SECRETARIA DE SAÚDE DO ESTADO

FALECEU EM CAETÉS O PECUARISTA LUIZINHO BRANCO


Por Junior Almeida

Faleceu na tarde desta terça-feira (30) o pecuarista Luiz Branco Filho, o Luizinho Branco, de 73 anos. Diagnosticado com Alzheimer há menos de dois anos, Luizinho  passou mal em sua fazenda, Melancia, em Caetés, e foi socorrido à cidade, onde já chegou sem vida ao hospital municipal.

O fazendeiro era filho de Dona Aída e do potentado Lula Branco, que chegou a se candidatar a prefeito de Garanhuns em 1950, tendo aqui na Terra de Simoa parentesco com Jorge e Elpídio Branco, bem como o célebre policial volante Optato Gueiros, além do ex-governador de Pernambuco Eraldo Gueiros, todos eles descendentes do fundador do município de Águas Belas, José Rodrigues Cardoso.

Luizinho deixa a viúva Vera (filha de Gildo Marques de Andrade), as filhas Aída e Verusca, os netos Lucas, Luiz Filho, Aline e Ana Luisa, além  dos irmãos Silene, Maria Anunciada (Ciadinha), Evandro, Laís, Sineida, Guilherme, Josefina e Joaquim, esse último, renomado médico, por muitos anos diretor do Hospital do Câncer em Recife.

Homem de bem, de fino trato e rico de amizades, Luizinho sempre vivia de sorriso no rosto, tratando igual a todos independente de cor, credo ou condição financeira. Era um dos troncos velhos (não tão velho assim) da nossa região.

O corpo de Luizinho Branco está sendo velado na Fazenda Melancia, nas proximidades da entrada do Grotão. O sepultamento será nesta quarta-feira, 31 de outubro, às 16, no cemitério de Caetés.

Nós que fazemos o blog e em nome da nossa família, tendo como matriarca Maria das Neves, nos solidarizamos com todos os familiares de Luizinho nesse momento de tristeza e dor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário