sexta-feira, 27 de setembro de 2013

DILMA FICA FORTE E DISPUTA PRESIDENCIAL VAI REFLETIR NAS DISPUTAS ESTADUAIS

A eleição de presidente da República deve refletir muito na disputa pelos governos do Estado. Caso permaneça o quadro atual, com Dilma liderando as pesquisas, os aliados do PT serão beneficiados nos confrontos regionais.

No caso de Pernambuco, se Eduardo Campos concorrer para presidente e ficar no patamar em que está, girando em torno dos 5%, poderá puxar para baixo uma candidatura do PSB.
Daí é que Armando Montoro já está de namoro firme com o Partido dos Trabalhadores.
Na recente cerimônia de filiação ao PTB, no Recife, o senador trocou afagos o tempo todo com o deputado federal João Paulo (PT), ex-prefeito do Recife.
Muitos dos presentes ao ato pregaram abertamente que o João fosse o vice de Armando. O senador devolveu a gentileza: disse que o petista poderia ser o cabeça de chapa.
O próprio PMDB, que andou querendo se afastar de Dilma, pragmático (ou oportunista, se quiserem) deve voltar a ser governista com a corda toda, uma vez que a petista voltou a ficar de bem com a opinião pública.
Até 2014 muita coisa pode acontecer. Eduardo Campos conseguindo aliados e tempo na TV terá habilidade bastante para reverter esse quadro e tentar consolidar sua candidatura, tentando ganhar a confiança do eleitorado do Sul e Sudeste.
Mas os ventos começaram a soprar de novo a favor do PT. Os brasileiros parecem ter esgotado a fome de manifestações (não significa que elas não podem voltar com força), a inflação está sobre controle e outros fatores da economia derrubaram as teses dos pessimistas. Até os médicos tem ajudado o Governo, com um corporativismo burro que se contrapõe a um programa (o Mais Médicos) amplamente apoiado pela população.
E teve o discurso da ONU, que se não foi tão belo e poético quanto o do presidente do Uruguai, foi firme, altivo, deixando claro que não somos mais submissos aos americanos como num passado recente.
Aécio Neves está muito aquém do que se poderia esperar. Neto de Tancredo, deputado, governador de Minas duas vezes e senador pelo PSDB, deve ter algo errado no seu discurso para não subir um décimo nas pesquisas. Pelo contrário, está caindo, no último Ibope ficou com pouco mais de 10%.
Marina está enrolada com um partido que não sai, faltam aliados de peso nos Estados e o discurso não é consistente. Sua queda nas pesquisas era esperada, só que está vindo antes do que se previa. Do jeito que vai não repete nem de perto a votação de 2010.
 2014 está bem aí, nos esperando. Tem Copa do Mundo e escolha dos novos governadores, deputados, senadores e do presidente da República.
 Vai ser uma festa. Dessas que só existem nas democracias.

13 comentários:

  1. Infelizmente a classe politica não consegue ser renovada,afinal nem todo mundo tem a cara de pau destes politicos,que abraçam mensaleiros com STF manipulado.O País precisa ser revisto desta vez ao institutos de pesquisas estaram errados e será a prova da manipulação geral que este governo está fazendo... caro blogueiro afirmar que a inflação está controlada dar licença...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente os comentários são feitos por anônimos porque eles tem medo de revelar a própria ignorância. Como um sujeito escreve "dar licença" no lugar de dá licença convencido que tem autoridade para acusar o STF de manipulação? Ele deve achar que STF significa Somos Todos Fúteis. Dá licença...

      Excluir
    2. não sou professor de português... e Rui tem mais de um milhão... o anonimato é para não sofrermos perseguições
      deste governo Que se diz democrático,vivemos uma ditadura civil,que quando consumada será pior que a MILITAR,
      A ditadura civil apoia: mensaleiro,tráfico de drogas,funcionários corruptos,privatizações do bem publico,impunidade.... em tempo a se este STF estiver certo
      é sinal que a eleição será decidida no Par ou Ímpar.

