SEBRAE

SEBRAE
SEBRAE

ALEPE

ALEPE
ALEPE

quarta-feira, 30 de setembro de 2009

O NATAL DOS SONHOS


O prefeito Luiz Carlos de Oliveira lançou com muita pompa o projeto do Natal dos Sonhos 2009. Com a presença maciça de empresários, secretários, vereadores, profissionais da imprensa e personalidades da sociedade garanhuense, a solenidade, numa área aberta do Hotel Tavares Correia, foi marcada pela beleza da decoração natalina, músicas de final de ano e um show pirotécnico muito bonito que durou cerca de cinco minutos. A secretária de Turismo, Gabriela Valença, e depois o próprio governante do município explicaram a ideia de decorar as principais ruas e avenidas da cidade, numa parceria da prefeitura com a CDL, a ACIAGAM, o comércio, a rede hoteleira, bares, restaurantes e empresas prestadoras de serviço.


A decoração de natal será feita com material reciclado, com participação de estudantes e funcionários da AESGA. O projeto, para contemplar a Avenida Santo Antônio, Praça Tavares Correia, Praça Souto Filho, Ruas Quinze e Dr. José Mariano, Avenida Rui Barbosa e algumas colinas da cidade, como o Alto do Pirulito, está orçado em R$ 280 mil. Metade dessa quantia o Executivo já dispõe e espera conseguir a outra metade junto aos parceiros, que poderão adotar espaços da zona urbana, que serão oferecidos por preços que variam de R$ 1 a 13 mil. A proposta apresentada por Luiz Carlos objetiva resgatar a beleza das festas natalinas do município, com ênfase nas cores, na magia que encanta as crianças e num show de luzes que certamente deixará a Suíça Pernambucana muito mais bonita. Após a solenidade, foi servido um coquetel aos presentes.
-------------
BASTIDORES
-------------
Nos bastidores do lançamento do projeto do Natal dos Sonhos 2009, coleguinhas da imprensa estranharam a ausência da Secretária de Cultura, Ivone Silva, que não compareceu ao ato. Pelo menos três representantes dos jornais locais criticaram o desempenho de Ivone à frente da pasta. Uma colunista informou que Ivone, que como os demais secretários recebe R$ 6 mil por mês, só chega do Recife na quarta-feira e vai embora na sexta. Tem tido problema com os próprios colegas da equipe e tem má vontade para receber quem vai procurá-la na secretaria. Comentaram, ainda, que a responsável pelo setor de cultura não está sendo fiel ao deputado Izaías Régis, que a indicou para o cargo. Com a palavra a secretária.

Nenhum comentário:

Postar um comentário