SEBRAE

SEBRAE
SEBRAE

ALEPE

ALEPE
ALEPE

quinta-feira, 14 de abril de 2011

A CARTA A HUMBERTO DE MORAES

Na última edição do jornal O Monitor, ainda nas bancas, o radialista Rossini Moura, que trabalhou na campanha de Luiz Carlos e chegou a fazer crônicas defendendo a atual administração, escreveu um artigo em que bateu pesado no Governo. Em forma de um bilhete ao jornalista Humberto de Moraes, que já está como ele lembra "em outro plano", o profissional de comunicação faz um desabafo em que reclama do abandono da cidade. Na sua visão há muito descaso com o centro e os bairros da periferia, o mato toma conta de alguns pontos e ninguém fiscaliza nada. Cita a situação da praças Irmãos Miranda e Guadalajara, as duas precisando de uma intervenção do poder público que até agora não aconteceu. Rossini escreve bem e tem credibilidade. O seu "Bilhete a Humberto Moraes", na minha opinião, em vez de ser encarado com alguma mágoa, pela atual administração, deve servir de guia para algumas ações positivas no município, corrigindo situações que realmente estão erradas.

3 comentários:

  1. Quando vi esta postagem falando sobre o Humberto de Moraes, me deu vontade de escrever. Esta é uma função dos blogs: instigar á leitura, a refleção, a escrita e aumentar a saudade. Parabéns pela postagem. Se alguém se interessar vejam o que escrevi na A Gazeta Digital.

    Zé Carlos (A Gazeta Digital)

    ResponderExcluir
  2. É com muita saudade que lembramos do grande cidadão HUMBERTO ALVES DE MORAES, o nosso Betinho, quanto ao bilhete é constrangedora a situação que nos colocou a atual administração municipal,rei do descaso, imperador da incompetência, é inadimissivel que durante 8 anos do magnifico governo LULA, nosso conterraneo, nosso prefeito não tenha colocado nenhum prejeto para aprovação do governo federal, falando administrativamente, enquanto no mundo afora se gasta milhões para criar estacionamento nossa anta municipal retira 50% do nosso estacionamento do centro da cidade inibindo os nosso poucos turistas a gastar no comércio local, e lhe que é comerciante, é incompetente até para desviar R$ 18.000,00 de uma reforma de ponte, que falta faz Zé Inácio, tivemos a visita do ministro do turismo em Garanhuns, faltou um projeto pro ministro se quer examinar. Dentre tantas mancadas se fossemos relacionar passariamos dias, Garanhuns teve 8 anos mais perdidos de sua história, cresceu sim, a reboque pelo estado e pela gravidade de investimentos federais e estaduais nossa adminisração municipal é trágica.
    É importante que tome como exemplo e elejamos alguem capacitado realmente e não porque é bonitinho, bonzinho ou direitinho.Gente precisamos de capacidade e preparo administrativo, precisamos de alguem que dê suporte para nosso desenvolvimento e não para inibir crescimento, vejamos a AESGA era um rem de desenvolvimento, está parado porque virou cabide de emprego do prefeito incompetente.
    Chega de Luis, Silvino, Sivaldo, Izaias e Zé da Luz(esse então, cruz credo) vamos vislubrar novos horizontes temos sengue novo (Pedro Falcão, Alexandre Marinho, Audálio Filho e tantos outros)vamos fazer uma Garanhuns de roupa nova, com a cara nova.

    ResponderExcluir
  3. Este foi o texto que utilizamos para avisar aos companheiros(as)da transferência do local da plenária, na época do falecimento de Humberto.

    Em virtude do falecimento do Jornalista Humberto de Morais, comunicamos aos Trabalhadores em Educação que a nossa plenária foi Transferida para Escola Elisa Coelho às 14 horas e Trinta minutos. Aproveitamos o ensejo para em nome de todos os Trabalhadores em Educação lamentar a morte deste que foi sem dúvidas um exemplo de Cidadania, Honradez e Caráter. Lamentamos desde sempre como um político da grandeza do Sr.Humberto de Morais foi expurgado pela Sociedade Garanhuense; a única resposta encontrada é o famoso texto de Rui Barbosa, que fala que o homem teria vergonha de ser honesto; neste caso diríamos que a Sociedade teve ““ vergonha “” de continuar sendo ser representada por um homem HONESTO (Estou exclusivamente enfatizando sua personalidade). Sua contribuição na Luta por uma Sociedade mais justa e igualitária em nossa região é inqüestionável; O Agreste Meridional, nosso Estado e o Brasil perdem num momento onde vivemos uma crise Institucional de valores um dos seus maiores representantes. Seu exemplo de Vida passará para História como sinônimo de HONESTIDADE.

    ResponderExcluir