GOVERNO MUNICIPAL

GOVERNO MUNICIPAL
PREFEITURA DE GARANHUNS

ELEIÇÃO DE 2024 PODE POLARIZAR DE NOVO ENTRE ESQUERDA E DIREITA

Sivaldo Albino representará 
o centro e a esquerda
Gersinho Filho terá Bolsonaro como aliado


A eleição municipal de 2024 tende a ser "nacionalizada". 

Isso vai acontecer porque o Brasil continua polarizado, com Lula na presidência, mas seu antecessor, Jair Bolsonaro, ainda com muita força junto ao eleitorado, mesmo estando inelegível.

O próprio Lula, nesta sexta-feira, alimentou a polarização ou nacionalização da disputa no próximo ano. Segundo o líder petista, a eleição de 2024 vai novamente ser entre ele e seu adversário.

Possivelmente com isso o presidente quer tornar a eleição plebiscitária e impulsionar as candidaturas do PT e partidos aliados.

Pré-candidatos no Recife, Caruaru e Garanhuns, o ex-ministro Gilson Machado, o deputado federal Fernando Rodolfo e o vereador Gersinho Filho dificilmente vencerão as eleições.

Podem, no entanto, conquistar boa votação, impulsionados pelo bolsonarismo.

Já os prefeitos João Campos e Sivaldo Albino, ambos do PSB, aliados do PT, tendem a ser beneficiados pelo efeito Lula.

Ora, o petista sempre teve boa votação em Garanhuns e Recife.

O ano passado Lula venceu nos dois municípios com larga margem de votos.

O eleitor local ou da Veneza Brasileira votará em Sivaldo Albino ou João Campos sobretudo pelo trabalho que realizam na prefeitura.

Mas uma parcela não desprezível em torno de 5% ou mais poderá no fim optar pelos candidatos do PSB pelo simples fatos de serem aliados do presidente da República.

A mídia concede generosos espaços a Bolsonaro, apesar dele ter sido um presidente horrível e estar inelegível.

O político de direita se aproveita disso para estar em evidência, de um modo ou de outro, para manter acesa a chama da ideologia fascista que conseguiu colocar na cabeça de milhões de brasileiros.

Sivaldo e João Campos têm boa chances de se reelegerem em Garanhuns e Recife.

Até mesmo em Caruaru a direita deve perder. Rodrigo Pinheiro, caso se reeleja, não será como representante do bolsonarismo. Lá a seita é representada pelo deputado Fernando Rodolfo.

A tendência é que os candidatos ligados ao ex-presidente em sua maioria sofram derrotas acachapantes no Nordeste.

Devem obter algumas vitórias de peso nas regiões Sul e Sudeste.

Algumas vitórias podem ser importantes para a esquerda em São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro.

Se Boulos vencer na capital paulista, por exemplo, será importantíssimo para o campo progressista. Mas é uma eleição difícil.

Ao longo dos últimos anos o eleitorado do Sudeste e do Sul vem ficando cada vez mais conservador. E isso não muda de uma hora para outra.

Lula faz um bom governo, não tem como comparar seu antecessor com ele.

Mas é preciso que a maioria da população tenha a percepção dos avanços. O Governo Federal precisa se comunicar melhor e ampliar seus eleitores na regiões Sul, Sudeste, Norte e Centro Oeste.

Não pode depender somente do Nordeste para eleger mais prefeitos e futuramente melhorar a representação no Congresso Nacional.

Eleição de 2024, no final das contas, é uma escolha entre o atraso e o avanço. Entre políticos que defendem a educação e saúde pública, contra os representantes dos empresários, das classes dominantes.

Se o pobre vota no rico, no opressor, é porque alguma coisa está faltando nos governos progressistas. É preciso trabalhar, realizar ações que cheguem aos menos favorecidos.

E também ter capacidade de se comunicar com as massas, que muitas vezes se deixam levar pelos demagogos, pelas promessas fáceis.

Tudo isso está em jogo no próximo ano.

Em Garanhuns, no Recife, em Caruaru, em todo o Brasil.

Um comentário:

  1. PAULO CAMELO: Convém lembrar que Sivaldo e Carreras são de Direita. Infelizmente o PT de Garanhuns dar o "verniz de esquerda" que Sivaldo não tem. Assim como em SP, temos a luta contra a Privatização da SABESP, aqui em Garanhuns teremos que lutar contra a Privatização do FIG, via concessões cedidas para a iniciativa privada pela Lei Municipal 5.112. Lembrando que o dep. fed, Felipe Carreras é empresário na área de eventos. Ok, Moçada!

    ResponderExcluir

SUBSÍDIO PARA COMPRA DE CASA

SUBSÍDIO PARA COMPRA DE CASA
FINANCIAMENTO PARA CASA PRÓPRIA