TODOS SE EXCEÇÃO SÃO IGUALZINHO AO DEPUTADOS JOÃO PLENÁRIO DO PROGRAMA ( A PRAÇA E NOSSA DO SBT )

    ResponderExcluir