ALEPE

ALEPE
ALEPE

GOVERNO DO ESTADO

GOVERNO DO ESTADO
GOVERNO DE PERNAMBUCO - FUNDARPE

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

MEGA OPERAÇÃO PRENDE NOVE PESSOAS EM GARANHUNS

Jucicléia, Manoel e Josivânia, três dos presos em Garanhuns

Dando continuidade aos trabalhos da operação denominada Tolerância Zero, as polícias Civil e Militar de Garanhuns prenderam 9 pessoas em Garanhuns nesta quinta-feira. No total 130 policiais estiveram trabalhando, determinados a cumprir 9 mandatos de prisão provisória e 11 de busca e apreensão. A operação Tolerâcia Zero é um trabalho integrado das polícias Civil e Militar, iniciada em junho, quando 18 pessoas foram presas. Todas elas envolvidas com o tráfico e associação às drogas ou comércio ilegal de armas. 

Através desse trabalho, a polícia já descobriu que é grande a participação das mulheres no crime envolvendo o tráfico, em razão dos companheiros estarem detidos e elas passam a assumir um papel de destaque no gerenciamento do crime. Durante a operação desta quinta os policiais apreenderam dois revólveres calibres 32 e 38 e farta munição. 

O trabalho desenvolvido também teve como alvo os presídios de Caruaru, Limoeiro, Pesqueira, Garanhuns e Arcoverde. De acordo com o delegado Antônio Resende, um dos coordenadores da Tolerância Zero, alguns dos chefes do tráfico atuam dentro das penintenciárias. 

Na varredura, que contou com o apoio das equipes desses presídios, foram aprendidos: 216 pedras de crack (Arcoverde), 12 papelotes de maconha (Pesqueira), 30 papelotes de maconha (Caruaru), 250g de maconha (Caruaru), além de aparelhos celulares e chipes em Limoeiro, Pesqueira, Caruaru, Arcoverde e Garanhuns. Em Garanhuns foram presos os seguintes suspeitos:

Lindinalva Vicente de Santana, 26 anos, Givanilda Silva de Santana (28, Manoel da Silva Barros (31), Jucicléia Ferreira Lino 26), Márcia Maria da Silva Ferreira (23), Ednaldo Lopes de Lima (24),  José Carlos da Silva  Mendes (40), Josivânia dos Santos (idade não divulgada) e Cícero dos Santos Camilo (36). 

(Com informações da jornalista Jacqueline Menezes).

COHAB II

Depois dos seguidos assaltos que aconteceram na Cohab II, em Garanhuns, a polícia passou a reforçar as ações no bairro. Numa operação realizada ontem à noite, nas proximidades do posto de saúde próximo à Igreja Católica, os policiais prenderam alguns rapazes que não tiveram ainda seus nomes divulgados.

Um comentário:

  1. Infelizmente esta é a realidade do nosso país. Segurança púplica é a pior do mundo. Mas se nossa cidade perder a única agência bancaria que temos, a cidade perderá e muito com isso e todos nós sabemos que onde há cidade pequena, a política sempre é envolvida. Se a administração atual investice na segurança, isso poderia não estar acontecendo hoje. E sabemos, este não foi o primeiro e com certeza não será o último.

    ResponderExcluir