SEBRAE

SEBRAE
SEBRAE

ALEPE

ALEPE
ALEPE

segunda-feira, 25 de junho de 2012

A ESTRANHA MORTE DO PROFESSOR HONORATO

O principal assunto de Garanhuns, na manhã desta segunda-feira, foi a estranha morte do professor José Honorato da Silva, de 58 anos. O corpo do profissional de ensino foi encontrado na Praça Dom Moura, perto do Mosteiro e a cerca de 250 metros do prédio da Delegacia Regional. A polícia trabalha com a hipótese de homicídio, já que ele estava com um ferimento na nuca, mas  não não descarta também morte natural, uma vez que a vítima sofria de problemas no coração.

Honorato era professor de Educação Física,  tendo trabalhado por muitos anos no Colégio Municipal José Soares de Almeida, em Capoeiras, além de diversos estabelecimentos de ensino de Garanhuns, dentre os quais o Diocesano.

Nos últimos anos, era um frequentador assíduo do Chocolate Sete Colinas, no centro da cidade, onde costumava se reunir com os amigos para conversar  sobre a política local.

16 comentários:

  1. gostaria de postar a minha indignação ,quanto ao procedimento policial no que se trata do assassinato do professor honorato, as 07:30vinha passando pela praça do mosteiro quando vir uma grande aglomeração de alunos do diocesano, dei a volta e vir, uma cena que ficarar na minha mente até o fim da minha vida, vejo o corpo de cueca do professor honorato uns 4 ou cinco policiais procurando algo sobre a possível causa do assassinato, mais não e isso , como a policia deixa um cidadão semi nú , já sem vida ,como cerca de 100 alunos de 8 a 16 anos de idade ficarem vendo aquela cena macabra, eles não tiveram nem a decência de cobrir o corpo, o mais absurdo foi quado a funerária levou o corpo do professor, e eles deixaram as roupas do professor na praça, foi quando o professor ze pequeno cunhado e a professora cremilda QUE PEGOU AS ROUPAS no chão, eu lhes pergunto o que podemos fazer com esses policiais. e o que falta de treinamento falta de humanidade ou simplesmente descaso por se tratar de um homem negro, professor e não ser rico . essa é a pergunta que eu deixo para os cidadãos garanhunense.

    ResponderExcluir
  2. Sem dúvida nenhuma o Professor Honorato era uma grande pessoa, com serviços prestados em nossa cidade.Uma perca irreparavel

    ResponderExcluir
  3. "estou muito triste...fico com a imagem e o sorriso de Honorato encontrando Thiago Lira No ultimo sabado lá no Garoa !!"

    ResponderExcluir
  4. Estava passando por uma situação muito difícil na vida, sem emprego, e falando muita coisa sem nexo. É triste o fim de Onorato dessa forma, ele foi o melhor professor de educação física que eu já tive.

    ResponderExcluir
  5. Tio sentiremos a sua falta. obrigado pelo apoio de todos vocês . De seus irmãos e sobrinhos

    ResponderExcluir
  6. Meu amigo Honorato, passava por grandes dificuldades financeiras e de saúde,espero que se realmente foi homicídio, não passe apenas a ser mais um número nas estatísticas dos assassinatos de Garanhuns, que seja elucidado e quem cometeu o crime seja penalizado.

    ResponderExcluir
  7. Encontrei ele a uns dois meses, ele me falou que estava sendo ameaçado por um ex-marido de uma namorada dele, é uma linha de investigação para a policia.

    ResponderExcluir
  8. Hoje recebi uma notícia muito triste a terrível morte do meu mestre, meu amigo, meu grande professor Honorato, espero que as autoridades tomem as medidas cabíveis e prendam os culpados, que a morte dele não seja mais um acontecimento lamentável. Quantas vezes ficamos no centro da cidade, conversando sobre variados assuntos hora sérios outras vezes só brincadeiras, ficará apenas a saudades daquele que foi um cidadão de bem, um excelente educador que primava por uma Garanhuns melhor, mas, acima de tudo um ser humano com um coração que não cabia em seu peito. Que o Pai eterno te receba de braços abertos. Saudades do seu eterno aluno. Fábio Luís Lira da Silva, ex-aluno do Colégio Diocesano de Garanhuns – PE.

    ResponderExcluir
  9. Quanto as causas elas deverão ser esclarecidas. Uma vez que vivemos em um mundo com tanta crueldade." Políticos de Garanhuns, está na hora de mostrar os seus trabalhos". Já passou da hora!!! Chega de promessas fuleras... Garannhuns está disputando a criminalidade com a Capital de PE. Tem que ser esclarecido!!! Trata-se de um homem bom, honesto,cidadão de bem.
    Policiais, tenham mais delicadeza com os humanos "bando de desumanos". Tratem os bandidos assim e não um homem de bem!

    Estou revoltada!!!

    ResponderExcluir
  10. Ana Paula Siqueira26 de junho de 2012 06:12

    "É muito triste. Um homem bom, tranquilo e muito humilde. Deus abençoe os teus caminhos. Que a sua alma possa descansar em paz!"

    ResponderExcluir
  11. Também fiquei muito triste quando dei de cara com um corpo estendido no chão, e quando cheguei perto vi que se tratava do meu antigo professor Honorato no Diocesano, lamentável o ocorrido. Em relação a o 1º comentário postado pelo cidadão sobre o trabalho da policia, gostaria de dizer a ele que em relação aos policiais que estavam na cena, eles são bastante humanos e não são despreparados como ele disse, nem tão pouco são racistas, inclusive tinha um policial da cor negra também na hora, e finalizando o procedimento estava correto, pois os policiais que trabalham como peritos tem que tirar a roupa da vítima em busca de vestígios que possam levar a autoria do crime, e infelizmente os policiais não tinham no momento nenhum pano para cobrir o corpo da vítima, sei que é uma cena difícil e pesada de ser vista, mas infelizmente é a triste e violenta realidade...

    ResponderExcluir
  12. imperduável, inadimissível,errada e amadora a forma como a policia e a imprensa de Garanhuns trataram de divulgar a morte do meu amigo Honorato,com informações precipitadas, e o que é, mais grave querendo de certa forma diminuilo.O ser humano não se mede pela cor ou pela conta bancária, mais sim pelo seu carater.

    ResponderExcluir
  13. Para esclarecer e tirar todas as dúvidas da população, a morte do Professor Honorato não foi asassinato e sim um Infarto e quando o mesmo caiu feriu a cabeça. O IML Caruaru tirou todas as dúvidas e a Certidão de Óbito foi declarada como Infarto.

    ResponderExcluir
  14. não se pode confiar muito na veracidade de informarção de uma imprensa,muito mais preocupada em protejer determinados grupos politicos,do que noticiar com impessoabilidade fatos concretos de nossa sociedade.

    ResponderExcluir