GOVERNO DO ESTADO

GOVERNO DO ESTADO
GOVERNO DE PERNAMBUCO - FUNDARPE

Alepe

Alepe
Alepe

quinta-feira, 23 de maio de 2019

GLÁUCIO COSTA DISCUTE PADRONIZAÇÃO DAS FEIRAS



Gláucio Costa, no seu programa às primeiras horas da manhã, na Marano FM, abordou a polêmica da padronização das feiras livres de Garanhuns.

Radialista levou ao ar uma entrevista gravada com o promotor Domingos Sávio, justificando a recomendação de anulação da licitação que culminou na contratação da empresa Plena, de Caruaru. Segundo o representante do Ministério Público,  do processo constam algumas irregularidades  e se o Município não atender a solicitação do MP, será formalizada uma Ação Civil Pública por “improbidade administrativa”.

Luizinho Roldão e a vereadora Betânia da Ação Social participaram ao vivo do programa, esclarecendo que estão ao lado dos feirantes e defendendo que a padronização seja feita de outra forma, já que há fortes indícios de que a Plena, empresa de Caruaru vencedora da licitação em Garanhuns, se habilitou para pegar o contrato vantajoso com a prefeitura local mudando sua razão social no final de 2018.

Segundo Roldão e Felipe Arruda, que trabalha com o vereador Tonho de Belo, quando foram em Caruaru eles descobriram que a empresa não existia no endereço que consta no contrato firmado com a prefeitura.

Luizinho voltou a apontar várias contradições: a Plena era dirigida por um ex-secretário da prefeitura de Caruaru e estava impedida de fazer serviços para aquele município; a empresa apresentou documentos na licitação em Garanhuns sem reconhecimento de firma e não há registros em jornais da capital do Agreste de qualquer trabalho da Plena Gestão Empresarial nas feiras da Terra de Vitalino.

Num vídeo gravado e distribuído nas redes sociais (ver matéria abaixo) o prefeito Izaías Régis pede para a população não acreditar nas denúncias dos adversários. Em sua fala, o gestor não cita a recomendação do promotor Domingos Sávio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário