SEBRAE

SEBRAE
SEBRAE

quinta-feira, 20 de agosto de 2015

PERTO DE COMPLETAR 95 ANOS MORRE DONA SANTINA, MÃE DO DELEGADO JORGE CORDEIRO

Faleceu hoje no Hospital Perpétuo Socorro, em Garanhuns, Dona Santina Cordeiro (Santina Lourenço dos Santos Silva), que ia completar 95 anos no próximo dia 7 de setembro. Dona Santina estava internada desde o dia 8 desse mês após sofrer um AVC em sua residência em Capoeiras. Ela era da geração mais antiga da cidade, dos "troncos velhos" como diz o dito popular. De família decente daquela terra, era viúva de Lula Cordeiro, mãe do ex delegado Jorge Cordeiro, amigo/compadre/irmão do titular desse blog, mãe também de Ademar, o Gago do bar de Capoeiras, mãe de Doge, Hilton, Letácio, Francisca, Jurací, Dorací e Elza. Era também avó de  31 netos, 46 bisnetos e 1 tataraneto. O velório acontece em sua residência na Rua Senhor Praxedes no Centro de onde sairá o féretro para o cemitério local às 10 horas da manhã dessa sexta feira dia 21. A toda Família Cordeiro nossa solidariedade nesse momento de dor. (Júnior Almeida).

UM CASAL EXEMPLAR

Lula Cordeiro e Dona Santina formaram um casal exemplar em minha querida terra natal, Capoeiras. Deles, que viveram bastante, jamais ouvi qualquer comentário desabonando suas condutas. Eram pessoas do bem, da paz, que souberam educar os filhos e todos são honrados. Doge, Letácio, Demar (o Gago), Hilton, Doraci, Juraci,  Francisca, Elza... Eles, com seus filhos (os netos de Dona Santina e Seu Lula) são homens e mulheres honrados, fato que pode ser atestado por qualquer capoeirense.

Dos filhos de seu Lula um para mim é um verdadeiro irmão. Jorge Cordeiro saiu de Capoeiras para estudar Direito na Universidade Católica de Pernambuco, se formou, passou no concurso de delegado e trabalhou 25 anos no Estado. Numa profissão difícil não deixou qualquer mancha, não fez inimigos, porque tem a boa formação que lhe foi dada pelos pais.

Ao meu compadre, aos seus irmãos, aos sobrinhos, a toda família Cordeiro minha inteira solidariedade nesta hora difícil, neste momento de dor. Importante é saber que Santina viveu muito e com sabedoria, deixando para nós o exemplo do bom humor, do caráter, da fé nas pessoas e no Criador. Que o Deus em sua bondade acolha com cânticos e louvores essa mulher admirável que em sua passagem pela terra semeou o bem e merece ser lembrada para sempre. (Roberto Almeida).

Nenhum comentário:

Postar um comentário