SEBRAE

SEBRAE
SEBRAE

sábado, 31 de outubro de 2009

O DIA EM QUE A TERRA PAROU



Nas fotos acima, o filme de 2008, a versão original de "O Dia em que a Terra Parou", de 1951 e o disco do cantor e compositor Raul Seixas

Em 1951 não havia DVD, vídeo, celular, internet, computador como temos hoje e a televisão ainda engatinhava. Mas um cidadão chamado Robert Wise fez um flime, intitulado "O Dia em que a Terra Parou", que se tornou um verdadeiro clássico. Ganhou vários prêmios, sendo incluído no ano 2000 entre os maiores filmes do século. O ano passado o diretor americano Soctt Derrickson resolveu refilmar o longa, tendo como ator principal o ator Keanu Reeves, bastante conhecido no mundo inteiro. A produção é boa, tem efeitos especiais, aproveita a tecnologia inexistente no começo dos anos 50, mesmo assim o original (em preto e branco e pobre em recursos técnicos) é melhor. A primeira versão conta uma boa história, passa emoção, tem impacto. E tem um final muito melhor, com o extra-terrestre fazendo um discurso muito forte aos cientistas sobre os perigos de extinção do planeta, por culpa dos humanos. É uma crítica a guerra fria, que estava apenas começando. O segundo filme troca a corrida armamentista pela preocupação com o meio ambiente, a nave especial e o robô são muito mais bem feitos, atraentes visualmente, mas principalmente o final perde feio para o original. O ideal é assistir os dois, embora o longa de 1951 seja mais fácil de achar nos repetecos do Tele Cine Cult, na Sky. É na comparação entre duas versões como essas que a gente fica com a certeza de que existem bons diretores, como Derrickson e artistas, caso de Wise. Só os últimos produzem verdadeiras obras de arte.


Uma curiosidade é que o cantor e compositor Raul Seixas, na década de 70, lançou o disco, ainda em vinil, intitulado "O Dia em que a Terra Parou", certamente inspirado no filme de 1951. Eis uma estrofe da canção do artista baiano:


O comandante não saiu para o quartel

pois sabia que o soldado também não tava lá

e o soldado não saiu pra ir pra guerra

pois sabia que o inimigo também não tava lá

e o paciente não saiu pra se tratar

pois sabia que o doutor também não tava lá

e o doutor não saiu pra medicar

pois sabia que não tinha mais doença pra curar


O Dia em que a Terra parou...


Nenhum comentário:

Postar um comentário