SECRETARIA DE SAÚDE DO ESTADO

BONNER LIGA PARA O MINISTRO GILMAR MENDES

“Vou dar um exemplo que me chocou. Fui a uma reunião de pauta do Jornal Nacional, e o William Bonner liga para o Gilmar Mendes, no celular, e pergunta. ‘Vai decidir alguma coisa de importante hoje? Mando ou não mando o repórter?’. ‘Depende. Se você mandar o repórter, eu decido alguma coisa importante.’”
É um trecho de um livro de um professor da USP, Clóvis de Barros Filho. O nome é Devaneios sobre a atualidade do Capital.
Barros fez parte de um grupo de acadêmicos convidados a presenciar, uns anos atrás, uma reunião de pauta do JN. A parte do livro em que ele descreve o diálogo (...) narra o que, segundo ele, são as relações espúrias entre braços diversos da plutocracia nacional para a manutenção de mamatas e privilégios de uns poucos.
Candidamente, Barros Filho se declara “chocado”.
O que mais me chama a atenção é que Bonner não tenha se dado conta da monstruosidade que estava cometendo na frente de testemunhas.
É uma demonstração do tipo de jornalista que a Globo criou ao longo dos anos.
O pior pecado depois do pecado é a publicação do pecado, escreveu Machado. Bonner cometeu o pecado e o publicou sem pudor.
Note que a missão do JN estabelece que se deve publicar o que de mais relevante aconteceu no dia, no Brasil e no mundo, com isenção.
Isenção, nos Planetas Bonner e Globo, é telefonar para um juiz (...) e combinar o que será ou não será notícia para milhões de desavisados que, em sua ingenuidade obtusa, acreditam que o Jornal Nacional publica verdades.
Penso em Bonner e lembro de Johnson, presidente americano que não hesitava em chamar subordinados para despachar quando estava na privada. Agia como se estivesse no Salão Oval, ou coisa parecida.
(...)
Se (...) a falta de noção de Bonner podem surpreender, de Gilmar não se espera nada (...).
É um juiz vergonhoso.(...)
Na linguagem do futebol, Gilmar seria aquele juiz (...) que, numa partida, não se contentaria somente em apitar para o seu time. Vibraria, também, a cada gol marcado.
O futebol se livrou de juízes como Gilmar.
Quando o Brasil se livrará, em suas cortes, de militantes políticos que desmoralizam a Justiça e colocam em risco o próprio sentido da democracia e do Estado de Direito?
Gilmar, nestes dias, foi conspirar abertamente pelo golpe em Portugal. (...)
Ninguém fala nada? (Texto do jornalista Paulo Nogueira no Diário do Centro do Mundo).

7 comentários:

  1. COITADOS DESSES BLOGS SUJOS... COITADOS DESSES JORNALISTAS VENDIDOS AO PT FEITO PAULO NOGUEIRA... OS CARAS GANHAM UMA TREMENDA GRANA E SÓ SABEM RESMUNGAR, RESMUNGAR, RESMUNGAR... ESSA TURMA DA MORTADELA PERDEU, TALVEZ ESSES JORNALISTAS NUNCA TIVERAM VOCAÇÃO PARA MENTIR, ESCONDER E INVENTAR... ELES TÊM MUITO QUE APRENDER COM O PT, AGORA VÃO TER TEMPO(?), FORA DO GOVERNO, TERÃO TEMPO À VONTADE...

    P.S.: - Daqui vai um recado para esses trouxas: jornalista que se diz ou se acha sério não deveria seguir os padrões do PT...

    ResponderExcluir
  2. Sem comentário.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. CARÍSSIMO PREZADO E QUERIDO AMIGO,ROBERTO ALMEIDA.

      A cena mais comovente ontem ( 29/03/2016) que vi na minha vida foi ver pela televisão e pelos jornais e internet o JARBAS VASCONCELOS E EDUARDO CUNHA rindo da desgraça dos outros e do BRASIL.

      As declarações do ex-governador de Pernambuco,Jarbas Vasconcelos,publicadas por todos os jornais do país,televisões,Blogs em geral,atacando covardemente o Eduardo Cunha do PMDB de "PSICOPATA E CORRUPTO" da pior espécie humana que roubou a "PETROBRAS" do Rio de Janeiro com milhões de Reais depositado nos bancos suíços,sinceramente,AMIGO,é uma vergonha.É este o PMDB ético,honesto e sincero que quer governar o Brasil através de um GOLPE PARAGUAIO?

      Excluir
    2. ‘O que está em andamento no Brasil hoje é uma tentativa revanchista de antecipar 2018 e derrubar na marra, via Judiciário politizado, um governo eleito por 54 milhões de votos. Um golpe clássico’, diz o ator Wagner Moura; segundo ele, o país vive um Estado policialesco movido por ódio político: “Sergio Moro é um juiz que age como promotor. As investigações evidenciam atropelos aos direitos consagrados da privacidade e da presunção de inocência. São prisões midiáticas, condenações prévias, linchamentos públicos, interceptações telefônicas questionáveis e vazamentos de informações seletivas para uma imprensa controlada por cinco famílias que nunca toleraram a ascensão de Lula”, acrescenta.

      Excluir
  3. PRA QUE TANTO RANCOR, GENTE, COM O JARBAS VASCONCELOS?!?!?! ISSO FAZ MAL PRO FÍGADO!!! PRA ALMA!!! PRA POLÍTICA!!!. PRA DEMOCRACIA E PRO BRASIL TAMBÉM!!!. LEMBREM-SE DO Dr. ULYSSES...

    P.S.: Pessoal!!! Vamos evitar sentimentos corrosivos como o rancor, a raiva e as mágoas... Tudo agora é love... Somente love...

    ResponderExcluir
  4. O Supremo Tribunal Federal acaba de confirmar a liminar concedida pelo ministro Teori Zavascki, que retirou das mãos do juiz Sergio Moro a investigação sobre os grampos que atingiram a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Lula; no dia 17 de março deste mês, a conversa foi vazada para o Jornal Nacional, potencializando a crise política e fazendo com que o Palácio do Planalto fosse cercado por manifestantes; quatro dias depois, Teori determinou o envio das investigações para o STF e passou até a sofrer ameaças a sua integridade física; nesta quinta-feira, no entanto, os ministros do STF confirmaram a decisão de Teori e condenaram as tentativas de intimidação dos ministros do STF; segundo Teori, o vazamento teve "irreversíveis resultados práticos" e seria importante também "sustar efeitos futuros"; Teori chegou ainda a falar em responsabilidade civil, administrativa e criminal do responsável pelos vazamentos – no caso, o juiz Moro; investigação sobre o ex-presidente Lula deve ficar, assim, no STF.





    ResponderExcluir