SEBRAE

SEBRAE
SEBRAE

ALEPE

ALEPE
ALEPE

sábado, 30 de outubro de 2010

UM DEBATE MUITO CHATO

O debate entre José Serra e Dilma Roussef, ontem à noite, na TV Globo, foi o mais chato de todos os realizados na atual campanha eleitoral, incluídos os dois turnos. O formato, que tinha tudo para tornar mais interessante o duelo verbal dos candidatos, com perguntas de cidadões comuns de diferentes regiões do país, terminou se transformando numa mera entrevista, num ping pong com a participação da plateia, sem que a petista ou o tucano tenham brilhado especialmente em nenhum momento. Evitando claramente a polêmica, os ataques e apenas se atendo ao decoreba que há havia sido repetido dezenas de vezes nos programas eleitorais, Serra e Dilma tangenciaram questões referentes à corrução, funcionalismo público, baixo salário de professores, previdência, programas assistenciais do governo e outros temas relevantes, encarados de forma eu diria até simplória. O ex-governador de São Paulo, muito mais seguro, bem vestido, com um semblante leve e tranquilo, nem parecia o personagem angustiado do programa da Rede Record. Muito mais convincente e desenvolto parecia até o líder das pesquisas e não o contrário. Dilma, outra vez com o figurino errado, parecia pouco à vontade rodando no palco, ou picadeiro, rodeada de eleitores indecisos e observada com olho crítico pelo adversário. Confesso que deu sono e só consegui chegar até o final por dever de ofício. O representante do PSDB foi melhor, mas não creio que tenha vencido coisa alguma, pois não teve nada de relevante pra fazer o eleitor mudar de voto. A petista apenas administrou sua vantagem e deve se dá por satisfeita. Acho que melhor do que os candidatos e de que o Bonner - nesta sexta-feira um mero coadjuvante, mais preocupado com o relógio - foram os indecisos. Fizeram boas perguntas, representaram o eleitor médio brasileiro e não cansaram ninguém. Pena que tenham obtido respostas já combinadas pelos marketeiros e incluídas nas cartilhas insistentemente divulgadas nos guias eleitorais. Na Bandeirantes, Rede TV e Record tivemos debates. Bons ou ruins podem ser chamados de debates. A Globo fez mais uma Mesa Redonda. Tinha hora que parecia que ia aparecer o Serginho Groisman rodeado de adolescentes. Teria sido mais interessante.

Um comentário: