ALEPE

ALEPE
ALEPE

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

BRASILEIRO PEDE EMPRÉSTIMO PARA PAGAR OUTRO

A inadimplência dos consumidores subiu no ano passado e deve ser maior ainda neste ano, de acordo com um estudo realizado pela Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), com base em comportamento e tendências dos indicadores que a empresa calcula mensalmente.
No ano passado, 6,1% dos brasileiros deram calote e, neste ano, a inadimplência deverá subir para 6,8%.
Em um momento de inflação e desemprego em alta, os consumidores devem ficar atentos para não aumentar as dívidas. Outro dado preocupante é o do aumento do número de pessoas que pedem um empréstimo para pagar outro.
Segundo o economista Flávio Calife, da Boa Vista SCPC, a queda da renda e do emprego, aliada à piora dos juros e da inflação influenciou a trajetória de alta da inadimplência.
— O consumidor está com o orçamento apertado e precisa cortar os gastos para equilibrar o orçamento. Como não há expectativa de melhora para o mercado de trabalho, a renda ou a inflação e os juros, o consumo das famílias deve continuar caindo.
Um levantamento da Enova, empresa de serviços financeiros, feito com mais de 91 mil pedidos de empréstimo mostra que brasileiros que pediram o crédito para quitar empréstimos em aberto subiu de 15% no segundo semestre de 2014 para 30% no mesmo período do ano passado. Já os pedidos que serviriam para pagar contas passaram de 30% para 40%.

O diretor da Escola de Investimentos Leandro&Stormer, Alexandre Wolwacz, afirma que o brasileiro não tem a cultura de poupança e que já é preocupante uma parcela da população não conseguir quitar suas dívidas.
— Pedir um empréstimo para pagar outro é uma situação muito complexa. Porque nem sempre a troca entre um e outro será, de fato, para uma opção mais barata, com juros menores.
Wolwacz diz que, para escapar dessa situação, o consumidor deve tentar cortar ao máximo possível os seus gastos e equilibrar as contas. (Fonte: R7 Notícias).

Nenhum comentário:

Postar um comentário