SECRETARIA DE SAÚDE DO ESTADO

SÃO BENTO DO UNA DISPONIBILIZA 15 ÔNIBUS PARA OS ESTUDANTES DO MUNICÍPIO

Poucos municípios do Agreste Meridional ou mesmo de todo o interior do Estado, possuem a frota de ônibus escolares de São Bento do Una. São 15 veículos bem conservados, que estavam guardados na garagem e foram disponibilizados a partir desta semana para servir aos estudantes. As aulas recomeçaram em São Bento num clima de auto astral nas escolas da Rede Municipal e os alunos da zona rural têm transporte garantido.

42 comentários:

  1. Sr. Roberto Almeida. Não tem haver com os ônibus mas eu quero aproveitar seu amor por Garanhuns para denunciar um fato.
    A Ceorga está cavando uma vala e jogando todo o esgoto dela em uma galeria de água de chuva. Estão fazendo hoje para terminarem no final de semana. O dono é médico e não tem conciencia. Liguei para a Secretaria de Serviços publico e disseram que nao tem fiscal para ir lá. É todo o esgoto da CEORGA e tem que lembrar que é esgoto de gente doente. tentei falar direto com Hélio Faustino mas ele não me atendeu. Tem doença tem perigo. Uma vergonha. Façam alguma coisa.
    Luis Fernando - Boa Vista

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. isso é com a secretaria de agricultura departamento de meio ambiente e tbm na cprh

      Excluir
  2. Devagar que o santo é de barro, sempre houve transporte escolar para os estudantes da zona rural, não tem nenhuma novidade, esta frota é herança do governo Padre Aldo, transitam há bastante tempo. Baixo astral é com os estudantes universitários que tinham, até o ano passado transporte para as faculdades e a prefeita cortou, oferecendo uma ajuda de 50% além de ter cortado 75% das bolsas, levando um grande número a desistirem de seus cursos. Quer a verdade, vem ao município ouvir o clamor dos estudantes universitários e do funcionalismo público. Bom mesmo foi para o secretariado que teve aumento de R$2.700,00 em seus salários e vereadores que tiveram mais de R$2.000,00 de aumento nos subsídios.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode até sempre ter tido ônibus mas as crianças andavam somente de pau de arara e esses ônibus estavam servindo apenas para estudantes universitários irem para Garanhuns, Belo Jardim e Caruaru. Por um lado é bom mas e o que vai acontecer com os pobres estudantes universitários que não tem uma TROLLER de 80 mil reais como o filho do SR José Almeida, para fazer faculdade??

      Excluir
    2. Concordo com seu comentário. À prefeita está evitando gastos com o dinheiro da prefeitura, mas a tal festa da galinha em poucos meses chegará, ouvi dizer por aí que a prefeita realizará uma festa para marcar a história da cidade, ouvi dizer também que sua equipe já trabalha buscando recursos e inovações para fazer uma festa que irá ficar na história de São Bento, aí eu me pergunto: Para que manter esta tal festa se a prefeita pode usar os recursos que serão gastos em coisas que precisam realmente de inovações? Talvez muitas pessoas concordem comigo, pois minha visão sobre esta festa é negativa, qual a cultura que esta festa tem? pelo que sei, um bando de pessoas reunidas em um espaço para ver galinhas correrem não é atração cultural, e sim uma coisa ridícula e totalmente sem graça, a organização do evento diz que esta festa traz lucros para cidade, mas como? São Bento do una não tem um hotel para recepcionar turistas, não tem um restaurante com grande porte e com comidas típicas da carne da galinha, realmente o grande lucro que esta festa traz para São bento é divulgar as empresas do ramo da avicultura, e dar dinheiro aos irmãos Valença, organizadores do evento. Prefeita use este dinheiro em coisas úteis, que tragam benefícios à população carente, exemplos são geralmente citados, à questão do transporte dos universitários, à educação que também precisa de mudança, à saúde e outras coisas que não preciso citar pois é bastante visível em nossa sociedade.
      Sou oposição, mas acredito que você prefeita Débora Almeida, tem tudo nas mãos para fazer de São Bento do una uma cidade cada vez melhor, basta querer, saber e trabalhar com dignidade.

      De: Um simples Estudante que espera um dia ver sua cidade crescer e evoluir!

      Excluir
  3. A prefeita de São Bento do Una devia ver a matéria de Lajedo e ter a real noção do que fez aqui. A prefeitura vizinha vai pagar integralmente o transporte universitário, o que eu não entendo é São Bento ser maior, ter mais dinheiro e não pagar?

    ResponderExcluir
  4. Universitários de São Bento vamos morar em Lajedo! O prefeito Rossine é sensível a situação dos universitários. Em São Bento a prioridade são as galinhas!!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dr.Rossini está dando um show de administração, parabéns prefeito!!!!!!!!!

      Excluir
  5. Na verdade Rossine nasceu muito pobre e estudou com dificuldades, é a razão de reconhecer a necessidade dos universitários da terra que o adotou. Em São Bento Débora nasceu com o pai já em ascensão, foi mimada e educou-se com conforto, em que pese, saber o valor da educação, aumentando sua culpa, no corte que ofereceu na educação, retirou de gente pobre e humilde a oportunidade de estudar. Débora 13 vereadores sem o aumento de R$2.000,00 seria R$26.000,00, você poderia ter discutido isto com a câmara, até para atender a recomendação do Tribunal de Contas em não aumentar, resolvera bater de frente, em 10 secretários o aumento de R$2.700,00 somam 27.000,00, considerando seu marido que poderia renunciar ao pagamento, assim viriam mais R$2.300,00 perfazendo R$55.300,00, assim investidos em educação cobriria o transporte dos universitários. Diminuindo contratações desnecessárias a exemplo de Tachinha, Andrinho seu mordomo, porque não a renúncia do salário de R$Camila, filha de Reginaldo, tudo viria para a educação. O gasto de aproximados R$300.000,00 com a festa de Reis, fazer festa nesta situação é enganar a população, seria um grande número de bolsas universitárias, seu esposo, juntamente com Vavá, dentre as contratações, trouxeram Zezo dos teclados, que custa R$11.000,00 e custou R$30.000,00, Vavá anuncia que teve um lucro de R$50.000,00 na festa fora as divisões com teu esposo e Rafael do bloco. Você deve satisfações à população anunciou que recebeu o município com uma dívida de treze milhões, então diz quem são os credores, e fala sobre a escola do Giquiri, o campo de futebol, a quadra da Una, tudo obras iniciadas e paradas. Não torço por casa derrocada, não jogo no time de quanto pior melhor, Padre Aldo tem seus defeitos mais custeou a educação dos universitários, pagou integralmente o transporte escolar, concedeu bolsas de estudo, trabalhou muito, espero que você reveja suas posições, cuide da educação, conceda oportunidade aos nossos jovens, prioriza a educação que é essencial, é fundamental e muda a vida das pessoas, melhora o município. Que Deus a ilumine a faça sua mão de ferro se transformar em mão amiga.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Finalmente alguém divulgou esse absurdo!!!!!!!!!!!!!!!!

      Excluir
  6. Essa frota foi toda adquirida pelo prefeito Pe. Aldo. Mais uma vez a prefeita quer se apropriar das ações do ex-prefeito. Tá na hora de trabalhar prefeita! Os saobentenses não vão esquecer que foi Pe. Aldo que iniciou a construção das creches da Rua Nova e Queimada Grande, que adquiriu esses ônibus, mas não só esses como vários carros fiat uno, ranger, motos, caminhão e strada para distribuir merenda, máquina patrol, retroescavadeiras, tratores, caminhão compactador de lixo, caçamba... 'cansei', foi a Brasília lutar pela agencia do INSS, que também começou em seu governo, não vou nem falar do que ele construiu, passaria a noite. Enfim, queria dizer ainda que ele pagou integralmente o transporte universitário e ajudou muitos estudantes pobres com bolsas de estudo. Obrigado Pe. Aldo, por cuidar dos mais pobres! Espero que nossa prefeita reveja suas posições.

    ResponderExcluir
  7. Roberto, aproveito seu blog para denunciar que meu filho chegou ontem e hoje em casa as 10 horas por que não tem merenda na escola. Alias em nenhuma escola do município. Hoje é 15 de fevereiro e não deu tempo comprar nem pão? Até dezembro eram servidas duas merendas e agora nenhuma? Ação prefeita!! Ação! Pois o tempo passa rápido!

    ResponderExcluir
  8. Estes ônibus estavam guardados porque chegaram no final do ano letivo, porque vocês não explicam isso? Inclusive foram expostos no encontro com os professores em dezembro na avenida Manoel Cândido. Explique-se!

