GOVERNO MUNICIPAL

GOVERNO MUNICIPAL
PREFEITURA DE GARANHUNS

sábado, 26 de maio de 2018

GÁS DE COZINHA TAMBÉM PODE FALTAR EM GARANHUNS

Em Garanhuns o botijão de gás está por 70 reais. Chegou a esse preço depois que começou a greve dos caminhoneiros.

Mas apesar da alta do produto está difícil consegui-lo nas revendedoras da cidade.

Uma dona de casa ficou sem gás hoje pela manhã, telefonou para o fornecedor de sempre e ninguém está nem ao mesmo atendendo o número. Deve estar desligado.

Outro senhor que também comercializa o gás de cozinha atendeu o celular, porém foi logo dizendo: “Acabou, não tem mais em Garanhuns”.

Felizmente, numa terceira tentativa, a senhora conseguiu um botijão e pôde colocar o arroz e feijão para cozinhar.

Em alguns supermercados de bairro está faltando garrafão de água mineral, no Santos, da Cohab II, a gerência está limitando a quantidade de produtos que o cliente pode levar. Somente um quilo de arroz, ou de feijão ou farinha... E já tem muita coisa faltando.

Em Garanhuns na maioria dos estabelecimentos a batata inglesa, a tomate e a cebola estão na faixa de reais o quilo. Pouco menos ou pouco mais.

Noutros estados a situação é bem pior. Tem lugar que o botijão de gás está por 100 reais, nas capitais a batatinha bateu nos 10 reais e por aí vai.

Não há perspectiva de quando a situação irá se normalizar.

Apesar da presença do Exército nas ruas, por ordem do acusado Michel Temer, a greve continua e os caminhoneiros permanecem bloqueando rodovias.

Segundo um proprietário de posto de gasolina de São Paulo – cidade que está quase sem movimento nas ruas – mesmo quando tudo terminar e o abastecimento recomeçar, serão preciso oito ou 10 dias para voltar a ser como antes.

Em Garanhuns continuamos sem gasolina, outros produtos podem faltar e as feiras livres nas cidades da região estão esvaziadas.

Na feira de Capoeiras, ontem, o movimento era tão fraco que o queijo de coalho era vendido a 5 reais. Mas não havia comprador.
O queijo sobrou na feira de Capoeiras

*Fotos 1) Arquivo do blog; 2) Júnior Almeida

Nenhum comentário:

Postar um comentário