terça-feira, 23 de março de 2010

INSTITUTOS DISCUTEM NÚMEROS DAS PESQUISAS

O crescimento nas pesquisas eleitorais da pré-candidata do PT à Presidência, ministra Dilma Rousseff, ante a estagnação de seu provável adversário, o governador de São Paulo José Serra (PSDB) tem impressionado os diretores dos quatro principais institutos de pesquisa do País. Márcia Cavallari, do Ibope, João Francisco Meira, do Vox Populi, Mauro Paulino, do Datafolha e Ricardo Guedes, do Sensus, estiveram reunidos em São Paulo na tarde desta segunda-feira, 22, para debater o cenário eleitoral, em evento da Associação Brasileira de Empresas de Pesquisas. O professor Marcus Figueiredo, do Iuperj também esteve no debate, mediado pela jornalista Cristiana Lôbo.

Meira deu o palpite mais ousado da tarde: "não é impossível imaginar que a Dilma ganhe a eleição já no primeiro turno", afirmou. Sua avaliação é parecida com a de Ricardo Guedes, do Sensus. Segundo ele, "Dilma tem produto para mostrar, a economia. O Serra não tem. Hoje a tendência é muito mais pró-Dilma".

Já Márcia Cavallari, do Ibope, e Mauro Paulino, do Datafolha, adotaram um pouco mais de cautela em suas exposições, embora tenham admitido cenário favorável à Dilma. Os dois usaram a mesma expressão para definir o caso: "pesquisa é diagnóstico, não prognóstico". A comparação com o governo FHC é prejudicial para o Serra", afirmou a diretora do Ibope (Artigo publicado no Estado de São Paulo e citado no Blog de Magno Martins).

Um comentário:

  1. Roberto, o 4 periodo de secretariado executivo do qual faço parte estará promovendo na quinta feira próxima no auditório da Aesga uma mesa redonda sobre a garanheta, estarão os representantes da CDL, CONSELHO TUTELAR, POLICIA MILITAR E DO BICHO EVENTOS, a entrada custa um kg de alimento não perecivel ou dois reais, caso você ache viavel noticiar em seu blog ficamos muito grato, e contamos com sua presença la Roberto.

    ResponderExcluir