ALEPE

ALEPE
ALEPE

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

PAULO CAMELO ANALISA VITÓRIA DE DILMA EM PERNAMBUCO

Sempre a população exercerá a sua sabedoria, quando quiser, evidentemente e contrariamente ao que  os políticos  queiram.

As condições materiais para análise política são ditadas pelos verdadeiros atores políticos: as pessoas. Considerando que não havia segundo turno para o governo do Estado, a população de Pernambuco resolveu nacionalizar o processo eleitoral, à revelia das lideranças estaduais (Jarbas; Paulo Câmara; Geraldo Júlio; Mendonça Filho; Humberto Costa; Edilson Silva; Teresa Leitão; Renata Campos; João Lyra; João Paulo; e tantos outros).

Após a “Refundação” e a conquista do poder central, o PT  se transformou num  partido político de Centro, ora oscilando para Centro-direita, ora para a Centro-esquerda. É um Partido da Ordem Burguesa, assim como o é o PSDB.

A Política Social Compensatória, iniciada no governo  FHC, através do Programa Comunidade Solidária (Bolsa Escola; Vale Gás, etc), habilmente transformada  pelo PT em “Bolsa Família”, tem um viés eleitoral e pesa sim a favor do governo, independente de coloração partidária. 

O voto destinado a presidente Dilma, foi também oriundo de uma parcela da população progressista, ou de esquerda, a qual acredita na falsa ilusão de que o PT é um partido de "esquerda". Trata-se de um amor Platônico, não correspondido pelo PT.

A população sabe que o PT, nos governos Lula e Dilma, destinaram verbas generosas para o governo Eduardo Campos, o qual habilmente escondia a autoria das mesmas, apartando-as da escala federal. A FIAT, recentemente instalada em Goiana/PE, é o retrato das concessões generosas do governo federal ao governo estadual do ex-governador, falecido, Eduardo Campos. Esse procedimento do PT, no segundo turno das eleições para Presidente da República, colando no empreendimento  FIAT de Goiana/PE, enfraqueceu as iniciativas da articuladora do PSB, Renata Campos. Foi uma ação sutil do PT, mas de grande impacto eleitoral.

É verdade que as lideranças do PT, ora associadas ao burguês e senador Armando Monteiro, estão fragilizadas no contexto estadual. 

Igualmente, é verdade  que Lula é uma liderança nacional, muito perigoso na política, e é filho natural do ex-distrito de Garanhuns, hoje cidade, Caetés, Pernambuco. Há um casamento insolúvel de Lula com a população de Pernambuco. Portanto, o ex-presidente Lula, foi o principal abonador  e arquiteto da vitória de Dilma  em Pernambuco.

No segundo turno houveram  manifestações isoladas e acanhadas das lideranças do PSDB e do PSB, e demais partidos afins, em PE. Isso quer dizer, que a maioria dos Prefeitos do PSB, e demais políticos pró-Aécio, não vestiram a camisa plena do Aécio, enfraquecendo a sua campanha. Vide exemplo do empenho das lideranças políticas pró-Aécio, capitalizando a vitória do mesmo  em Taquaritinga do Norte/PE.

A maioria esmagadora da população não é progressista e muito menos esquerdista. Pelo exposto até aqui, podemos dizer que a população que queria “mudança”, votou no Aécio. Ou à Direita, não tem o direito de defender as suas  “mudanças”?

A presidente Dilma, representa o continuismo de um governo que chega ao 12º  ano consecutivo sem mover uma palha sequer em favor da transformação da sociedade brasileira para contribuir com a cicratização da nossa história em face da exploração do homem pelo próprio homem. Afinal,  o PT, com auxílio do PC do B, este último hegemônico  no movimento estudantil,  arrefeceram  o movimento popular brasileiro sob os aplausos da burguesia. Vide as manifestações apartidárias, descontroladas e anarquistas de junho de 2013.

Houve negação, parcial,  a Aécio em Minas Gerais e não em Pernambuco. O Pernambu-cano é perdido de amor por Lula e mais ninguém. Em Pernambuco, Dilma é apenas  afilhada de Lula, conhecida popularmente como a "mulher" (sem vinculação amorosa)  do homem (Lula).  

A população ainda não se expressou sobre a palavra "Mudança". Quais?  A presidente Dilma, também não disse quais são as “Mudanças”. Aécio e Marina, também falaram em "Mudança". Quais? Finalmente, quem está enrolando quem?

 Sobre a vitória de Paulo Câmara, para governador,  nas eleições de 05.10.2014, pode-se dizer   que  os seus marqueteiros, habilmente  souberam transformá-lo no candidato do ex-governador Eduardo Campos. Logo, o Paulo Câmara, ganharia a eleição com ou sem a presença física de Eduardo Campos. Sendo assim, pensar que foi a emoção que deu a vitória a Paulo Câmara, em PE, é uma atitude ingênua.   Armando Monteiro, chegou aos 43% de aceitação, até o momento em que a população imaginava que ele era o candidato de Eduardo Campos. Nos Debates o Armando Monteiro, colecionou antipatia pela sua  arrogância patriarcal contra o candidato Paulo Câmara, afilhado do ex-governador, falecido, Eduardo Campos. Além do Paulo Câmara,  ter mais identificação com a juventude, do que o cinqüentão Armando Monteiro.