    ResponderExcluir
  9. Disseram que as aulas começaram em alto astral, só esqueceram de dizer que não tem merenda. Não sei quando vão resolver essa situação.

    ResponderExcluir
  10. Secretário Gleidson você mandou a noticia das duas merendas e o Premio Gestor Eficiente da Merenda Escolar para o meu email e para o de muita gente e agora ver que não estão sendo servidas nenhuma, e não toma nenhuma providência?

    ResponderExcluir
  11. Quero ver a prefeita vai falar mal dos quase dois milhões do convênio de asfalto, que Pe. Aldo deixou iniciado. Para se ter uma idéia da grandiosidade da obra, vai ser asfaltado da ponte ao Alto Santiago até a PE 180, passando pelo Agra. Fale que isso é um problema! Fale mal das creches, do INSS, dos muitos ônibus!

    ResponderExcluir
  12. Pe. Aldo ajudava os universitários, porque sabia o que é ser pobre. Não andava de carro blindado, nem de troller. Atendia a todos, ricos e pobres, em sua casa, na prefeitura, e até as vezes no meio da rua. As notícias que temos é que ela só atende no gabinete os secretários, os pobres jamais. Em casa então, nem pensar! Estamos perdidos!

    ResponderExcluir
  13. A prefeita pode até ser inteligente, mas a julgar pela pífia palavra dirigida aos professores no início do ano letivo, deixou a todos com saudade dos eloqüentes discursos do Padre. Não falou sobre projetos, o que pretende fazer, como vai trabalhar, nada! E olha que ela tem uma boa assessoria, afinal a professora Mirian também é competente. Mas, parece que estão com medo de enfrentar as pessoas, de falar de frente. Se cuidem, daqui a pouco chega 2014!

    ResponderExcluir
  14. Gostaria de parabenizar o prefeito de Lajedo Dr. Rossine, e dizer que esta atuação junto aos universitários, lhe renderá muitos frutos. Ele sabe o que os pobres precisam, nós não precisamos de discurso vazio na campanha política: "olhar no olho", precisamos de ações concretas. Pagar o transporte universitário é uma ação concreta. Debora nós não somos crianças, Dr. washington está assistindo a tudo isso de camarote, para na hora certa agir.

    ResponderExcluir
  15. A prefeita já soltou nas redes sociais que está sendo feita a licitação para construção da escola técnica de SÃO BENTO DO UNA, só que, pra variar, foi PADRE ALDO que conseguiu também, até agora o que a prefeita conseguiu foi só desistimular politicamente inúmeras pessoas que fizeram parte da sua campanha!!!

    ResponderExcluir
  16. Aproveito o assunto da escola técnica para pabenizar o professor Jair Matias que ao lado do padre Aldo lutaram por esta obra. Parabéns professor!!!

    ResponderExcluir
  17. gostaria que alguem me respondesse, são bento possui 15 onibus e garanhuns 3 porque?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por quê tinha um secretário de educação do PT que hoje estar nas finanças e fez muitos projetos para o transporte dos estudantes.

      Excluir
    2. Algumas coisas que São Bento consegui como: quadra de esportes, SAMU um dos primeiros na região, academia das cidades e agora a frota de ônibus foi graças a competência do Secretário de Educação-Gleidson devido a sua ligação com os deputados do PT, mesmo em governo de Pe. Aldo onde o mesmo na época era ligado ao grupo de Mendonça e fazia oposição a Eduardo Campos.

      Excluir
  18. 15 não são 16 só escolares. E mais 5 van ducatos.

    ResponderExcluir
  19. Por que Pe. Aldo trabalhou incansavelmente para cumprir as metas e celebrar os convênios e além disso adquiriu 2 ônibus com recursos próprios para a educação. E quatro ducatos com recursos próprios.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala serio! recursos próprios é história da "carochinha"..........