      Excluir
    3. QUEM GEROU AS CRISES ECONÔMICAS FORAM A NOSSA REPRESENTATIVIDADE LÁ DE BRASÍLIA,VEJAMOS.

      A EVOLUÇÃO DO SALÁRIO DE 2011 A 2014.

      2011................. R$ 545,00
      2012................ R$ 622,00
      2013............... R$ 678,00
      2014............... R$ 722,90

      A TAXA PERCENTUAL SERÁ DE 32,65%. A PORCENTAGEM DE AUMENTO FOI E SERÁ DE R$ 177,90.

      EM DEZEMBRO DE 2014 OS DEPUTADOS FEDERAIS E SENADORES APROVARÃO OS SEUS SALÁRIOS.ELES ALEGARÃO A INFLAÇÃO DOS QUATRO ANOS.

      EM 2007 O SALÁRIO MÍNIMO FOI DE R$ 380,00.EM 2010 O SALÁRIO MÍNIMO FOI DE R$ 510,00.UMA TAXA PERCENTUAL DE 34,23% E PORCENTAGEM DE AUMENTO DE R$ 130,00.

      CONCLUINDO: OS DEPUTADOS TIVERAM UM AUMENTO DE 62% E A PORCENTAGEM DE AUMENTO FOI DE APROXIMADAMENTE R$ 10.000,00.

      O TRABALHADOR TEVE AUMENTO DE R$ 34,12% E A PORCENTAGEM DE AUMENTO FOI DE R$ 130,00.

      EM 2014 JUNTANDO AS TAXAS PERCENTUAIS DE 2011 ATÉ 2014 OS TRABALHADORES CHEGARÃO AO FINAL COM 32,65% CORRESPONDENTE A PORCENTAGEM DE R$ 177,90.(cento e setenta e sete reais e noventa centavos).

      ENQUANTO QUE OS NOSSOS DEPUTADOS FEDERAIS E SENADORES E OS DEMAIS POLÍTICOS POSSIVELMENTE TERÃO UM AUMENTO DE 32,65% PASSANDO DOS ATUAIS R$ 26.723,13 PARA R$ 34.448,42 CORRESPONDENTE A UMA PORCENTAGEM DE AUMENTO DE R$ 8.725,10

      O BRASIL NUNCA CONTROLOU A INFLAÇÃO E MUITO MENOS AS DISPARIDADES SALARIAIS ENTRE REPRESENTANTES E REPRESENTADOS.

      SOMOS ENGANADOS E LUDIBRIADOS POR UMA CLASSE DE HOMENS PÚBLICOS QUE MENTEM TODOS OS DIAS COM O AUMENTO DO SALÁRIO MÍNIMO.

      Excluir
  2. A saude nota 10
    Educação nota 10
    Segurança nota 10
    Se esta três realidades estivem com suas notas corretas, então nos renderemos as belas afirmações do Sr. Roberto

    ResponderExcluir
  3. Não foram feitas belas afirmações. O texto consta de um artigo crítico baseado em números do Ibope, um dos institutos mais renomados do país. No Brasil nada é nota 10, tem muito por se fazer, mas os números provam que o país têm avançado, inclusive em áreas criticas como educação, saúde e segurança pública. Na época da ditadura era pior, na época de Collor era pior, no governo FHC era pior... E o governo petista ainda deve um bocado e não podemos nos acomodar. O mal do país é que as pessoas não têm nome e leem muito pouco. Pensam que o Jornal Nacional, algumas orelhas de livro e o Facebook são suficientes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. prezado roberto eu não sou defensor de nenhum regime autoritário não quero ser incoerente como chico Buarque que ganhou dinheiro fazendo letras contra a ditadura depois ia pra cuba tomer rum e fumar um bom charuto ...agora a época que eu vivi o aluno respeitava o mestre ...o cidadão podia se deslocar qualquer hora do dia ou da noite sem risco de ser assaltado ..os civis apoiadores da ditadura são os mesmos que hoje apoiam o pt no Brasil se le pouco e o pouco que se le muitas vezes não sabem interpretar o que leram a informação que receberam é preciso le veja e carta capital e tirar suas conclusões é preciso conhecer melhor o Brasil como se investe quantas obras paradas dinheiro jogado fora ...depois do fim da ditadura não vi um partido chegar no poder e ser honesto ..é preciso ter humildade pra receber criticas e não apenas ficar comparando governos pois todos erraram vamos cobrar de quem esta´no poder independente da sigla partidária que cuide melhor desse Pais basta de corrupção e dinheiro jogado fora

