Assembleia Legislativa

Assembleia Legislativa
Assembleia Legislativa

sexta-feira, 15 de março de 2013

ESTACIONAMENTO NO CENTRO DE GARANHUNS DEVE PASSAR POR MUDANÇAS

Atendendo a uma solicitação dos dirigentes da Câmara dos Dirigentes Lojistas, o prefeito Izaías Régis, participou de uma reunião na CDL local, nesta quinta à noite, para debater a questão do estacionamento de veículos na Avenida Santo Antônio, no centro da cidade. Acompanharam o gestor a presidenta da AMTT, Ana Maria Campelo Rossini, o engenheiro Denilson Souza, que está a serviço da Autarquia Municipal de Trânsito, além de dois engenheiros de tráfego do Detran, Heronides Campelo e Helner Viana.

O prefeito Izaías Régis informou que o seu governo está empenhado em resolver ou pelo menos minimizar os problemas de trânsito e estacionamento não apenas na Santo Antônio, mas em diversos pontos da cidade. Citou os casos da Avenida Duque de Caxias e das ruas Sátiro Ivo, Melo Peixoto e São Miguel, locais em que a situação está caótica e por isso precisa haver a intervenção do poder público. “Estamos fazendo estudos para melhorar o trânsito na cidade como um todo, mas hoje, nesta reunião solicitada pela CDL, o objetivo é discutir a questão do estacionamento no centro”, explicou o dirigente do município.

A partir daí a presidenta da Autarquia de Trânsito, Ana Rossini, fez uma explanação sobre os estudos que estão sendo feitos e franqueou a palavra aos empresários presentes à reunião. Boa parte deles defendeu mudanças na forma como os veículos estacionam na principal avenida de Garanhuns. A opinião dos comerciantes bateu com os resultados de duas pesquisas, uma feita pela CDL e outra pelo Sesc, indicando que em torno de 57% dos garanhuenses querem que os automóveis voltem a estacionar num ângulo de 45º, como era antigamente. O objetivo é criar mais vagas para os veículos.

Ana Rossini e Denilson Souza vão terminar os estudos que estão sendo feitos na Avenida Santo Antônio e a partir daí, levando em conta a opinião dos empresários expressa na reunião de ontem à noite, será apresentado dentro de 15 ou 20 dias um projeto definindo o novo modelo de estacionamento rotativo no centro. Os empresários serão chamados novamente a opinar a respeito do assunto, podendo aperfeiçoar a proposta elaborada pelos técnicos.

O planejamento deve ser feito levando em conta a opinião dos comerciantes, os interesses da população e dos que trabalham no centro, inclusive os taxistas e os mototaxistas. Todos serão ouvidos e é possível que novos locais de estacionamento sejam definidos para estes últimos, no interesse da coletividade. Tudo, no entanto, será definido através do diálogo, visando beneficiar a maioria e o comércio de Garanhuns. “Existe uma cultura aqui na cidade em torno da circulação e estacionamento de veículos. E a mudança de cultura não vem por decreto, se faz necessário um trabalho educativo e de sensibilização para que as mudanças ocorram. Mas todos têm de fazer a sua parte para o trânsito melhorar”, pontuou Ana Rossini.

A dirigente da AMTT disse que encontrou a Autarquia Municipal sem condições estruturais de funcionamento. Não tinha projetos, equipamentos, nem material humano necessário. “Só a folha de pagamentos”, brincou. Ela adiantou que está se fazendo um esforço para criar as condições necessárias para trabalhar. Homens estão sendo treinados para a fiscalização e as principais vias urbanas devem ter renovada a sinalização, placas e todos os instrumentos necessários para orientar os motoristas. Atualmente, segundo Ana Rossini, nenhum ponto está com a sinalização ideal, seja horizontal ou vertical.

Os  dirigentes da AMTT e os engenheiros do Detran defenderam uma maior rotatividade e a democratização da zona azul, que deverá ser ampliada. Atualmente são pouco mais de 400 vagas e mesmo assim em quase metade delas estava sendo oferecida gratuidade. Esse privilégio deve acabar por decisão do novo governo.

O engenheiro Heronides Campelo frisou que o gestor do trânsito, no âmbito do município, é o prefeito, a quem caberá tomar as decisões que resultem em melhorias para o fluxo dos veículos, beneficiando a população. Ele lembrou que hoje existe toda uma legislação federal em torno do assunto e o ideal é que essas leis sejam cumpridas. “O ideal é que as ações para atender as necessidades locais sejam satisfatórias para todos e estejam dentro da legalidade”, destacou o técnico do Detran.

Em outra parte da reunião, que durou cerca de duas horas, com muitas intervenções dos comerciantes presentes, a presidenta da AMTT informou que existiam 316 mototaxistas cadastrados pela gestão anterior. Todos foram chamados agora para um recadastramento, mas até o momento se apresentaram apenas 150 pessoas. Os profissionais que trabalham com motos vão ter de atender a uma série de exigências, de acordo com Lei Federal, para continuar habilitados. Além disso, todos terão de usar placas vermelhas em seus veículos. Quem não cumprir essa determinação estará na ilegalidade.

Tanto o presidente da CDL, Fernando Couto, quanto o prefeito de Garanhuns, Izaías Régis, consideraram a reunião realizada na sede da Câmara dos Dirigentes Lojistas como muito positiva. “Nós avançamos em algumas questões, estivemos abertos a sugestões e acho que o mais importante é isso: ouvir a população, não querer decidir tudo sozinho”, afirmou o prefeito do município. (Texto: Secretaria de Comunicação Social. Foto de Ana Rossini: David Melo).

12 comentários:

  1. Seria uma boa ideia transformar algumas praças em estacionamento,sugiro apraça jardim e apraça da rua sao francisco que é abandonada e serve de lixão e lugar de consumo de drogas a noite,no entanto deve se compensar o corte de algumas arvores arborizando outras areas da cidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. LÓGICO QUE SE PUDESSE COM A CONCORDÂNCIA DA POPULAÇÃO DEMOLIR O ANTIGO PRÉDIO DO CIMEMA JARDIM SERIA ÓTIMO AFINAL ESTÁ SEM NENHUMA UTILIDADE, E TAMBÉM VALORIZARIA MUITO MAIS AQUELES PONTOS COMERCIAIS EM TORNO DA PRAÇA. QUE FICARIA ATÉ MAIS AMPLA, AGORA FAZENDO PASSARELAS PARA OS TRANSEUTES E RELOCANDO OS TAXISTAS DA AV. SANTO ANTÔNIO PARA LÁ . CONCERTEZA TAMBÉM SE RELOCASSEM O PESSOAL DO SHOPPING POPULAR PARA O ANTIGO FÓRUM, OU AMPLIASSEM O MERCADO 18 DE AGOSTO, QUE TEM MUITOS BOXES FECHADOS, QUE PODERIAM SER REFORMADOS E ACOMODAR OS FEIRANTES DA RUA DA TELEMAR, E SE CONSTRUISSEM UM EDIFÍCIO GARAGEM, RESOLVERIA BOA PARTE DO PROBLEMA, TEM QUE DIMINUIR A QUANTIDADE DE PONTOS DE MOTO TAXI NO CENTRO E TAXISTAS TAMBÉM.

      ALÉM DE TENTAR CONSEGUIR RECURSOS O MAIS RÁPIDO POSSÍVEL PARA DESAPROPRIAR ALGUMAS CASAS POR TRÁS DA AVENIDA SANTO ANTÔNIO E AMPLIAR ABRINDO NOVAS AVENIDAS. PODERIA TAMBÉM DESAPROPRIAR AQUELE PONTO AO LADO DO SANTANDER E ABRINDO MAIS O FINAL DA RUA BARÃO DO RIO BRANCO, PARA O TRÂNSITO FLUIR COM RAPIDEZ.
      TODA CIDADE GRANDE PASSA POR MUDANÇAS, O QUE NÃO PODE ACONTECER E FICAR DA FORMA QUE ESTÁ. PARA AGRADAR MEIA DUZIA, DE PESSOAS QUE SÓ PENSAM EM SI.

