segunda-feira, 14 de março de 2011

COMENTÁRIOS NOS BLOGS

Um dos aspectos mais gratificantes de escrever num blog é receber comentários. Acredito que a opinião do leitor é a segunda coisa mais importante, nesta mídia, só perdendo mesmo para o texto principal, que afinal é quem provoca o comentário. Em terceiro está o patrocínio (alguns podem achar o mais importante), por representar um estímulo ao trabalho e uma ajuda na sobrevivência do blogger. Esta postagem foi inspirada por uma nota do Ronaldo César anunciando que seus escritos já receberam dois mil comentários. Fiquei tão curioso que procurei saber também quantos já mandaram suas mensagens concordando ou discordando deste escriba. Na minha ignorância tecnológica não sabia onde encontrar a totalização, porém depois localizei e é tão fácil que fiquei um pouco envergonhado. Hoje pela manhã, antes das 7h, os comentários deste blog totalizavam 5.573. A diferença entre os meus números e os de Ronaldo pode ter duas explicações: Primeiro ele não aceita anônimo, enquanto eu tenho o péssimo costume de publicar vários, às vezes deixo passar até um cara que não sei quem é me criticando de uma forma totalmente injusta. Só corto o anônimo quando ele vem de porrete na mão ou esbraveja pelo teclado chamando o prefeito, o deputado, o governador, o ex-prefeito, o presidente, o vereador e até o padre de ladrão. Agressões realmente eu faço o possível para evitar. Infelizmente, recebemos alguns comentários que deixam a desejar. Pobres do ponto de vista gramatical, na forma e no conteúdo. E noto que dificilmente se comentam os filmes, os músicos, os livros, as notas de cunho mais cultural. Preferem se engalfinhar em torno de Zé da Luz, Izaías, Luiz Carlos, Eduardo Campos, Lula e até da Emília, que não é aquela do Sítio do Picapau Amarelo. O segundo ponto, a meu ver, que atrai mais comentários a este blog, é que vez por outra publico algumas notinhas bem polêmicas. Embora às vezes me deem dores de cabeça, não resisto a puxar uma discussão em torno de determinado assunto, seja ele local, estadual ou nacional. Acredito - e no rádio também fazia isso - que jornalismo serve para informar e também para provocar debates e discussões, principalmente quando se levanta uma denúncia relevante para a comunidade. O resultado final vai caber aos leitores e talvez às autoridades - determinados assuntos terminam no Ministério Público e na Justiça. No geral os comentários são bem vindos. Seria ótimo se todos fossem assinados e bem intencionados, como o de Dom Hugo (Cleilton), que teve a preocupação de escrever de Roma para opinar sobre a polêmica do cemitério de Capoeiras.

11 comentários:

  1. Caro Roberto,

    O seu blog tem tudo de bom. Nunca me censurou como o fez o Ronaldo César. Se ele não tivesse me censurado e tirado a postagem que me dedicou do ar, já teria mais comentários a anunciar. Talvez ele o tenha feito isto porque eu costumo ser franca, e quem visa só o dinheiro, errou, erra ou errará um dia.
    Parabéns pelo número de comentários. Eu gosto até dos de Einstein. Não fique magoado por falar um pouquinho do blog do seu "cumpade" RC. Se não publicar este eu entendo. Mas, quem nasce para Ronaldo César nunca chega a Roberto Almeida.

    Lucinha Peixoto (Blog da CIT)

    ResponderExcluir
  2. Roberto,
    Parabens, seus textos normalmente nos levam a inquietude.
    Às vezes dá vontade de sair logo teclando e dando mais tempero ao texto, mas em outras reflito, reflito e não consigo dizer nada.
    Gosto de sempre comentar e me identifiquei mais uma vez com o assunto.
    Filmes e Artistas nos deixam mostra de seus gostos e neles, apesar de concordar com muitos, acho ruim dizer apenas "muito bom" ou "é verdade"
    Quanto ao cotidiano vez por outra me atrevo a interagir e para preservar o anonimato, brinco, de forma sadia, atribuindo o comentário ao Paulão da Massaranduba ou ao Paulinho Graviola, agora apareceu o debochado do Paulo Lebre.
    Um grande abraço e que seu sucesso continue.