      Excluir
  20. A escola técnica foi esforço, dedicação e a força política de Inocêncio Oliveira e Washington Cadete que conquistaram o pleito junto ao Governador, o INSS foi também Washington Cadete e Inocêncio Oliveira que conquistaram, ainda junto ao ex-Ministro da Previdência, fizeram incluir São Bento do Una na rede de expansão do INSS, e a prefeita fica tentando se apropriar da conquista, a única conquista da Prefeita é dirigida aos estudantes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem?? Dr. Washington?? Fala sério. kkkkkkkkkkkkk

      Excluir
    2. NPU 00011-70.2013.8.17.1280
      Ação Civil pública
      Autor: Ministério Público Estadual
      Requerido: Município de São Bento do Una

      DECISÃO,

      O MPE ingressou com a presente AÇÃO CIVIL PÚBLICA em face do MUNICÍPIO DE SÃO BENTO DO UNA com a finalidade de que sejam suspensos os efeitos da lei Municipal n° 1.890/12 que fixou os subsídios dos vereadores em R$ 8.000,00 (oito mil reais), para que esta legislatura que se iniciou no dia 1° deste mês e ano. Sustenta a inicial que a referida lei viola o art. 21, PU, da Lei Complementar 101/2000 (Lei de Responsabilidade Fiscal), "que veda a prática de ato de que resulte aumento de despesa com pessoal nos cento e oitenta dias anteriores ao final do mandato do gestor'.
      A inicial se refere, também, ao Projeto de lei n° 10/2012 que alteraria o subsídio do Prefeito, Vice Prefeito e Secretarias Municipais, o qual descumpriria preceitos da LRF haja vista o fato das finanças municipais se encontrarem comprometidas com despesa de pessoal na ordem de 59,65, no segundo quadrimestre de 2012. Neste particular, o MPE cita o fato de que não haveria pressa para reajustar o salário dos chefes do executivo e dos secretários, posto que este tipo de norma não se submete ao princípio da anterioridade, podendo tais subsídios serem alterados durante o curso do mandato.
      Esta situação, segundo o MPE, se revela grave e atenta contra a integridade das finanças municipais, então, para evitar danos ao patrimônio público a à ordem vigente, requer a concessão da medida liminar no sentido de que sejam suspensos os efeitos da Lei Municipal n° 1.890/12 e que a Prefeita Municipal não ordene o pagamento dos subsídios com base na Lei resultante do projeto de lei n° 10/2012, tudo sob pena de multa diária de R$ 1.000,00 (mil reais), até que o TJPE decida sobre a constitucionalidade das respectivas leis.

      É o que cumpria relatar.

      Tenho como indiscutível a legitimidade e o interesse do MPE para propositura do pedido, além da adequação da via eleita.

      Dispõe o Parágrafo único do art. 21, da LRF:
      "Também é nulo de pleno direito o ato que resulte aumento de despesa com pessoal expedido nos 180 (cento e oitenta) dias anteriores ao final do mandado do titular do respectivo poder ou órgão referido no art. 20". Assim,, de plano, verifico que a Lei Municipal n° 1.890/12 descumpriu a norma acima, o que é, evidentemente, se constitui em óbice à satisfação d direito criado pela referida lei.

      Por outro lado, patenteando em sede de cognição sumária entendo que estão presentes os requisitos do fumus boni iuris e do periculum in mora, imprescindíveis à concessão da medida liminar, haja vista que se mostra bastante plausível o direito autoral e que, acaso não seja deferida a liminar, o erário público poderá sofrer prejuízo de difícil reparação.
      No tocante ao projeto de Lei n° 10/2012, como não existe notícias nos autos de que o mesmo, efetivamente, foi transformado em lei, não vislumbro a menor possibilidade do mesmo ser objeto de provimento judicial, uma vez que, a rigor, ainda não se materializou como lei.
      Diante do exposto, defiro, em parte a liminar requerida, no sentido de determinar que a Prefeitura Municipal e o Presidente da Câmara Municipal se abstenham de autorizar o pagamento do subsídio de vereador com base na Lei Municipal n° 1.890/12, impondo multa de R$ 10.000,00 (dez mil reais)pelo descumprimento, sem prejuízo das demais sanções cabíveis.
      Determino, também, que se oficie à Presidência da Câmara Municipal para que informe se o Projeto de Lei 10/2012 foi, efetivamente, transformado em lei e/ou se algum outro foi aprovado tratando da mesma matéria (reajuste dos subsídios do Prefeito, Vice Prefeito e Secretários Municipais).

      Intimem-se!
      Cumpra-se!
      SBU, 10 de janeiro de 2013.

      Excluir
  21. Recursos próprios sim!!!!!

