SEBRAE

SEBRAE
SEBRAE

ALEPE

ALEPE
ALEPE

quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

O EXEMPLO DE JOAQUIM DE NECO

Morreu esta semana um dos homens mais corretos e um dos políticos mais honestos que eu já conheci.

Joaquim Rodrigues de Lima, conhecido popularmente em Capoeiras como “Joaquim de Neco”. Foi vereador de mais de um mandato, vice-prefeito de Manoel Reino e seu filho, Zezé, também teve uma passagem pela Câmara de Vereadores.

É da mesma família do ex-vice prefeito José Carlos, de Edgar, que foi vice de Dudu, e de Carla, hoje no segundo mandato de vereadora. E ainda teve Nilo, seu irmão, que foi vereador.

Sobre  o ex-vice-prefeito muita coisa pode se escrever, ele é digno de muitas homenagens. Nas proximidades da vila do Riacho do Mel, de homens “esquentados” e valentes, Joaquim de Neco viveu com serenidade, aconselhando as pessoas e dando o exemplo de como se deve viver.

Eu o conheci como um homem de bem, de paz e acho que era mesmo. Mesmo o ex-prefeito Zezinho Borrego, que sempre foi adversário político de Manoel Reino, só abria a boca para elogiar Joaquim, que estava no palanque do outro na distante campanha de 1982.

Em 1996, quando Zezinho exerceu o seu terceiro mandato e reuniu o grupo para decidir quem seria o candidato à sucessão municipal, lá estava Joaquim de Neco no meio dos mais jovens.

E comunicou ao prefeito que não disputaria uma vaga para a Câmara de Vereadores. Explicou: “No meu tempo não precisava gastar esse dinheiro de hoje, nem o eleitor pedia tanto. E a gente era vereador sem receber salário. Hoje é tudo diferente, todo mundo está querendo tirar alguma vantagem”. Podem não ter sido exatamente essas palavras, mas o sentido foi esse.

O prefeito Zezinho e outros presentes olharam aquele "matuto" coerente com o maior respeito. Que permanece ate hoje. Joaquim de Neco foi embora, vai se encontrar com Manoel Reino e Alvinho, que foram prefeitos de Capoeiras.

Ficará para sempre na memória como homem de respeito e de paz. 

(Foto reproduzida do Blog Capoeiras).

Nenhum comentário:

Postar um comentário