    Paulo Pessoa

    ResponderExcluir
  3. Aconselhado pelo próprio Ronaldo César, tenho evitado ao máximo usar o espaço dos comentários, que é dos leitores. Desta vez, contudo, acho que não posso me omitir. Acho que Lucinha pegou pesado demais e publiquei o seu texto sentindo um aperto no peito. Todos sabemos que o trabalho de Ronaldo é muito bom e devemos respeitá-lo. Cada um tem seu estilo: eu sou mais atirado, mais emocional; Lucinha é irônica; Alexandre é acadêmico; Wagner é impetuoso e Ronaldo criativo, apaixonado (como quase todos, eu acho) pelo que faz e por Garanhuns. Defendo sempre nossa união, preservadas a autonomia e diferenças. Acho que devemos combater as mazelas da nossa Região, do Estado, do País, e não ficar nos atritando, elegendo quem é melhor ou pior. Até porque sempre haverá quem goste e desgoste de Roberto, de Ronaldo, de Lucinha e assim por diante. Os dois são inteligentes e do bem, por que não selar a paz?

    ResponderExcluir
  4. Roberto,
    A Lucinha sempre pega pesado, é ácida, e suas preferencias politicas nos deixam em posições antagônicas.
    Respeito o ponto de vista dela, mas acho o Ronaldo Cesar um desses caras que do bem e e quer o melhor para Garanhuns, então deixo um Bom Conselho para a Lucinha, continua por ai.
    Ronaldo, liga não, você é o segundo melhor blog aqui da região.

    Paulão da Massaranduba

    ResponderExcluir
  5. Roberto: continue como sempre foi e é. Parabéns pela sua ética. E parabéns pelos números alcançados. 2. Quem tem blog, tem o direito de publicar ou NÃO os comentários que lhe chegam. - Ninguém tem o direito de se sentir magoado, nem de cobrar explicações por ter um comentário NÃO publicado num blog. - Tanto que, para isso, existem as normas em cada blog. 3. Só publica desaforos quem quer. Se não publicar, isso não é censura. - É um direito do dono do blog./.

    ResponderExcluir
  6. Como disse o Altamir Pinheiro uma vez em um comentário muito pertinente ao Ronaldo Cesar: Blog nunca teve dono nem tem! se um dia chegar a ter será dos comentaristas. Não importa se anônimos ou não!

    ResponderExcluir
  7. Comentando comentaristas: Caro Otto Oliveira, mais uma vez o "guerrilheiro" tem razão. Alguns esquerdistas querem privatizar até os blogs, evitando comentários, anônimos baseados numa legislação impertinente para a era digital. É o que chamei da Marula (mistura de Marx com Lula) que quer se implantar neste país para sempre. O direito do dono do blog é manter a população informada, e o blog não é dele, é do Blogger. Até isto os americanos nos dão de graça.
    Mas, eles não perdem por esperar. O Obama vem aí direto da Cinelândia falando para o mundo. Se ele tivesse a audácia de dizer que blog tem dono, jamais ele seria eleito no seu país. Aqui o "cara" só faltou fechar jornais durante a campanha e ainda consegue eleger um poste. Triste democracia a nossa, cheia de democratas censuradores. Vade Retro!

    Lucinha Peixoto (Blog da CIT)

    ResponderExcluir
  8. Quando é que a Lucinha vai entender que Lula lutou pela democracia, foi preso pelas suas posições políticas e quando chegou no governo teve sensibilidade para trabalhar beneficiando o povão. Essa história de que ele só faltou fechar jornais é um absurdo, uma versão dos jornalistas direitosos. Lula elegeu Dilma, ela está indo bem e em 2014 será reeleita com as bênçãos da população e do maior líder político do Brasil em toda sua história.

    ResponderExcluir
  9. O Lula é o que é hoje graças a Imprensa. Nos seus 8 anos de governo tentou fechar algumas mas quebrou a cara.A Veja é uma revista sacana, mas graças a ela descobriu-se os podres da erenice e o maior escândalo financeiro do mundo que foi o mensalão. Foi graça a essa imprensa sacana que tomamos conhecimentos das picaretagens do governo Lula...

    ResponderExcluir
  10. parabéns Roberto Almeida,e espero continuar com meus comentários expostos em seu blog.
    Einstein,recife/PE

    ResponderExcluir