Governo de Pernambuco

Governo de Pernambuco
Governo de Pernambuco

MAIS DE MEIO MILHÃO DE PESSOAS SAEM ÀS RUAS PARA PROTESTAR CONTRA GOVERNO

São Paulo (foto da Carta Capital)
Rio de Janeiro (Foto de Ricardo Moraes/Reuters)
Brasília (Foto do Portal Globo)
Recife (Foto do Portal Globo)

 

Pelo que se vê nos vídeos, fotos e números divulgados, as manifestações deste sábado, 19 de junho, foram ainda maiores de que as do dia 29 de maio.

Em São Paulo, mesmo com a pandemia, 100 mil pessoas foram ao centro da cidade. Os números são dos organizadores, a PM não fez estimativa.

Mais que tinha gente demais, não dá pra contestar: as imagens não deixam mentir.

Foi como em São Paulo na maior parte do país: No Rio de Janeiro, em Porto Alegre, Goiânia,  Brasília, Belo Horizonte, Recife, Fortaleza.

Os protestos pacíficos, aconteceram em mais de 400 cidades brasileiras.

E ainda teve gente denunciando o genocídio que acontece entre nós em Paris, em Londres, Washington, Lisboa, Barcelona.

O Brasil hoje é considerado uma ameaça mundial por conta do governo insano que temos.

Os partidos políticos de oposição se fizeram presentes nas ruas, embora as manifestações tenham sido organizadas mais pelas organizações sociais.

Jornalista Reinaldo Azevedo, que claramente apoia os protestos, concorda com a participação de representantes dos partidos.

Para ele, a negação da política é que nos levou a essa situação.

Em São Paulo, em meio a tanta gente, um cidadão chamou a atenção e foi festejado: era nada mais nada menos de que o compositor, cantor e escritor Chico Buarque de Holanda, 77 anos, de máscara, apoiando o movimento contra o fascismo.

Nas ruas do Recife uma das estrelas foi a deputada Marília Arraes. Ela perdeu a disputa pela prefeitura da capital, mas não a garra para fazer política no campo popular, defendendo ideias bastante semelhantes a de seu avô: Miguel Arraes de Alencar.

O povo está cansado de tantas mortes, não aguenta mais o preço da gasolina, do gás de cozinha, dos gêneros alimentícios no supermercado.

O povo quer vacina, emprego, salário decente, uma vida melhor. E chegou à conclusão que o atual governante cometeu estelionato eleitoral, disse uma coisa na campanha e faz outra no poder.

Por isso, de novo, a população brasileira quer mudar, mesmo que seja para o passado. Tempos que foram melhores e não  estão tão distantes.

De novo Reinaldo Azevedo: Ele ironiza a motociata do presidente, que segundo ele tinha menos de sete mil pessoas em seus veículos de duas rodas, nada quando comparado aos atos de ontem, com a presença de mais de 700 mil pessoas,  somadas todas as cidades.

Ainda tem muito chão pela frente e o presidente, no poder, fará de tudo para continuar mais quatro anos. Até está turbinando o bolsa família.

Mas a reeleição pode não ser muito fácil, principalmente se o candidato tiver de participar de debates.

Até a Globo ontem se posicionou e disse com todas as letras no Jornal Nacional: em certos momentos é preciso ter lado. Desta vez, a emissora resolveu ficar em sintonia com o povo. Talvez questão de sobrevivência, já que o capitão investe na Record e no SBT, tentando acabar com o império dos Marinho.

Como diria o Chico Buarque, já lembrado neste texto: “Foi bonita a festa pá, fiquei contente”.

O verso, criado para falar da Revolução dos Cravos, em Portugal, serve para o 19 de junho no Brasil. 

Apesar da pandemia o povo ocupou novamente às ruas para mostrar a insatisfação. 

Todo mal um dia passa. E ninguém tenha dúvida que é uma questão de tempo: os manifestantes que desafiam os vírus vão vencer, embora não possamos agora definir quando essa vitória poderá ser comemorada.

Chico Buarque em São Paulo
Marília Arraes no Recife

Um comentário:

  1. COM EXCEÇÃO DE SÃO PAULO O TROÇO FOI UM FIASCO, UM PAPELÓRIO UYM FRACASSO À TODA PROVA, UM DESASTRE AO QUADRADO. TAMBÉM, ONDE TEM PT, CHICO JABUTI, GLEISI HOFFMANN E A NETINHA DO ARRAES, A COISA TENDE A ANDAR PRA TRÁS. PARA COMPLETAR A GAFE SÓ FALTARAM MESMO AS PRESENÇAS DE LULA, DILMA E, QUEM SABE, DO LÁZARO...

    ResponderExcluir