ALEPE

ALEPE
ALEPE

terça-feira, 24 de julho de 2012

INVERNO

O verde domina os caminhos
A névoa cobre a cidade.
Afugentados pelo frio
Escondemos-nos entre lençóis.
Descobrimos, deslumbrados,
Que o amor ultrapassou 20 anos de enlaces.

Teus olhos são pérolas verdes
Criadas por Deus;
Tua boca pequena
Brinca de se fazer difícil;
Tuas pernas feitas à mão,
Tuas coxas grossas,
Despertam o desejo
E levam ao êxtase.

É noite de inverno.
Estamos aprisionados
Num labirinto particular,
Cercados por fontes de águas vivas,
Praças, temores, cumes, montes...

Inteiramente apaixonados
Escutamos vozes
Que se alternam no infinito,
Sussurrando, qual tal um antigo disco emperrado na vitrola:

 Te amo, te amo, te amo, te amo...

Nenhum comentário:

Postar um comentário