      Excluir
    2. Sr. Roberto
      Não entendo porque você écontra o Jornal Nacional. Será. que você. é o único que lê outros jornais e revista, será. que só. seu ponto de vista em favor. do PT está. correto.E impossível. que após 10anos de goverto petista tudo de ruim seja culpa do FHC vivemos de presente e não. de passado os problemas de hoje quem deve resolver é Dona Dilma e eles São muitos. quanto ao anonimato se você não concoda não os plubique.

      Excluir
    3. As pessoas precisam ler as coisas e entender um texto. Eu não sou contra o Jornal Nacional, acho que ele é insuficiente para informar a população, além de omitir certos fatos e distorcer outros. Eu não sou a favor do PT, sou a favor dos fatos. Eu não escrevi em nenhum momento que tudo é culpa de FHC, mas todos os dados provam que o governo dele foi inferior ao do seu sucessor. Não há como contestar dados que são matemáticos. Claro que outras pessoas leem livros, revistas, jornais, mas infelizmente são minoria no Brasil, um país de analfabetos funcionais. Quanto aos anônimos eu os publico quando vale a pena, embora quase sempre eles estejam escondendo a própria ignorância. Por isso valorizo o Altamir Pinheiro que bota pra lascar e assina embaixo. Não sou dono na verdade, mas nunca canso de tentar aprender e me informar cada vez mais. Forte abraço caro anônimo.

      Excluir
    4. Sr. Roberto
      Acho que lhe provoquei a refletir um pouco quanto ao debate de idéias nem eu nem você somos absolutos naquilo que pensamos e o dwbate mesmo sendo anônimo e muito valido, caso não o fosse você. não. os teriam respondido.

      Excluir
  4. Nossa mídia em maior parte é vendida e trabalha para o PT. Esquecem de mostrar os fatos e só fazem propaganda. Tenho saudades da época dos tucanos , pois, tínhamos uma qualidade de vida melhor, os tucanos não compravam a imprensa e à mesma não fazia bajulações exageradas. Hoje mais de 90 % dos blogs recebem um mensalão do PT , defender esse monte de ladrões, vestidos de paletó, com gravata vermelha.

    ResponderExcluir
  5. Se não surgir outro nome melhor que esses quatros que ai estão, a melhor escolha é a Dilma, com mensalão e tudo. Henrique - Boa Vista - Garanhuns.

    ResponderExcluir
  6. O cidadão dizer que o Governo do Príncipe da Privataria, com salário mínimo à 60,00 dólares (hoje 120 ,00 reais) Brasil devendo aos agiotas do mundo , taxa selic de 42% aa, desemprego com taxas recordes, Pernambuco pedindo esmolas junto com o Brasil, FMI mandando e desmandando no país, vendendo-se a vale por 3,3 bilhões de dólares, 5 anos depois seu faturamento já ultrapassava os 170 bilhões de dólares, aliás vendida com o nosso próprio dinheiro, (BNDES) quase vende o Banco do Brasil e a Petrobrás, etc,.etc. etc. Seria bom que antes de alguns comentários o cidadão ou cidadãos lessem um pouquinho mais, sobre o passado recente do nosso país.

    ResponderExcluir