quarta-feira, 26 de dezembro de 2018

ROSANA NEVES PODE DISPUTAR PREFEITURA DE CAPOEIRAS


Por Junior Almeida

O município de Capoeiras é governado atualmente por uma mulher, Neide Reino, que tem a política no sangue e no convívio diário, pois é filha do ex-vice e prefeito Manoel Reino e esposa do também prefeito de Capoeiras por duas vezes, Maurílio Rodolfo, o Nenen de Olegário.

Não é muito comum os eleitores confiarem seus destinos às mulheres.  Em Pernambuco, por exemplo, dos seus 185 municípios, apenas 26 são governados por elas e, nas suas câmaras de vereadores apenas 260 vagas são de vereadoras num universo de mais de 2 mil parlamentares.

Talvez esse tipo de situação, multiplicada Brasil afora, ajude a entender por que a primeira mulher a governar o Brasil foi deposta sem que a machista Câmara Federal provasse nada contra ela. É bom lembrar que o impeachment teve como pano de fundo as tais pedalas fiscais, que parecem só ter sido crime para Dilma Roussef.

Em Capoeiras a atual Câmara Municipal tem duas vereadoras: Verônica de Zé João e Carla Rodrigues, mas outras mulheres também fazem parte dos 55 anos da história política do município, como por exemplo, as vereadoras Cleonice Reino, prima da atual gestora e esposa de Geová Lopes de Queiroz, que também foi vereador e candidato a vice-prefeito, Fátima Vieira, vereadora por dois mandatos e que chegou a ser candidata à prefeita, e a pioneira Dona Antônia do Alegre, a primeira vereadora do município.

Faltando dois anos para eleição de prefeito já se especula no município possíveis nomes de candidatos ao executivo. Depois do zum zum recente de que a vereadora Carla Rodrigues poderia ser candidata a prefeita, essa semana surgiu o nome de outra mulher, essa com uma larga experiência administrativa: Rosana Neves.

Pela oposição se cogita o nome de vários homens como o ex-deputado Carlos Batata, do seu sobrinho Felipe Vieira, filho de Fátima, e Bruno da Ótica, que chegou à Câmara ao lado de Neide. O nome do empresário Luiz Henrique, o Rico Souza, filho do ex-prefeito Dudu, também é ventilado, porém, uns dizem que ele pode ser candidato pela oposição enquanto outros falam que pela situação.

Nomes ligados à prefeita, como Joaquim Costa Teixeira, o Nego do Mercado, parece tomar consistência, mas recentemente os nomes de Geová Lopes e até seu filho Jeferson, estão surgindo e postos em evidência para futuramente, quem sabe, servir Capoeiras ao lado de Neide, Nenen e seu grupo. Agora eis que surge um novo nome no grupo, Rosana Neves, gestora desde 1988 da EREM – Escola de Referência em Ensino Médio -  Nossa Senhora do Perpétuo Socorro.

A professora desde que assumiu a direção do educandário, ainda no prédio antigo, no bairro Cohab, vem se destacando como boa administradora, fato que a deixou em mais evidência com a mudança da escola para as novas e modernas instalações próximas do Santo Antônio (Vila vintém).

Rosana Neves tem 58 anos e foi casada com João Albuquerque, o João da Banca, com quem teve dois filhos, Rodrigo e Renato, ambos professores. Depois de ficar viúva contraiu núpcias com o funcionário público José Deuzimar, o Fumaça, sujeito carismático e muito conhecido no município, com quem tem uma filha, Karolliny.  

A professora que tem agora seu nome cotado para disputar a prefeitura de Capoeiras, é filiada ao PSB de Neide Reino e Paulo Câmara, é de família numerosa, e tem a seu favor a já comprovada experiência administrativa, embora essa seja em uma “simples” escola. Seu marido Fumaça pode ser um excelente cabo eleitoral e o comando de aproximadamente 70 funcionários entre professores e de outras funções na EREM, além das famílias de quase mil alunos, credenciam Rosana a ser um nome de peso na disputa de 2020.

Foto: professora Rosana Neves.




2 comentários:

  1. (embora essa seja em uma “simples” escola)? Que é a maior escola estadual no interior de Pernambuco

    ResponderExcluir
  2. Mulher guerreira,educada e que trata muito bem os seus.

    ResponderExcluir