Colégio Diocesano de Garanhuns

Colégio Diocesano de Garanhuns
Colégio Diocesano de Garanhuns

Governo de Pernambuco

Governo de Pernambuco
Governo de Pernambuco

AUDITORIA REALIZADA NO IPSG APONTA DÉFICIT DE 62 MILHÕES


A empresa Consultoria Controle e Capacitação em Gestão Pública Municipal (CGPM), com sede no Recife, concluiu a auditoria realizada no Instituto de Previdência dos Servidores Públicos de Garanhuns (IPSG).

O trabalho realizado detectou irregularidades nos repasses dos servidores e patronal (incluindo suplementação e taxas administrativas ao Instituto). Ainda foi constatado a falta de repasses de aportes financeiros ao IPSG.

Relatório é detalhado, com tabelas e dados técnicos.

Na conclusão, o responsável pela auditoria escreve:

“No que tange aos repasses de servidores, e de entes (incluindo, patronal, suplementação e taxa administrativa), houve uma falta de repasse acumulado na ordem de mais de 27,5 milhões de reais. Já quanto aos aportes financeiros, houve uma cúmulo de falta de transferência de recurso em mais de 35,3 milhões de reais”.

O total do déficit encontrado no Instituto dos Servidores do Município de Garanhuns chegou a R$ 62.853.485,31 (sessenta e dois milhões, oitocentos e cinquenta e três mil, quatrocentos e oitenta e cinco e trinta e um centavos). Isso quando somados os valores devidos a servidores e entes e os aportes financeiros que deixaram de ser feitos de 2013 a 2020.

Relatório da auditoria, que pede a responsabilização das gestões anteriores da Prefeitura e do Instituto,  é assinado por Otávio Henrique Cintra Monteiro. Documento será enviado ao Tribunal de Contas de Pernambuco.

Um comentário:

  1. Assim ocorre na gestão de todos que passam pela admnistração municipal. E tenho certeza que o rombo por falta de repasses ao INSS, de contratados e patronal, é com certeza para mais de R$ 100.000.000,00.

    ResponderExcluir