ALEPE

ALEPE
ALEPE

GOVERNO DO ESTADO

GOVERNO DO ESTADO
GOVERNO DE PERNAMBUCO - FUNDARPE

domingo, 18 de novembro de 2012

CAETANO VELOSO RECEBE JUSTA HOMENAGEM

O setentão Caetano Veloso foi com toda justiça o grande homenageado no Grammy Latino deste ano. Pelo conjunto de sua obra musical e poética, em cinco décadas, o cantor e compositor baiano recebeu a mesma honraria concedida a Gilberto Gil, em 2003, e a colombiana Shakira, ano passado.

Caetano, autor de centenas de músicas antológicas, como Alegria, Alegria, London London, Vaca Profana, Força Estranha, O Ciúme, Um Índio e Sampa, recebeu o troféu de “Persona do Ano" das mãos da atriz Sônia Braga.
Pode-se acusar Caetano Veloso de polêmico, discordar de suas posições políticas ou de suas propostas culturais. Mas ninguém que tenha um pouco de bom senso pode negar a importância desse artista – como cantor, intérprete, músico e letrista.
O cantor chega aos 70 anos com a mesma criatividade de quando compôs esses versos, da música O Homem Velho, do disco de 1984:
"O homem velho deixa a vida e morte para trás. Cabeça a prumo, segue rumo e nunca, nunca mais. O grande espelho que é o mundo ousaria refletir os seus sinais. O homem velho é o rei dos animais. A solidão agora é sólida, uma pedra ao sol. As linhas do destino nas mãos a mão apagou. Ele já tem a alma saturada de poesia, soul e rock'n'roll
"Os filhos, filmes, ditos, livros como um vendaval. Espalham-no além da ilusão do seu ser pessoal. Mas ele dói e brilha único, indivíduo, maravilha sem igual. Já tem coragem de saber que é imortal".

Um comentário:

  1. Muito justo e merecido,homenagens tem que acontecer enquanto o artista,está vivo!CAETANO ETERNAMENTE!

    ResponderExcluir