Os setores em Pernambuco, que não aceitam o PT, habitam no PSOL, PCB, PSTU, PSDB, PPS, DEM, PMDB e  porque não dizer, nos eleitores do ex-candidato a presidente Aécio Neves. É uma geleia geral.

As pessoas se mobilizam na maioria das vezes no terreno das ilusões. Era esse o sentimento que unificava as pessoas, sejam Dilmistas, Lulistas, Petistas, Psolistas, ou não, as quais se encontravam na comemoração da vitória de Dilma, realizada na noite de 26.10.2014, no Marco Zero, Recife/PE.
    
Por fim,   imagino  que não existe a expressão de que o governo antidemocrático da presidente Dilma, vai dialogar com as "mudanças" (quais?),  infantilmente pretendidas pelas pessoas ou partidos políticos, uma vez que o governo Dilma vai priorizar dialogar com as Classes Dominantes do país, visando acalmar o Mercado.

Paulo Camelo de Holanda Cavalcanti, engenheiro civil, ex-candidato a Deputado Federal pelo PSOL/PE

2 comentários:

  1. COMPLEMENTANDO O COMENTÁRIO E ANÁLISE DO ENGENHEIRO CIVIL PAULO CAMELO QUERO ACRESCENTAR ALGUNS INGREDIENTES A MAIS.

    PRIMEIRO: A ELEIÇÃO DO PRIMEIRO FOI A MAIS PROSTITUÍDAS DE TODOS OS TEMPOS EM PERNAMBUCO.

    SEGUNDO: AS COLIGAÇÕES FORAM AS MAIS CORRUPTAS E ESCANDALOSAS NUNCA VISTO NO REGIME MILITAR. NAQUELA ÉPOCA SE TINHA MAIS MORAL E HOJE NÃO, COMPRA -SE OS VOTOS NAS BARBAS DA JUSTIÇA ELEITORAL QUE NÃO FISCALIZA MAIS NADA MESMO.

    TERCEIRO: TODAS AS CAMPANHAS DO PRIMEIRO TURNO FORAM MUNICIPALIZADAS.AS BRIGAS ENTRE UM QUEBRA RÁDIO QUALQUER DA VIDA E O MARTELO E A FOICE SE REPETIRAM COM OS MESMOS COSTUMES DE SEMPRE: COMPRA DE VOTOS VERGONHOSAMENTE.

    QUARTO: A MENTIRA E A DESCONTRUÇÃO DA MARINA SILVA E DEPOIS DO AÉCIO NEVES FOI MUITO FORTE E NUNCA VISTO NA HISTÓRIA POLÍTICA DO BRASIL NEM DA DITADURA.

    QUINTO: OS CANDIDATOS A DEPUTADO DISTRIBUÍRAM MUITO DINHEIRO AO LADO DOS PREFEITOS E POVÃO ALÉM DE RECEBER O BOLSA FAMÍLIA COM MENTIRA E TUDO RECEBEU MAIS DINHEIRO PARA COMPLEMENTAR A MESADA E A FEIRA FOI GORDA.TEM COMERCIANTES QUE FICARAM FELIZES COM ESSE DINHEIRO A MAIS.

    SEXTO: NO SEGUNDO TURNO QUASE TODO OS PREFEITOS, EX-PREFEITOS, CABOS ELEITORAIS TUDO COM O BOLSO CHEIO DE DINHEIRO COM AS NOTAS DE 50 E 100 FORAM CURTIR NA PRAIA DE RECIFE E MACEIÓ AS VITÓRIAS DE SEUS CANDIDATOS.

    SÉTIMO: FOI A CAMPANHA MAIS BAIXA QUE JÁ SE VIU PELAS REDES SOCIAIS QUE PROPAGAM MUITO MERDA MESMO.

    OITAVO: PALAVRÕES DE ANTA, JUMENTA, SAPATÃO, GORDONA, TERRORISTA, QUE NÃO GOSTA DE HOMEM, FEIA, NEGRA, GUERRILHEIRA, MENTIROSA, LEVIANA, CORRUPTA, LADRONA, FUMADOR DE MACONHA, CHEIRA PÓ, BATE EM MULHER, LADRÃO, CORRUPTO, SAFADO, NAMOROU DE 10 MULHERES, ALCOÓLATRA, SAIU COM ROSE, TRAIU LETÍCIA, COMEU FIBROI, ETC.

    HAJA BAIXARIA, PAULO CAMELO.

    ResponderExcluir
  2. DOS ADJETIVOS ACIMA EXPOSTOS O MAIS COLOQUIAL E LEGÍTIMO É SEM SOMBRA DE DÚVIDA O DE “VACA TERRORISTA DA DILMA”; OUTRO BOM TERMO MUITO BEM ADJETIVADO É O DO “SEBOSO DE CAETÉS”; E DANA-SE POR AÍ AFORA, COMO ANTA TONTA, VÉIA BIRUTA, CÉREBRO DE CRUSTÁCEO, DE “PIXILINGA”, UM NEURÔNIO E MEIO E O CONSAGRADO POSTE...

    P.S.: - Fazendo um paralelo ou parodiando o político Carlos Lacerda cheguei à conclusão que o PT é um purgante. Quanto à Dilma, ela é o efeito...

    ResponderExcluir