      Excluir
  2. A Praça Jardir hoje é uma vavela, e só serve de mictório publico e para os usuários de droga a noite. É mesmo se encontre outra destinação para ela. Só acho pequeno o terreno para um estacionamento!

    ResponderExcluir
  3. construir uma rodoviaria para o transporte alternativo, centralizar todos em um so lugar, feito o prefeito jose queroz fez em caruaru.

    ResponderExcluir
  4. Minha opinião:
    Fora a quantidade de pontos de taxis que é um abuso e falta de consciência da classe, e também de moto taxi, um dos fatores piores é a falta de educação como um todo pessoas que nao estão nem aí pra fiscalização e a fiscalização q nao esta nem aí também para o povo o jeitinho brasileiro, pessoas que formam fila dupla, fecha o carro e sai pra resolver suas coisas, como de fosse literalmente donos da rua, tem que haver fiscalização muito severa para a população aprender a respeitar as leis de trânsito, e as autoridades competentes terem autoridades mesmo.
    Todo centro urbano onde se existe comercio com grande movimento, tem horários restrito para carga e descarga de mercadorias, em Garanhuns é um zona o pessoal descarrega na hora que quer, ate fila dupla de caminhão também de pratica, "Porque do garanhuns tem que aceitar isso"
    Tem que começar a colocar ordem na casa e o povo Precisa entender que o município so cresce com regras, assim como uma grande empresa. Acho correto escutar opinião da população, mas nao se limitar por tal opinião, temos que pensar daqui a 20 30 anos, " como será ?"
    Sou a favor :
    Fiscalização rigorosa
    Educação no trânsito
    Consciência dos taxistas
    ". Da população
    Respeito ao pedestre, idoso e deficiente
    Sinalizacao adequada.
    Tenho certeza que essa gestão ira conseguir mudar isso.
    Boa sorte !!!

    ResponderExcluir
  5. PAULO CAMELO, COMENTA:
    A Praça Jardim já funciona para estacionamento de veículos. O acréscimo ora proposto seria irrisório. Tem algumas pessoas da Legião Estrangeira, ganhando muito dinheiro, para proporem medidas paliativas, a exemplo do atual e caduco Plano Diretor, o qual também foi concebido pela Legião Estrangeira.

    ResponderExcluir
  6. Que falta faz o prefeitao Silvino.

    ResponderExcluir
  7. MARIA DA NATIVIDADE16 de março de 2013 09:46

    Na minha opinião como medida de urgência seria voltar ao estacionamento no ângulo de 45º com era antes pois disponibilizaria mais vagas. Em seguida, procurar uma alternativa para os pontos de taxi pois grande parte da Av. Santo Antonio é ocupada por taxis, faltando assim vagas para os carros da população em geral.Em um projeto para o futuro, seria a construção de um edificio garagem, pois, se não me engano a Igreja Católica até já havia disponibilizado um terreno para tal. Vamos arrumar nossa casa!

    ResponderExcluir
  8. Sou contra a cobrança de "zona azul"!

    Já pagamos muitos impostos e ainda temos que pagar ao município para estacionar;

    Não sei qual é o pior, se flanelilha ou zona azul.

    Durante à campanha esses políticos prometem de tudo a Deus e ao mundo. Depois que se elegem só querem explorar cada vez mais o povo!

    Vamos protestar!

