ALEPE

ALEPE
ALEPE

GOVERNO DO ESTADO

GOVERNO DO ESTADO
GOVERNO DE PERNAMBUCO - FUNDARPE

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

A APELAÇÃO NO BIG BROTHER

Esta do Jornal do Commercio na internet eu assinaria embaixo. Só que na grande imprensa os caras ainda são muito educados, pegam leve. Claro que o programa da Globo, já apontado em enquete deste blog como "o pior da TV Aberta", merece críticas duras. Por que a instistência nas críticas? Porque tem altos índices de audiência, numa evidência de que muitos brasileiros são sadomasoquistas e nem sabem.


Leo Dantas, JC Online

Em tempos de discussões sobre homofobia e preconceito no Big Brother 10, o próprio reality show vem atiçando tal discussão. Internautas de todo o país dizem-se indignados com a apelação - e até baixaria - que o programa da Globo vem mostrando.

Na edição da última terça-feira (23), noite do paredão entre Dourado, Dicesar e Angélica, as charges que o BBB apresentou foram contundentes: na corrida pelo paredão, o carro que a participante Angélica, lésbica declarada, dirigia era um "big sapato", em referência ao termo "sapatão".

Em outro momento do programa, a charge que retratou o triângulo amoroso entre Eliézer, Cláudia (Cacau) e Angélica (Morango) teve o título: Cacau entre a(o) Morango e o(a) Banana. Declaradamente, a direção do programa opina sobre os participantes, além de estereotipá-los.

O apresentador Pedro Bial também é outra figura no programa que demonstra ter preferência por alguns participantes na casa. Na mesma noite do paredão, ele (mais uma vez) declarou seu amor à participante Anamara, ao vivo e em comentários após o VT Cala a Boca, Maroca!

Se não há indícios de manipulação dos participantes por parte da direção do reality show, está clara a tentativa de manipulação dos telespectadores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário