SEBRAE

SEBRAE
SEBRAE

ALEPE

ALEPE
ALEPE

domingo, 24 de julho de 2011

EMPETUR NEGA DISCRIMINAÇÃO A SÃO BENTO

Recebemos da Assessoria de Imprensa da Secretaria de Turismo e EMPETUR, órgãos do Governo do Estado, uma nota negando discriminação política contra o município de São Bento do Una. Eis o texto:

Caro Roberto,

Em relação à nota “Governo do Estado discrimina São Bento”, a Empetur informa que todos os projetos patrocinados pela instituição tem como base a Lei Estadual 14.104, que institui regras e critérios que estão acima das posições partidárias de seus proponentes.

A Empetur informa ainda que a Prefeitura de São Bento do Una não apresentou nenhum projeto solicitando patrocínio à Corrida da Galinha, muito embora se o tivesse feito não poderia receber recursos devido a irregularidades administrativas.

Por fim, a Empetur esclarece que o patrocínio à empresa Empresa Yedilton Wagner da Silva Ordonio, no valor de R$ 150 mil, é destinado à divulgação da Festa da Galinha, através de rádio, outdoor e folheteria, em virtude da importância da mesma no calendário turístico do Estado. 

Atenciosamente,

SECRETARIA DE TURISMO DE PERNAMBUCO (SETUR) 
ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO 

 Sabrina Albuquerque - Assessoria de Comunicação 
Tel: +55 (81) 3182.8355 - 9488 3112 

NOTA: A denúncia contra o Governo e a Empetur nos chegou através da assessoria do prefeito Aldo Mariano. Ele alega, inclusive, que o bloco contemplado com a verba pela Empresa Pernambucana de Turismo, é ligado ao vereador Washington Cadete, que lhe faz cerrada oposição. Diante dessas informações da Administração Estadual, acredito que cabe ao governante de São Bento uma explicação.

9 comentários:

  1. Essa nota da Empetur tem alguma coisa errada. Como é que afirma que não liberou recursos por que a prefeitura não mandou projeto e se antecipa dizendo que mesmo assim não poderia receber nada por conta de irregularidades administrativas? A Empetur é o Tribunal de Contas, é O Ministério Público, é a CGU? Ou foi a oposição que passou a informação de irregularidades ao órgão do Governo? Outra coisa mesmo quando existem problemas desse tipo as prefeituras tem o direito de se defender; a Secretaria de Turismo de PE e a Empetur são órgãos executores e estão também cumprindo as funções da justiça.

    ResponderExcluir
  2. Qunado criança, ouvi muito meu pai dizer " a mentira tem pernas curtas", o Padre mentiu a Empetur desmentiu. É muito fácil alegar, denunciar, mais na hora da onça beber água, a verdade chegou. O Bloco Galo Folia, nada recebeu do estado, o município, todo complicado, não apresentou nenhum projeto, e não podia devido as falcatruas do Prefeito, então vem vocês com notinhas colocando o nome de Washington Cadete nisto. Washington patrocina, não só o Galo Folia, mais também outros blocos e Camarotes, a exemplo do Galorote, tradicional na festa. Na verdade o Padre, na falta de um bom argumento, e instigado pelos proprietários do bloco Arrocha o pinto, (o próprio nome esclarece o caráter de seus proprietários), que tentaram um financiamento de R$400.000,00 na Empetur e não lograram exito, partiu para cima do Galo Folia e do vereador. O reinado está no final, o povo sabe o que quer. Eles estão usando um adesivo com a frase "Ela vem aí", referindo-se a filha do vice, a procuradora do INSS, Débora Almeida, que tem a chefia do INSS no município de São Bento do Unas e vem fazendo política, ostensivamente, usando o cargo, tenho informações que aposentou a doméstica do prefeito, como agricultora, quando nunca foi agricultora. Essa Doutora é discipúla do Padre, e consultem os Tribunais de Justiça e de contas de Pernambuco e verão a desonestidade desse padre, hoje proprietário de 400 hectares de terras, em nome de terceiros em São Pedro dos Cordeiros, em nome de irmãos e laranjas, criador de uma vacaria de elite, vacas de R$8.000,00 cada, adquiridas em exposições, dono de vários terrenos urbanos em São Bento, de uma excelente casa em Garanhuns, somando tudo daria o quadrupúlço de seus subsídios como Prefeito. Chegou pobre e sai rico, e atira contra a Empetur quando está financiando, pela via indireta o bloco Arrocha o pinto, pagando as instalções de um camarote e cedendo ao grupinho para vender e receber o dinheiro, além de outras vantagens que serão apuradas.

    ResponderExcluir
  3. Oh Branquinho, seu intelecto é pequeno, para se apresentar projetos é necessário ter certidões do cauc federal e estadual, antecipadamente, e é bastante consultar os órgãos para se saber quais os municípios impedidos, outra coisa amiguinho, consulta o site dos Tribunais de contas e de justiça de Pe, com acesso a todos e você confirma tudo.

    ResponderExcluir
  4. Quem é mais rico o prefeito padre ou o vereador? N.V.

    ResponderExcluir
  5. Cristiano Valença24 de julho de 2011 20:02

    N.V.? O vereador é advogado respeitado no país, é brilhante em sua profissão, exerce a advocacia há 30 anos, não usa um único centavo do dinheiro da câmara, abriu mão dos subsídios e os usa para pagamento de bolsas a universitários pobres do município, não usa telefone, nunca recebeu uma diária, nunca usou o dinheiro da câmara para nada, diferente dos outros. Sou assessor do vereador na câmara, compareço todos os dias ao expediente, é determinação do vereador, os demais outros não comparecem, os outros, tem cada dois assessores pagos pela câmara, o vereador apenas um, sou líder estudantil, sou universitário e aprendi o valor de um vereador, graças a este vereador. O Padre rezava missas, fez votos de pobreza, está rico. O vereador trabalhou muito e trabalha, tem patrimônio com origem e declarado a receita federal em seu nome pessoal.

    ResponderExcluir
  6. Toma BRANQUINHO,chupa essa manga amigo.

    hugo valença/S.B UNA

    ResponderExcluir
  7. O ano que vêm, Débora vai colocar cada um em lugar, podem falar, gritar fazer o que quizer,
    que vcs não têm a minima chance!!!

    ResponderExcluir
  8. O prefeito de Capoeiras, está precisando de uma puxa saco igual essa Rita. KKKKKKKK.... Vêm pra cá que vc é contratada!

    ResponderExcluir
  9. Olha amiguinho, você vive escondido no anonimato, quero lhe informar que sou pedagoga, com mestrado, tenho dois empregos públicos na área de educação, todos por concurso público, aliás, fui aprovada em ambos, classificando-me em primeiro lugar e segundo lugar. Tenho independência financeira, escrevi dois livros falando da importância da educação na política, portanto dispenso sua sugestão e o indico.

    ResponderExcluir