    ResponderExcluir
  9. HÁ UM TEMPO ATRÁS MUDARAM A POSIÇÃO DE ESTACIONAMENTO DE 45 GRAUS, PARA O ATUAL, POR QUE TORNAVA O TRÂNSITO MUITO LENTO, E A RUA FICAVA MAIS ESTREITA, E OS MOTORISTAS ATRAPALHAVAM O TRÃNSITO NA HORA DE SAIR. AGORA SURGIU NOVAMENTE ESSA VELHA IDÉIA, LÓGICO QUE CRIA MAIS VAGAS DE ESTACIONAMENTO, PORÉM, NÃO É A SOLUÇÃO.
    ATÉ QUANDO O MUNICIPIO VAI EMPRURRAR O PROBLEMA COM A BARRIGA? TEMOS QUE PLANEJAR HOJE PARA O FUTURO DAQUI A 20 OU 30 ANOS. E A HORA É AGORA, TEMOS QUE PARAR DE TER MEDO DE OUSAR, TEMOS QUE EVOLUIR, OLHAR PARA FRENTE. ATÉ QUANDO O CENTRO VAI FICAR SEM SOLUÇÃO. SÓ POR CAUSA DO VOTO?, PARA AGRADAR A UNS E DESAGRADAR OUTROS. INDEPENDENTE DISSO, QUEM ESTÁ PERDENDO É O COMÉRCIO DE GARANHUNS, SERÁ QUE NÃO PERCEBERAM ISSO?.
    EU JA LI BOAS IDÉIAS E SUGESTÕES AQUI NOS COMENTÁRIOS PARA SOLUCIONAR O PROBLEMA, BASTA ESTUDAREM ESSAS OPNIÕES QUE SÃO DE PESSOAS QUE SOFREM COM O TRÃNSITO DA CIDADE.
    A POPULAÇÃO DE GARANHUNS ESTÁ CONFIANTE NA ADMMINISTRAÇÃO DE IZAIAS, E QUER VER MUDANÇA, ELE TEM CONDIÇÕES DE RESOLVER DE VEZ O PROBLEMA, OLHANDO PARA O FUTURO, POIS ESTÁ BEM ACESSORADO, SE VOLTARMOS A ESTACIONAR DA FORMA QUE ERA ANTES, DEPOIS PRA MUDAR SERÁ UMA NOVELA, PORTANTO, PREFEITO EU LHE SUGIRO NÃO ACATAR ESSA IDÉIA.
    O NOSSO BISPO JÁ CONTRIBUIU OFERECENDO O TERRENO, BASTA TENTAR CONSEGUIR UM INVESTIDOR, PARA O EDIFÍCIO GARAGEM, NÃO SERÁ FÁCIL, MAS TAMBÉM NÃO É IMPOSSIVEL.

    ResponderExcluir
  10. Garanhuns esta uma zona, ninguém manda e ninguém obedece. Vejam os pontos críticos de Garanhuns.. Rua XV, ao lado do Bonanza da Rua XV estacionamento proibido ninguém obedece, na rua da antiga Câmara de vereadores tem estacionamento proibido e ninguém obedece, Barão do Rio Branco, Dantas Barreto, ao lado da quadra do SESC e na rua do SESC, Rua Sátiro Ivo já merecia ser mão única e no início colocar um canteiro (jardim) para motoqueiro não pegar a contramão, em frente ao MEC, mercado 18 de agosto. Os Guardas de transito são apenas para cuidar da zona azul e ficam todos juntos como bicho de munturo e sem fazer nada. O sinal ao lado da caixa econômica, av. Caruaru, Santo Antônio com Dom José ninguém obedece ao sinal vermelho principalmente motoqueiro, taxistas ,vans e isto é muito simples de comprovar, é só colocar um guarda em cada ponto semáforo e a prefeitura ,o estado vai ganhar muito dinheiro com este pessoal que fura o sinal. Não existe mais estacionamento no centro isto prejudicou e muito o comercio. Esta AMTT tem que tomar vergonha na cara e concertar este transito caótico que é o de Garanhuns. Nas horas de pico não se ver um guarda de transito em lugar nenhum, digo, vejo sim, na zona azul tomando conta e multando ou mesmo não fazendo nada conversando em uma rodinha discutindo futebol.
    Jonathas Cardoso

    ResponderExcluir
  11. Essa AMTT tá precisando é de uma Coordenação atenta!
    Passo sempre na Santo Antônio e o que se vê é 4 ou 5 guardas municipais converando e em outros lugares da cidade o trânsito bagunçado!!

    Marcelo Pereira
    Cohab II

    ResponderExcluir