SECRETARIA DE SAÚDE DO ESTADO

GOVERNO DO ESTADO DISCRIMINA SÃO BENTO

O prefeito de São Bento do Una, padre Aldo Mariano (PMDB), está denunciando discriminação à sua administração, por parte do Governo do Estado. O fato é que o município está realizando, de 29 a 31 deste mês a 14ª Corrida da Galinha e nunca recebeu um centavo de patrocínio, por parte da gestão de Eduardo Campos. Estranhamente, porém, no Portal da Transparência foi divulgada a liberação, pela Empetur, de R$ 150 mil para um único bloco da festa, o Galo Folia. Este, segundo o prefeito peemedebista,  é ligado à oposição. Ou seja, a Prefeitura, que faz toda a festa, não tem direito a nada, enquanto uma agremiação oposicionista é contemplada com uma verba gorda. Politicagem pura.

12 comentários:

  1. Padre é melhor ficar sem este dinheiro se não vão a Fundarpe vai superfaturar o preço da Galinha

    ResponderExcluir
  2. É o mesmo coronelismo de sempre. (Luiz Felipe).

    ResponderExcluir
  3. NÃO TÊM EMPETUR QUE TIRE ESSA DA DOUTORA DÉBORA ALMEIDA!!!

    ResponderExcluir
  4. Essa oposiçao pensa que estamos em Brogodó!!!
    KKKKKK...

    ResponderExcluir
  5. E o coronelismo continua!!!!!
    Sempre é assim!!!
    SE não apóia o governo ele dá um jeitinho de "esquecer"...

    ResponderExcluir
  6. Meus amigos a Fundarpe não tá preoculpada com municipios pequenos, nada contra vcs de São Bento do Una, eu sou de Caetés, e participo do grupo de teatro aqui da cidade e Já elaboramos vários projetos pra essa Fundarpe e nunca nosso grupo recebeu um centavo deles, sabem porque? Eles não estão nem aí com cidade pequena, não tem valor, quem não tem voto, essa é a politica da mãe da cultura Pernambucana. Grupo Teatral Atores De DEus Caetés Pernambuco Brasil. " que se dane essa fundarpe. E viva o Brasil"

    ResponderExcluir
  7. Esse BRASIL não tem jeito mesmo.

    E esse mauricinho engravatado do Eduardo Campos ainda quer ser presidente do Brasil é mole,é mole mais sobe.

    Isso é uma vergonha! se apossam do poder e não querem largar o osso de jeito nenhum.

    O governo deveria ser de PERNAMBUCO e não de um grupo específico de bajuladores e irresponsáveis.

    Lucas Leiva/Caetés

    ResponderExcluir
  8. Olha Roberto Almeida, como sempre você divulga o fato, simplesmente, com a versão do Prefeito, pois bem consulta o blog de magno Martins, a resposta da Empetur se encontra foi dada, na verdade, diz a Empetur que, a prefeitura não apresentou nenhum projeto e que, ainda assim, está impedida de receber verbas por irregularidades administrativas, explica que a festa está no calendário turística de Pernambuco, assim a Empetur liberou, por uma empresa, cumprindo, rigorosamente, a lei, os valores para a divulgação da festa. Não teve, portanto, nenhuma liberação para qualquer grupo político. Outra coisa, o Prefeito responde pelo processo n. 0005475-79.2006.8.17.0000, como réu, por fraude a licitação para contratação de bandas, no Tribunal de Justiça de Pernambuco, ainda teve o município, julgados irregulares os Relatórios de Gestão Fiscal, ns. 0790193-8, 0890085-1 e 1090350-1, pelo Tribunal de Contas de Pernambuco,assim, não poderia receber recursos, considerando ainda que, teve condenação, também pelo Tribunal de Contas, por descumprimento a lei de responsabilidade fiscal, por três quadrimestres seguintes, o que torna o município proibido de receber repasses.Assim você, como jornalista e deu a notícia, publica a resposta na face de teu blog, para não trair seus eleitores. Este Padre Prefeito, no futuro irá para a cadeia, em que se considere ser um homem rico atualmente.

    ResponderExcluir
  9. Conheço padre Aldo desde que foi vigário geral da Diocese de Garanhuns e sei de sua capacidade e seu caráter; acompanho a distância seu trabalho em São Bento do Una e sei que ele transformou a cidade; até Paulo Afonso ser prefeito São Bento estava para ser passada para trás por Lajedo, estava se acabando; hoje é Lajedo que está parado e São Bento se desenvolveu; o povo não deve correr o risco de entregar a prefeitura a fanáticos; gente que deseja o poder pelo poder; São Bento deve continuar nas mãos do grupo de padre Aldo para o bem de todos. (Joselita)

    ResponderExcluir
  10. Essa conversa de que a prefeitura não pode receber o dinheiro do governo não convence, na verdade estamos vendo o mesmo filme dos tempos da república velha.

    ResponderExcluir
  11. Joselita e Telma, por vêzes, algumas pessoas, crendo no incrível, fogem da realidade. Telma, consulta nos sites do Tribunal de Justiça de Pernambuco e do Tribunal de Contas de Pernambuco, os processos referidos no meu comentário, leia e verifica se a Prefeitura poderia receber repasses, outra coisa, como um município reclama que nada recebeu sem encaminhar projeto, evidente que não se encaminhou o projeto pela impossibilidade. Olha Joselita, quem sabe o que é melhor para São Bento é o próprio povo de S.Bento, se você conhece o Padre, o conheceu na igreja e nos o conhecemos como Prefeito. Fanáticos? quem? não seria fanatismo de corocas de igreja?

    ResponderExcluir
  12. Ora se Garanhuns onde tanta coisa braba já estourou o governo pode gastar 15 milhões no festival (é o que ele diz) como não pode ajudar a corrida dos frangos em São Bento? Isso tem política sim senhor, esse padre pode não ser santo mas aqui pertinho tem maiores pecadores.

    Eduardo - Heliópolis - Garanhuns

    ResponderExcluir