sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

SANDY E A MELHOR COISA DO MUNDO


No primeiro quadrimestre deste ano que termina, o site Vagalume fez uma enquete para que os internautas escolhessem a mulher mais sexy no mundo da música. A cantora brasileira Sandy, com sua cara de menina ingênua, apesar de já ter completado 27 anos, ficou em primeiro lugar. Teve  52 mil votos entre os mais de um milhão computados na internet. Venceu estrelas internacionais famosas, como Rihana (2º lugar), Miley Cyrus, Mariah Carey, Beyoncé e Britney Spears. Apesar de não ser uma grande cantora, como Gal Costa, Maria Betânia, Vanessa da Mata, Marisa Monte ou Ana Carolina, não se pode negar que a filha de Chitãozinho e Chororó tem uma legião de fãs e admiradores no país. Embora nunca tenha ouvido um disco da artista - apenas já a vi se apresentando algumas vezes na televisão -, o ano passado fiz uma postagem leve, mostrando mudanças no visual da irmã do Júnior, que estava para seguir carreira solo. Nunca mais pararam de acessar essa nota, a campeã disparada do blog, com 2.769 visualizações até hoje, segundo o insuspeito Google. Se a garota é eleita como a mais sexy e atrai centenas de leitores, dos mais diversos lugares, para o que escrevo, não tenho porque não prestigiá-la. Mesmo que não esteja disposto a comprar um CD seu, acho justo neste último dia do ano celebrar mais uma vez a Sandy. Mulher bonita, afinal de contas, é a melhor coisa do mundo (pelo menos do ponto de vista dos homens), ainda que seja só pra olhar pela telinha do computador. Aliás, lembrando aqui o velho Roberto Carlos, a melhor coisa do mundo é sexo com amor. De preferência com uma bela mulher, que seja pelo menos levemente parecida com a Sandy.

Um comentário:

  1. Depois da nossa saúde, vem a MULHER. ESTA É A MELHOR COISA DA TERRA. - SE É LINDA COMO A SANDY, É ÓTIMA PRENDA! - AINDA QUE SEJA SÓ PARA OLHAR, NÃO faz mal. - PELO CONTRÁRIO: SÓ FAZ BEM.

    VOLTO A ME LEMBRAR, AGORA, DA LEILA DINIZ, QUE VOCÊ, ROBERTO, NOS TROUXE AQUI, HÁ POUCOS DIAS. -A LEILA FOI assassinada por um plaibói ordinário, que atendia pela alcunha de Doca Strit. Um ser inferior e desprezível que imaginava ser dono da LEILA./.

    ResponderExcluir