    ResponderExcluir
  22. Recursos próprios sim. E não só estes, mas ducatos, quadras, escolas, calçamentos, etc.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo isso com dinheiro do bolso dele?(recursos próprios)Não foi com verba que veio p prefeitura? Meu amigo(a). Eu admiro muito trabalho do ex prefeito padre Aldo. Apenas acho que ele foi um ótimo prefeito!!Mas daí a fazer obras com "recursos Próprios' Seria no mínimo pouco inteligente da parte dele.

      Excluir
  23. Recursos próprios não significa que é dinheiro do bolso. Acho que você não entendeu. Recursos próprios significa que não é dinheiro de convênio, são recursos do tesouro municipal. Prioriza-se determinada obra ou aquisição de bens e investe-se o dinheiro da prefeitura. Nem é convênio, nem é do bolso do prefeito. Espero que tenhas entendido.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Resposta ao comentário (18/02/13)às 19:35

      Obrigado pelo esclarecimento! Realmente houve um mau entendimento de minha parte. Peço minhas sinceras desculpas, vejo que você é uma pessoa do bem. Acho também que tanto eu, como você quer o melhor pra São Bento .Faço votos que a atual prefeita continue o brilhante trabalho de Padre Aldo.

      Excluir
  24. Realmente Gleidson é muito competente só não entendo por que não toma providencias, no caso dos estudantes universitários, na falta de merenda, etc. Ele tem ou não força com a prefeita? Parece que só quem tem é o marido e a filha de Reginaldo.

    ResponderExcluir
  25. A situação em São Bento do Una realmente está ficando difícil. A falta de merenda nas escolas (antes eram ser servidas duas, hoje nenhuma), corte dos transportes universitários, cortes nas bolsas universitárias, falta de carro para transportar doentes nas comunidades, falta de água nas escolas... São tantas coisas absurdas que parece que esquecemos que: um secretário é de Lajedo, outro é o marido da prefeita, uma foi demitida da Caixa Economica sabe-se lá porque. Alguns, ou a grande maioria está frustrado e arrependido pois esperava o salário de R$ 5 mil e este nunca chegou. Tá na hora de acordar!!!!!-

    ResponderExcluir
  26. O promotor já está visitando as escolas sobre a falta de água e de merenda. Estamos no dia 19 de fevereiro e ainda não deu tempo comprar. Espero que ele tome as providencias, pois isto, é um absurdo. Veja isso Dr. washington.

    ResponderExcluir
  27. Concordo que o secretário Gleidson é competente. Contudo, ele executava as ações determinadas pelo prefeito, havia uma linha, havia prioridade, que era cuidar das pessoas. O secretário segue as diretrizes apontadas pelo prefeito. Logo, quando o prefeito é bom, os secretários são bons. O que se assiste hoje em São Bento do Una, é que cuidar das pessoas está em segundo plano. Primeiro emprego para o marido da prefeita, água para as granjas do pai da prefeita, salários altos para os ricos (seçretários), e se depois de tudo isso ficar alguma coisa, aí sim, pode ser que chegue água nas escolas, merenda para os alunos, comida para os acompanhantes no hospital, carros para carregar doentes nas comunidades, transportes para os universitários, bolsas para os estudantes que necessitam. Num governo desse é difícil um secretário ser bom, se destacar. Por isso que escutamos criticas, e criticas a todos sem exceção.

    ResponderExcluir
  28. Acho que essa prefeita é daquele tipo que só tem dois lados: o dela e o do adversário, no caso WC. Contudo, a vida não são dois lados, mas sim, o passado, o presente e o futuro. Por isso a que se lembrar o que foi feito, por José Mota, Alfredo Cintra, Paulo Afonso, Leucio Mota, Paulo Bodinho, Reginaldo Porfirio e Pe. Aldo, não pense o mundo a partir do seu umbigo. E amanhã terão outros que irão dar sua contribuição. A história não começa e termina em nós, apenas fazemos parte dela.

    ResponderExcluir
  29. COITADO DE ALGUNS VEREADORES, ESTÃO A PÃO E ÁGUA,POIS A PREFEITA E SEUS SECRETARIOS NÃO ESTÃO NEM AÍ PARA ALGUNS VEREADORES.ELES PENSAVAM QUE ERA PADRE ALDO, QUE DAVA MAIOR ATENÇÃO AOS ANTIGOS VEREADORES.

    ResponderExcluir