ALEPE

ALEPE
ALEPE

GOVERNO DO ESTADO

GOVERNO DO ESTADO
GOVERNO DE PERNAMBUCO - FUNDARPE

domingo, 18 de março de 2012

MONSENHOR GERALDO FELIZ COM FESTA DE SÃO JOSÉ

O monsenhor Geraldo Batista de Lima, 40 anos de sacerdócio, demonstrou estar muito feliz, neste domingo pela manhã, ao celebrar a missa na matriz de São José. O religioso comemorou antecipadamente o sucesso da festa do padroeiro, este ano, quando na noite do sábado foi batido o recorde de público na cidade. "Foi calculado que 60 mil pessoas estavam no município ontem à noite", disse o padre, durante a missa.

Apesar das festas em Garanhuns, Angelim e outras cidades, Capoeiras foi literalmente tomada, a partir das 22h do sábado. Quando o cantor Amado Batista começou a cantar, faltando apenas 10 minutos para uma hora da manhã, a multidão se aglomerava no pátio de eventos e vibrava a cada música. Canções como O Fruto do Nosso Amor e Serenata e Chance eram entoadas em coro pela massa, que conhecia cada verso de cor.

A organização da festa este ano deu um show de organização, não permitindo a instalação de parques de diversão e barracas de bebidas ou comidas no local próximo ao palco. Com isso, houve muito espaço à disposição e com isso as pessoas puderam passar menos sufoco do que o ano passado, com Calypso, mesmo o público de 2012 tendo sido bem maior do que o de 2011.

A felicidade do monsenhor, revelada hoje, era compartilhada por cada capoeirense, na noite e madrugada passadas. "Nunca se viu na tanta gente na cidade", era uma frase repetida muitas vezes pelos moradores do município, parecendo orgulhosos de estar fazendo uma festa tão grande, graças principalmente ao apelo de um artista popular como Amado Batista. (Na foto, a praça principal na noite de ontem)

4 comentários:

  1. que palhaçada como se nao bastace a comunidade agora mon senhor fasendo homenagem agora homenageando quem , tenha conciencia pedindo ao povo simples do sitio para faser silencio para esperar uma coisa daquela este povo merece respeito.

    ResponderExcluir
  2. É A POLÍTICA DO PÃO E CIRCO.
    SERÁ QUE SÃO JOSÉ FICA CONTENTE COM ISSO?
    FAZER FESTA COM O DINHEIRO DO POVO, ENQUANTO O POVO MAL TEM O QUE COMER.
    PERDOE SÃO JOSÉ, É POR QUE NO BRASIL É ASSIM MESMO...

    ResponderExcluir
  3. A faesta foi muita boa, só não foi melhor porque o ecesso de vidro era muito grande na rua, pois é um grande perigo para a população durande a festa, principalmente as crianças e os maloqueiros de rua, pegarem brigas durante a festa ou até mesmo se cortarem enquanto dançam, ou atingir pessoas que não tem nada a ver....pois estas estão na festa para se divertir um pouco....
    Uma solução simplis e fácil , seria a prefeitura colocar tambores na praça para recolher os vidros durante a festa com a indicação de uma banderinha, além de concientizar as pessoas no palco durante a festa......
    Essa solução pode ser testada já na próxima festa....
    Concorda ou não?

    ResponderExcluir
  4. Como toda festa agrada a alguns e outros não, mas no final a maioria gostou e isso q importa.

    ResponderExcluir